Menu
2019-09-26T07:03:15-03:00
Estadão Conteúdo
acordo

China concorda em comprar “grandes volumes” de soja e carne de porco dos EUA

Recentemente, país asiático anunciou que iria isentar importações de soja, de carne de porco e de outros produtos agrícolas americanos de tarifas retaliatórias

26 de setembro de 2019
7:03
porcos-fazenda
A concordância da China em comprar carne suína dos EUA vem num momento em que Pequim tem adotado medidas para reduzir a escassez doméstica do produto. Imagem: Shutterstock

O Ministério de Comércio da China disse nesta quinta-feira que empresas locais concordaram em comprar "grandes volumes" de soja e de carne de porco dos Estados Unidos, antes de autoridades de alto escalão dos dois países retomarem negociações comerciais em Washington no próximo mês.

  • LEIA HOJE: Estão oficialmente abertas (por tempo limitado ou enquanto durarem as vagas) as inscrições para o melhor curso de análise gráfica para enriquecer em qualquer mercado. Entre aqui e aproveite!

Empresas chinesas vêm fazendo consultas sobre os preços de produtos agrícolas dos EUA, afirmou o porta-voz do ministério, Gao Feng, em coletiva de imprensa semanal. Ele não especificou quantidades ou valores das compras.

Recentemente, a China anunciou que iria isentar importações de soja, de carne de porco e de outros produtos agrícolas americanos de tarifas retaliatórias.

Segundo Gao, funcionários dos governos de ambos os países estão mantendo contato próximo para discutir detalhes das discussões comerciais previstas para ocorrer em Washington em outubro.

Nos 12 meses até julho, as exportações agrícolas dos EUA para a China diminuíram quase US$ 10 bilhões em relação ao mesmo período de um ano antes, representando uma queda de mais de 50%. Apenas as oleaginosas - incluindo soja - responderam por mais de US$ 7 bilhões da redução, com um tombo de 65% nas exportações.

A concordância da China em comprar carne suína dos EUA vem num momento em que Pequim tem adotado medidas para reduzir a escassez doméstica do produto, devido a um surto de peste suína africana que já dura um ano. As medidas incluem incentivos agrícolas, a utilização das reservas emergenciais de carne suína e o aumento de importações do produto.

O governo chinês vai liberar mais 10 mil toneladas de carne suína de suas reservas antes do feriado nacional de 1° de outubro, afirmou Gao.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Proventos

Banco do Brasil anuncia pagamento de R$ 416 milhões em Juros sobre Capital Próprio (JCP)

Terão direito ao provento os investidores com posição acionária na empresa no dia 11 de março

o melhor do seu dinheiro

Brandão balança mais não cai?

Chegamos ao fim de mais uma semana tensa nos mercados, que começou com a derrocada das ações da Petrobras, em razão da interferência do governo na presidência da estatal, e termina com pressões na bolsa e no dólar motivadas pelas preocupações dos investidores com a inflação nos Estados Unidos e alta nas taxas dos títulos […]

URGENTE

Hapvida e NotreDame chegam a um acordo sobre fusão, afirma site

A maior combinação entre duas empresas brasileiras criará uma gigante do setor de saúde, com um valor de R$ 110 bilhões.

fechamento da semana

Tensão em Brasília leva Ibovespa de volta aos 110 mil pontos e afunda estatais; dólar vai a R$ 5,60

Em semana marcada pela tensão entre governo e mercado, o Ibovespa recuou 7,09%, de volta aos 110 mil pontos. O dólar disparou acima dos R$ 5,60

Abandonando o barco?

Ações do Banco do Brasil recuam quase 5% com possibilidade de saída de André Brandão

Brandão tem mostrado insatisfação com o cargo e quer deixar o comando da estatal, segundo jornal; BB nega que presidente tenha renunciado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies