Menu
2019-09-26T07:03:15-03:00
Estadão Conteúdo
acordo

China concorda em comprar “grandes volumes” de soja e carne de porco dos EUA

Recentemente, país asiático anunciou que iria isentar importações de soja, de carne de porco e de outros produtos agrícolas americanos de tarifas retaliatórias

26 de setembro de 2019
7:03
porcos-fazenda
A concordância da China em comprar carne suína dos EUA vem num momento em que Pequim tem adotado medidas para reduzir a escassez doméstica do produto. Imagem: Shutterstock

O Ministério de Comércio da China disse nesta quinta-feira que empresas locais concordaram em comprar "grandes volumes" de soja e de carne de porco dos Estados Unidos, antes de autoridades de alto escalão dos dois países retomarem negociações comerciais em Washington no próximo mês.

  • LEIA HOJE: Estão oficialmente abertas (por tempo limitado ou enquanto durarem as vagas) as inscrições para o melhor curso de análise gráfica para enriquecer em qualquer mercado. Entre aqui e aproveite!

Empresas chinesas vêm fazendo consultas sobre os preços de produtos agrícolas dos EUA, afirmou o porta-voz do ministério, Gao Feng, em coletiva de imprensa semanal. Ele não especificou quantidades ou valores das compras.

Recentemente, a China anunciou que iria isentar importações de soja, de carne de porco e de outros produtos agrícolas americanos de tarifas retaliatórias.

Segundo Gao, funcionários dos governos de ambos os países estão mantendo contato próximo para discutir detalhes das discussões comerciais previstas para ocorrer em Washington em outubro.

Nos 12 meses até julho, as exportações agrícolas dos EUA para a China diminuíram quase US$ 10 bilhões em relação ao mesmo período de um ano antes, representando uma queda de mais de 50%. Apenas as oleaginosas - incluindo soja - responderam por mais de US$ 7 bilhões da redução, com um tombo de 65% nas exportações.

A concordância da China em comprar carne suína dos EUA vem num momento em que Pequim tem adotado medidas para reduzir a escassez doméstica do produto, devido a um surto de peste suína africana que já dura um ano. As medidas incluem incentivos agrícolas, a utilização das reservas emergenciais de carne suína e o aumento de importações do produto.

O governo chinês vai liberar mais 10 mil toneladas de carne suína de suas reservas antes do feriado nacional de 1° de outubro, afirmou Gao.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

9 notícias para começar o dia bem informado

A discussão de que a bolsa americana está cara rola desde o ano passado, muito antes de alguém sonhar que o mundo viveria uma pandemia. Mesmo com o coronavírus e seu impacto na receita de várias empresas, o S&P 500, índice que reúne as 500 principais companhias listadas nas bolsas dos EUA, continuou a testar […]

A BOLSA É PARA TODOS

De outro mundo: Funerária quer fazer IPO na B3 em 2021

Com 57 anos, Grupo Cortel planeja abrir o capital na bolsa e utilizar recursos para a aquisição de empresas do setor

NOVAMENTE PELOS ALIMENTOS

IPCA-15 registra maior leitura para novembro desde 2015

Resultado representa uma desaceleração ante outubro, mas vem acima da mediana das expectativas dos analistas de mercado

esquenta dos mercados

Otimismo com vacina e preocupação com situação fiscal se chocam nos mercados

Na agenda, o destaque fica com a divulgação do IPCA-15, prévia da inflação, e dados da arrecadação federal.

AÇÕES NO BOLSO

SulAmérica vai distribuir ações a acionistas após aumentar capital social

Acionistas terão direito a 18,8 novas ações ordinárias e preferenciais para cada lote de 1 mil papéis de cada tipo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies