Menu
2019-06-04T18:39:43-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
O mercado não curtiu

Ações da Netshoes desabam após opção do conselho pelo Magazine Luiza

Uma recomendação do conselho de administração da Netshoes aos acionistas, no âmbito da disputa entre Magazine Luiza e Centauro para a compra da empresa, derrubou os papéis da companhia em NY

4 de junho de 2019
15:02 - atualizado às 18:39
Site da Netshoes
Site da Netshoes - Imagem: Reprodução

A novela da venda da Netshoes teve mais um desdobramento — e as novidades não agradaram os acionistas do site de artigos esportivos: em Nova York, os papéis da empresa (NETS) fecharam em forte queda de 12,77%, cotados a US$ 3,21, mas, na mínima, chegaram a tocar os US$ 3,00 (-18,47%).

E isso porque o Conselho de Administração da Netshoes mostrou-se favorável à proposta feita pelo Magazine Luiza, apesar de a Centauro ter feito uma oferta de valor maior.

Em comunicado à Securities and Exchange Commission (SEC), o conselho da Netshoes marcou uma nova assembleia para o dia 14 e recomendou aos acionistas que fechem negócio com o Magalu. Segundo a diretoria da empresa, a oferta da Centauro não fornece garantias suficientes em relação à condição financeira da companhia ou "trata adequadamente as preocupações de liquidez de curto prazo".

O grupo julgou que o preço que a Centauro ofereceu (US$ 3,50 por ação) é insuficiente para compensar os riscos de um cronograma potencialmente mais longo para que a operação se concretizasse.

A empresa ainda observou que sua decisão levou em consideração o fato de que a fusão com o Magazine Luiza já recebeu anuência do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Disputa

A primeira oferta pela Netshoes partiu do Magazine Luiza no final de abril. A companhia propôs pagar US$ 2,00 por ação (cerca de US$ 62 milhões). Logo depois, a Centauro ofereceu US$ 2,80 por ação, numa operação que chegaria a US$ 87 milhões.

O Magalu então apresentou um aditivo para aumentar a oferta para US$ 3 por ação, somando aproximadamente US$ 93 milhões. Logo depois, a Centauro subiu a proposta para US$ 3,50/ação, ou US$ 108,7 milhões.

Em meio à disputa, as ações ON do Magazine Luiza (MGLU3) fecharam em queda de 0,11% — fora do Ibovespa, os papéis ON da Centauro (CNTO3) recuaram 2,19%. O principal índice da bolsa brasileira, por outro lado, teve leve alta de 0,37%, aos 97.380,28 pontos.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Reformas

‘Vamos limpar a pauta, destravando o horizonte de investimentos’, diz Paulo Guedes

Ministro prometeu que o governo não irá aumentar impostos e reforçou que a atividade está se recuperando em ‘V’

Inflação

Brasileiros acreditam que inflação será de 5,2% nos próximos 12 meses

Em janeiro, 14,2% dos consumidores projetaram valores abaixo do limite inferior da meta de inflação para 2021 (3,75%)

Alta nos preços

Preço do diesel no Brasil está entre os que mais subiram no mundo, diz estudo

Segundo o documento, na 1ª semana deste mês, o diesel ficou mais caro em 6 dos 7 países analisados

Operações de crédito

BNDES: desembolsos de 2021 deverão ficar acima de R$ 60 bi, diz Bianca Nasser

“A retomada da economia vem sendo aguardada e esperamos que o BNDES continuará tendo papel contracíclico em 2021”, diz a diretora

Sob nova direção

BR Distribuidora anuncia Wilson Ferreira Junior, da Eletrobras, como novo presidente

O executivo vai ocupar o lugar de Rafael Grisolia, que deixará o comando da rede de postos de combustíveis no fim deste mês

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies