Menu
2019-04-24T07:51:41-03:00
Estadão Conteúdo
reta final das negociações

EUA e China vão retomar negociações comerciais em Pequim na próxima semana

Representante do Comércio dos Estados Unidos e o Secretário do Tesouro americano terão reuniões com o vice-primeiro-ministro chinês em Pequim a partir do dia 30

24 de abril de 2019
7:51
China, Estados Unidos, Guerra Comercial
Imagem: Shutterstock

O Representante de Comércio dos Estados Unidos, Robert Lighthizer, e o Secretário do Tesouro americano, Steven Mnuchin, irão para a China na próxima semana para retomar as negociações comerciais entre os dois países, segundo comunicado da Casa Branca. Lighthizer e Mnuchin terão reuniões com o vice-primeiro-ministro chinês, Liu He, em Pequim, a partir do dia 30.

Na semana seguinte, Liu viajará para Washington para dar continuidade às discussões, a partir de 8 de maio, informa o comunicado.

As conversas da próxima semana tratarão de questões como propriedade intelectual, transferência forçada de tecnologia, barreiras não-tarifárias, serviços e compras, acrescentou a Casa Branca.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

cardápio de balanços

Suzano, Fleury e Totvs: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

São empresas cujas ações fazem parte da carteira teórica do Ibovespa – ou seja, os resultados das companhias ajudam a calibrar o índice

Sucessão no bancão

Milton Maluhy Filho será o novo presidente do Itaú Unibanco

Maluhy tem 44 anos e ingressou no Itaú em 2002. Após passar por diversas funções, o executivo ocupa o cargo de vice-presidente da área de riscos e finanças do maior banco privado brasileiro.

Big Techs

Resultados de Facebook, Google, Amazon, Twitter e Apple mexem com o mercado; veja números

Apesar dos resultados estarem bastante acima do esperado pelos analistas, as ações de algumas das gigantes caíram no pós-mercado em NY

Rombo

Governo Central tem déficit de R$ 76,1 bilhões em setembro

O resultado, que reúne as contas do Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central, sucede o déficit de R$ 96,096 bilhões de agosto.

fechamento

Após sangria, Ibovespa acompanha Nova York e sobe 1,3%; juros recuam com Copom

Índice teve sessão de altos e baixos a princípio, mas acabou seguindo bolsas americanas e registrou maior alta em uma semana; Petrobras e Vale são destaques após balanços. Dólar marca leve ganho

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies