Menu
2019-07-08T23:32:02-03:00
GUERRA COMERCIAL

EUA dizem que aço do México e da China recebeu ‘subsídios injustos’

O departamento afirmou que instruirá a Agência de Proteção de Fronteiras e Alfândega dos EUA a coletar taxas em espécie de importadores de aço estruturais da China e do México que chegarem aos EUA.

8 de julho de 2019
20:29 - atualizado às 23:32

O Departamento do Comércio dos Estados Unidos informou nesta segunda-feira que determinou, de forma preliminar, que as importações de aço estrutural fabricado na China e no México receberam subsídios injustos, o que pode ser "passível de compensação" por meio de tarifas mais elevadas. Assim, o departamento afirmou que instruirá a Agência de Proteção de Fronteiras e Alfândega dos EUA a coletar taxas em espécie de importadores de aço estruturais da China e do México que chegarem aos EUA.

De acordo com o departamento, o aço fabricado na China recebeu subsídios que vão de 30,30% a 177,43% e que a ajuda ao aço fabricado no México foi de 0,01% a 74,01%. O Departamento do Comércio também investigou o aço fabricado no Canadá, mas apontou que os subsídios recebidos por ele vão de 0,12% a 0,45%, o que não implica em algo significativo.

Uma determinação final sobre o acaso será feita em torno de 19 de novembro. "Se essa determinação continuar consistente com a decisão de hoje, a Comissão de Comércio Internacional dos EUA fará uma determinação final de dano por volta de 2 de janeiro do próximo ano", apontou o documento.

No ano passado, os EUA importaram cerca de US$ 722,5 milhões de aço fabricado no Canadá. As importações americanas de aço chinês foram avaliadas em cerca de US$ 897,5 milhões e as do México foram avaliadas em US$ 622,4 milhões no ano passado, informou o Departamento do Comércio americano.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

executivo de carreira

Vice-presidente do BB, Walter Malieni, morre aos 50 anos

Executivo de carreira do BB, com mais de 35 anos de casa, Malieni completaria 51 anos em novembro

números da covid

Covid-19: Brasil tem 2,96 milhões de casos e 99,5 mil mortes

Nas últimas 24 horas, foram registrados 1.079 óbitos, segundo o balanço diário do Ministério da Saúde divulgado hoje (7)

Reserva de R$ 1,3 bi para gastos

Iguatemi vai recomprar até 1,3 milhão de ações

Quantidade representa 1,5% dos papéis em circulação da companhia. Ações acumulam queda de mais de 30% no acumulado de 2020

seu dinheiro na sua noite

Uma conversa sobre investimentos para o meu pai

O primeiro salário que recebi na vida foi em julho de 1994, mês inaugural do Plano Real. Foi com esse dinheiro que saí pelas lojas do bairro do Gonzaga, em Santos, em busca de um presente para dar no Dia dos Pais. Desde então, esse sempre foi um problema para mim, porque meu pai não […]

Preferência

Oi fecha acordo de exclusividade com Vivo, Claro e Tim para venda de operação móvel, diz jornal

Após fim da exclusividade da Highline, que desistiu de fazer nova oferta, teles brasileiras passam à frente, com oferta de R$ 16,5 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements