Menu
2019-08-16T11:11:57-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ainda um foguete

China aprova US$ 10 bi em investimentos e deve anunciar plano para impulsionar renda

Recursos serão destinados a projetos principalmente nos setores de energia e transporte – que incluem uma ferrovia entre as cidades de Zhengzhou e Jinan

16 de agosto de 2019
7:32 - atualizado às 11:11
Indústria na China
Fábrica de automóveis em Linhai, cidade no nível do condado em Taizhou, província de Zhejiang. Leste da China. - Imagem: Shutterstock

A Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma da China, órgão estatal de planejamento, informou nesta sexta-feira, 16, que aprovou em julho 12 projetos de infraestrutura.

Os investimentos são estimados em 70,5 bilhões de yuans (US$ 10 bilhões) para projetos principalmente nos setores de energia e transporte - que incluem uma ferrovia entre as cidades de Zhengzhou e Jinan.

Trampolim

O governo chinês tem acelerado a aprovação de projetos de infraestrutura este ano, numa tentativa de impulsionar o crescimento econômico do país. O órgão estatal de planejamento também anunciou nesse mesmo dia que Pequim deve lançar um plano para impulsionar a renda disponível da população em 2019 e 2020.

A comissão afirmou que dará continuidade a esforços para reduzir a alavancagem na economia e o número das chamadas "empresas zumbi", como são conhecidas as grandes estatais improdutivas e endividadas.

Juros

A China também prometeu reduzir os juros de empréstimos "substancialmente" para lidar com dificuldades de financiamento enfrentados por empresas.

O Conselho Estatal da China, que equivale ao gabinete do país, disse que pretende cortar os custos de financiamento para pequenas empresas em um ponto porcentual este ano, segundo a emissora estatal CCTV, que citou uma reunião da entidade comandada pelo primeiro-ministro chinês, Li Keqiang.

No meio tempo, o gabinete prometeu oferecer maior apoio de financiamento a empresas com alta qualidade de crédito e que ainda recebem encomendas.

O órgão também reiterou o compromisso de aprofundar a reforma dos juros, como parte de esforços para reduzir as taxas de juros, e tornar mais transparente o processo decisório sobre juros.

Em julho, os bancos chineses reduziram a concessão de novos empréstimos para 1,06 trilhão de yuans (US$ 150,1 bilhões), de 1,66 trilhão de yuans no mês anterior. Fonte: Dow Jones Newswires.

*Com Estadão Conteúdo 

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

secretário do tesouro

Pela 1ª vez, governo está fazendo esforço para construir base política, diz Mansueto

O secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou nesta sexta-feira, 3, que pela primeira vez o governo está fazendo um esforço para construir uma base política no Congresso, dando os primeiros passos nessa direção

Fernanda Nechio

Crédito aumenta, mas há arrefecimento nos últimos dados, diz diretora do BC

Arrefecimento do crédito em 2020 e concentração de recursos direcionados às grandes empresas foram dois dos motivos que levaram a autoridade monetária a adotar medidas voltadas para o mercado de crédito durante a pandemia do novo coronavírus

mineradora foca pequenas compras

Vale não deve fazer grandes aquisições, diz Luciano Siani

Se aquisições relevantes estão descartadas, pequenas compras podem acontecer, diz CFO da mineradora

mp 950

Isenção na conta de luz da população de baixa renda terminou no dia 30, diz MME

MME esclareceu que a Medida Provisória 950 – que ampliou o desconto nas tarifas a que a população de baixa renda tem direito para 100% até o limite de consumo de 220 kWh mensais – teve sua vigência prorrogada até 5 de agosto

número positivo

Produção da indústria eletroeletrônica cresce 15,6% em maio

A produção da indústria elétrica e eletrônica em maio cresceu mais que o dobro do volume produzido pela indústria como um todo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements