🔴 3 ações para LUCRAR com a SELIC em alta: clique aqui e descubra quais são

2019-06-04T18:39:43-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
O mercado não curtiu

Ações da Netshoes desabam após opção do conselho pelo Magazine Luiza

Uma recomendação do conselho de administração da Netshoes aos acionistas, no âmbito da disputa entre Magazine Luiza e Centauro para a compra da empresa, derrubou os papéis da companhia em NY

4 de junho de 2019
15:02 - atualizado às 18:39
Site da Netshoes
Site da Netshoes - Imagem: Reprodução

A novela da venda da Netshoes teve mais um desdobramento — e as novidades não agradaram os acionistas do site de artigos esportivos: em Nova York, os papéis da empresa (NETS) fecharam em forte queda de 12,77%, cotados a US$ 3,21, mas, na mínima, chegaram a tocar os US$ 3,00 (-18,47%).

E isso porque o Conselho de Administração da Netshoes mostrou-se favorável à proposta feita pelo Magazine Luiza, apesar de a Centauro ter feito uma oferta de valor maior.

Em comunicado à Securities and Exchange Commission (SEC), o conselho da Netshoes marcou uma nova assembleia para o dia 14 e recomendou aos acionistas que fechem negócio com o Magalu. Segundo a diretoria da empresa, a oferta da Centauro não fornece garantias suficientes em relação à condição financeira da companhia ou "trata adequadamente as preocupações de liquidez de curto prazo".

O grupo julgou que o preço que a Centauro ofereceu (US$ 3,50 por ação) é insuficiente para compensar os riscos de um cronograma potencialmente mais longo para que a operação se concretizasse.

A empresa ainda observou que sua decisão levou em consideração o fato de que a fusão com o Magazine Luiza já recebeu anuência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Disputa

A primeira oferta pela Netshoes partiu do Magazine Luiza no final de abril. A companhia propôs pagar US$ 2,00 por ação (cerca de US$ 62 milhões). Logo depois, a Centauro ofereceu US$ 2,80 por ação, numa operação que chegaria a US$ 87 milhões.

O Magalu então apresentou um aditivo para aumentar a oferta para US$ 3 por ação, somando aproximadamente US$ 93 milhões. Logo depois, a Centauro subiu a proposta para US$ 3,50/ação, ou US$ 108,7 milhões.

Em meio à disputa, as ações ON do Magazine Luiza (MGLU3) fecharam em queda de 0,11% — fora do Ibovespa, os papéis ON da Centauro (CNTO3) recuaram 2,19%. O principal índice da bolsa brasileira, por outro lado, teve leve alta de 0,37%, aos 97.380,28 pontos.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

NOITE CRIPTO

Sem fôlego: bitcoin (BTC) opera em alta, mas ainda não volta para os US$ 20 mil; entenda por quê

Apesar do respiro desta sexta-feira (1), o bitcoin ainda sente todo o peso de um Federal Reserve mais agressivo contra a inflação. A semana também não foi tão positiva assim com o noticiário do universo digital.

VAI TER QUE PAGAR!

Um acordo de milhões: Petrobras (PETR4) se entende com a ANP sobre royalties da operação de xisto no Paraná

Segundo a estatal, o acordo envolve o pagamento de R$ 601 milhões pela companhia — um montante que já foi provisionado nas demonstrações financeiras

CASOU!

Enfim, sós! Localiza (RENT3) e Unidas (LCAM3) consumam combinação de negócios; confira detalhes

Por conta do enlace, hoje foi o último dia de negociação das ações de emissão da Unidas na B3

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Ibovespa começa julho com o pé direito, o reforço de caixa da MRV (MRVE3) e a semana em cripto; confira os destaques do dia

Que sexta-feira costuma ser o dia da semana favorito de muita gente não é novidade, mas você já reparou na tendência que temos de tentar fazer dele o mais leve de todos para não atrapalhar o descanso do fim de semana? Seja no escritório ou no mercado financeiro, o último dia útil é o momento […]

FECHAMENTO DO DIA

Ibovespa dá uma pausa nas perdas e sobe 0,29% na semana, mas dólar dispara e chega a R$ 5,32

O começo de julho foi mais animador para o Ibovespa, mas as dificuldades seguem pressionando o câmbio

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies