Você pode ter uma renda semanal de até 500 dólares na sua conta; descubra como aqui

Cotações por TradingView
2019-12-23T09:35:38-03:00
Estadão Conteúdo
Menos taxas, mais acordos

China cortará tarifas sobre vários produtos de parceiros comerciais em janeiro

Plano reduzirá tarifas para todos os parceiros comerciais sobre mais de 859 tipos de produtos

23 de dezembro de 2019
7:21 - atualizado às 9:35
Bam China
Imagem: Shutterstock

A China anunciou que cortará tarifas de importação sobre carne de porco congelada, farmacêuticos e alguns componentes de alta tecnologia a partir de 1º de janeiro. A medida é adotada no momento em que Pequim e Washington tentam concluir a fase 1 do acordo comercial bilateral.

O plano, aprovado pelo gabinete chinês, reduzirá tarifas para todos os parceiros comerciais sobre mais de 859 tipos de produtos para abaixo das taxas garantidas às nações menos favorecidas, afirmou o Ministério das Finanças nesta segunda-feira. As tarifas para nações menos favorecidas são as menores possíveis que um país oferece a seus parceiros comerciais.

A tarifa é reduzida também no momento em que a China busca ampliar seus estoques de carne de porco, diante de uma epidemia de febre suína, bem como de produtos semicondutores e remédios para tratar asma e diabetes. As tarifas sobre alguns produtos cairão a zero.

O plano também reduzirá tarifas de importação sobre mais de 8 mil produtos para 23 países e regiões que têm acordos de livre-comércio com a China, entre eles Austrália, Coreia do Sul, Islândia, Nova Zelândia e Paquistão, a partir do início do próximo ano. O comunicado afirma que a China reduzirá mais tarifas sobre produtos e serviços de tecnologia da informação a partir de 1º de julho de 2020.

Os cortes de tarifas parecem abrir caminho para a China importar mais dos EUA sem violar regras internacionais de comércio.

Cortes incluem suco de laranja e avocado

O comunicado da China também incluiu na lista de cortes de tarifas avocados congelados e suco de laranja não congelado.

Também são cortadas a zero tarifas sobre alcaloides usados para o tratamento de asma e a matéria-prima para a produção de novos medicamentos para diabetes. Serão ainda reduzidas tarifas sobre equipamentos e partes deles na área de "tecnologias avançadas", a fim de apoiar esse setor,. Para encorajar a demanda doméstica, tarifas novas ou reduzidas para alguns produtos de madeira e papel foram determinadas.

*Com Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

DIA 38

Os bombeiros chegaram: ata do Copom e Alckmin tentam baixar a temperatura da relação entre Lula e Campos Neto

7 de fevereiro de 2023 - 20:42

Do outro lado, parlamentares do PSOL e do PT querem apresentar requerimento para convidar o presidente do BC a comparecer em uma audiência pública na Câmara para explicar as razões dos juros altos

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Super Quarta fora de época, as melhores ações de atacarejo e o que pensa o Credit Suisse sobre o Nubank; confira os destaques do dia

7 de fevereiro de 2023 - 19:38

Não estamos na quarta-feira e nem houve decisão dupla de política monetária, mas o dia (07) foi marcado por uma inegável energia de Super Quarta. No Brasil e nos Estados Unidos só se falou sobre os juros e o que esperar do futuro.  Jerome Powell, presidente do Federal Reserve, agradou Wall Street ao não dar […]

OI OU TCHAU?

Qual é o futuro da Oi (OIBR3)? CEO conta o que vai acontecer com a operadora após proteção judicial

7 de fevereiro de 2023 - 19:01

Rodrigo Abreu deu as explicações após os executivos da empresa saírem de reunião em Brasília com a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel)

Balanço 2022

Provisões contra calote da Americanas afetam lucro do Itaú, mas banco ainda registra recorde no ano

7 de fevereiro de 2023 - 18:36

Assim como o Santander, Itaú evitou se referir nominalmente à Americanas na divulgação de resultados e citou “evento subsequente”

MUNDIAL DE CLUBES

Além do Mundial: veja o que mais o Flamengo perdeu com papelão no Marrocos

7 de fevereiro de 2023 - 18:30

Para além da derrota em campo, o Flamengo deixou de ganhar uma soma expressiva ao não se classificar para a final do Mundial de Clubes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies