Menu
2019-05-29T16:31:47-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Jornalista formado pela Universidade de Federal do Paraná (UFPR). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) e colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros veículos.
OFERTA HOSTIL

Centauro parte para briga com Magazine Luiza e ações do Netshoes disparam mais de 40% em Nova York

A Centauro fez uma oferta hostil pela Netshoes — agora, a proposta terá de ser submetida em assembleia de acionistas da Netshoes marcada para votar a venda a empresa ao Magazine Luiza. Reunião será no dia 30.

23 de maio de 2019
8:14 - atualizado às 16:31
Estátua de Centauro e um céu de nevoeiro
Estátua de Centauro - Imagem: Shutterstock

A Centauro está disposta a brigar pela Netshoes. A empresa apresentou, nesta quinta-feira (23), uma proposta para comprar a varejista online de artigos esportivos. E o lance é tentador: o valor é 40% maior que o ofertado pelo Magazine Luiza, no mês passado.

A proposta da Centauro foi de US$ 2,80 por ação da Netshoes, de acordo com fato relevante encaminhado pela empresa à Comissão de Valores Imobiliários (CVM). Ao todo, a operação somaria cerca de US$ 87 milhões. É um valor superior ao oferecido pelo Magazine Luiza, de US$ 2,00 por ação.

Com o anúncio, as ações da Netshoes dispararam na bolsa americana de Nova York. Os papéis da empresa, que terminaram o pregão de quarta-feira (22) valendo US$ 1,96, subiram 43,88% hoje, atingindo US$ 2,82 — ligeiramente acima, portanto, do preço ofertado pela Centauro.

Trata-se de uma oferta hostil, ou seja, quando uma empresa envia uma proposta de compra a outra sem alinhar os termos com a companhia que é alvo de aquisição. Em casos como esse, o conselho de administração pode avaliar a proposta e enviar uma recomendação de voto aos acionistas. A decisão final entre aceitar ou não feita em assembleia de acionistas.

Em meio à disputa, as ações ON da Centauro (CNTO3) terminaram a sessão em queda de 0,44%. Já os papéis ON do Magazine Luiza (MGLU3) avançaram 0,11%.

Disputa acirrada

No mês passado, a Netshoes chegou a fechar um acordo de venda de suas ações para o Magazine Luiza, por US$ 62 milhões. A fusão, no entanto, ainda precisa do aval dos acionistas da Netshoes, que devem se reunir em Assembleia Geral Extraordinária na próxima quinta-feira, 30.

A Centauro diz que se debruçou sobre o acordo da Netshoes com o Magalu e identificou a possibilidade de apresentação de propostas concorrentes. Mas, para isso, a oferta teria de ser superior a feita anteriormente e precisaria ser apresentada antes da reunião dos acionistas que decide sobre a venda da empresa.

"(Fizemos uma) análise pormenorizada da estrutura do "Agreement and Plan of Merger”, identificando mecanismo que regula a possibilidade de apresentação por qualquer terceiro de proposta concorrente ao board of directors da Netshoes, o qual, diante do dever fiduciário de seus membros perante os acionistas daquela sociedade, está obrigado a avaliar proposta de aquisição da totalidade das ações da Netshoes, desde que seja apresentada de boa-fé por terceiros interessados antes da realização da Special Shareholders Meeting da Netshoes (que está
agendada para ocorrer em 30 de maio de 2019) e contemple uma transação que é capaz de ser consumada prontamente e que seja mais favorável aos acionistas da Netshoes sob a ótica financeira, quando comparada aos termos atuais da transação existente", explicou a Centauro, em comunicado.

A empresa disse ainda que vai comunicar a Netshoes que dispõe de financiamento em bancos de primeira linha com potencial para financiar a aquisição de 100% da Netshoes.

Caso desista da fusão anunciada no mês passado, a Netshoes deverá pagar ao Magazine Luiza uma multa de US$ 1,8 milhão, segundo o formulário anual 20-F entregue pela Netshoes à Securities and Exchange Commission (SEC).

O Seu Dinheiro entrou em contato com Magazine Luiza e Netshoes e aguarda posicionamento.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

Mais uma para a lista

Empresa de shoppings Almeida Junior faz pedido de IPO na CVM

Acionista vendedor é Jaimes Bento Almeida Júnior, fundador da empresa

Seu Dinheiro na sua noite

Um brilho no futuro da Oi

Em recuperação judicial desde 2016 e com uma dívida bilionária, a Oi é uma empresa que divide a opinião de analistas do mercado. Para uns, as ações da tele representam uma aposta de risco, porém com chances de render uma bolada caso o turnaround seja bem-sucedido. Para outros, no entanto, o risco se mostra excessivo, […]

Olha o dinheiro aí

Conselho de administração do Bradesco aprova pagamento de R$ 490,9 milhões em dividendos complementares

O conselho de administração do Bradesco aprovou nesta segunda-feira (17) o pagamento de dividendos complementares, relativos a 2019, no valor de R$ 490.918.326,17. Nesse total, serão pagos R$ 0,058213963 por ação ordinária e R$ 0,064035359 por ação preferencial do banco. O pagamento ocorrerá em 2 de fevereiro, sem retenção de Imposto de Renda na fonte. […]

Martelo batido

Braskem assina acordo de R$ 40 milhões com Ministério Público do Trabalho e põe fim a ação civil

A Braskem anunciou nesta segunda-feira (17) a assinatura de um termo de acordo com o Ministério Público do Trabalho (MPT) que visa a implementação de um Programa para Recuperação de Negócios e Promoção de Atividades Educacionais na cidade de Maceió, Alagoas. No total, a empresa vai desembolsar R$ 40 milhões para colocar o programa em […]

Agora vai?

Maia sinaliza que comissão mista da reforma tributária será formada nesta semana

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse acreditar na formação da comissão mista da reforma tributária nesta semana. “Acredito que sim”, respondeu Maia quando perguntado sobre a possibilidade. É esta a expectativa, reforçou, do relator da proposta, deputado Aguinaldo Ribeiro (PP-PB). Na semana passada, a secretaria do Congresso Nacional pediu aos líderes da Câmara […]

Recuperação

Com o noticiário corporativo em foco, Ibovespa fecha em alta e retoma os 115 mil pontos

Focado nos balanços trimestrais e nas sinalizações positivas vindas da China, o Ibovespa passou o dia em alta e se recuperou das perdas recentes. O dólar à vista, por outro lado, teve uma sessão mais pressionada e voltou ao patamar de R$ 4,32

Dados do BC

Reservas internacionais subiram US$ 157 milhões no dia 14, para US$ 358,955 bilhões

De acordo com o Banco Central, o resultado é uma consequência da oscilação do valor de mercado dos ativos que compõem as reservas

Novo projeto

Bolsonaro diz que governo está na iminência de mandar a reforma administrativa

Presidente disse que a proposta ainda pode passar por novas alterações ao longo da semana

Na ponta do lápis

Estudo do Banco Central discute objetivos de modalidades de recolhimentos compulsórios

Uma das conclusões é que o nível atual dos compulsórios sobre depósitos à vista está adequado para o cumprimento de sua função

Impacto negativo

Coronavírus pode acentuar enfraquecimento do comércio no 1º trimestre

“O crescimento anual do comércio pode cair no período, embora as estatísticas oficiais para confirmar a hipótese só estejam disponíveis em junho”, disse a instituição

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements