🔴 HERANÇA EM VIDA? NOVO EPISÓDIO DE A DINHEIRISTA! VEJA AQUI

Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
O mercado não curtiu

Ações da Netshoes desabam após opção do conselho pelo Magazine Luiza

Uma recomendação do conselho de administração da Netshoes aos acionistas, no âmbito da disputa entre Magazine Luiza e Centauro para a compra da empresa, derrubou os papéis da companhia em NY

Kaype Abreu
Kaype Abreu
4 de junho de 2019
15:02 - atualizado às 18:39
Site da Netshoes
Site da Netshoes - Imagem: Reprodução

A novela da venda da Netshoes teve mais um desdobramento — e as novidades não agradaram os acionistas do site de artigos esportivos: em Nova York, os papéis da empresa (NETS) fecharam em forte queda de 12,77%, cotados a US$ 3,21, mas, na mínima, chegaram a tocar os US$ 3,00 (-18,47%).

E isso porque o Conselho de Administração da Netshoes mostrou-se favorável à proposta feita pelo Magazine Luiza, apesar de a Centauro ter feito uma oferta de valor maior.

Em comunicado à Securities and Exchange Commission (SEC), o conselho da Netshoes marcou uma nova assembleia para o dia 14 e recomendou aos acionistas que fechem negócio com o Magalu. Segundo a diretoria da empresa, a oferta da Centauro não fornece garantias suficientes em relação à condição financeira da companhia ou "trata adequadamente as preocupações de liquidez de curto prazo".

O grupo julgou que o preço que a Centauro ofereceu (US$ 3,50 por ação) é insuficiente para compensar os riscos de um cronograma potencialmente mais longo para que a operação se concretizasse.

A empresa ainda observou que sua decisão levou em consideração o fato de que a fusão com o Magazine Luiza já recebeu anuência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Disputa

A primeira oferta pela Netshoes partiu do Magazine Luiza no final de abril. A companhia propôs pagar US$ 2,00 por ação (cerca de US$ 62 milhões). Logo depois, a Centauro ofereceu US$ 2,80 por ação, numa operação que chegaria a US$ 87 milhões.

O Magalu então apresentou um aditivo para aumentar a oferta para US$ 3 por ação, somando aproximadamente US$ 93 milhões. Logo depois, a Centauro subiu a proposta para US$ 3,50/ação, ou US$ 108,7 milhões.

Em meio à disputa, as ações ON do Magazine Luiza (MGLU3) fecharam em queda de 0,11% — fora do Ibovespa, os papéis ON da Centauro (CNTO3) recuaram 2,19%. O principal índice da bolsa brasileira, por outro lado, teve leve alta de 0,37%, aos 97.380,28 pontos.

Compartilhe

Engordando os proventos

Caixa Seguridade (CXSE3) pode pagar mais R$ 230 milhões em dividendos após venda de subsidiárias, diz BofA

14 de setembro de 2022 - 13:22

Analistas acreditam que recursos advindos do desinvestimento serão destinados aos acionistas; companhia tem pelo menos mais duas vendas de participações à vista

OPA a preço atrativo

Gradiente (IGBR3) chega a disparar 47%, mas os acionistas têm um dilema: fechar o capital ou crer na vitória contra a Apple?

12 de setembro de 2022 - 13:09

O controlador da IGB/Gradiente (IGBR3) quer fazer uma OPA para fechar o capital da empresa. Entenda o que está em jogo na operação

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Exclusivo Seu Dinheiro

Magalu (MGLU3) cotação: ação está no fundo do poço ou ainda é possível cair mais? 5 pontos definem o futuro da ação

10 de setembro de 2022 - 10:00

Papel já alcançou máxima de R$ 27 há cerca de dois anos, mas hoje é negociado perto dos R$ 4. Hoje, existem apenas 5 fatores que você deve olhar para ver se a ação está em ponto de compra ou venda

NOVO ACIONISTA

Com olhos no mercado de saúde animal, Mitsui paga R$ 344 milhões por fatias do BNDES e Opportunity na Ourofino (OFSA3)

9 de setembro de 2022 - 11:01

Após a conclusão, participação da companhia japonesa na Ourofino (OFSA3) será de 29,4%

Estreia na bolsa

Quer ter um Porsche novinho? Pois então aperte os cintos: a Volkswagen quer fazer o IPO da montadora de carros esportivos

6 de setembro de 2022 - 11:38

Abertura de capital da Porsche deve acontecer entre o fim de setembro e início de outubro; alguns investidores já demonstraram interesse no ativo

Bateu o mercado

BTG Pactual tem a melhor carteira recomendada de ações em agosto e foi a única entre as grandes corretoras a bater o Ibovespa no mês

5 de setembro de 2022 - 15:00

Indicações da corretora do banco tiveram alta de 7,20%, superando o avanço de 6,16% do Ibovespa; todas as demais carteiras do ranking tiveram retorno positivo, porém abaixo do índice

PEQUENAS NOTÁVEIS

Small caps: 3R (RRRP), Locaweb (LWSA3), Vamos (VAMO3) e Burger King (BKBR3) — as opções de investimento do BTG para setembro

1 de setembro de 2022 - 13:50

Banco fez três alterações em sua carteira de small caps em relação ao portfólio de agosto; veja quais são as 10 escolhidas para o mês

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Passando o chapéu: IRB (IRBR3) acerta a venda da própria sede em meio a medidas para se reenquadrar

30 de agosto de 2022 - 11:14

Às vésperas de conhecer o resultado de uma oferta primária por meio da qual pretende levantar R$ 1,2 bilhão, IRB se desfaz de prédio histórico

Exclusivo Seu Dinheiro

Chega de ‘só Petrobras’ (PETR4): fim do monopólio do gás natural beneficia ação que pode subir mais de 50% com a compra de ativos da estatal

30 de agosto de 2022 - 9:00

Conheça a ação que, segundo analista e colunista do Seu Dinheiro, representa uma empresa com histórico de eficiência e futuro promissor; foram 1200% de alta na bolsa em quase 20 anos – e tudo indica que esse é só o começo de um futuro triunfal

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar