Menu
2019-12-25T17:09:58-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
juntos

Centauro e B2W fecham parceria para venda online de artigos esportivos

Plataforma, chamada “Centauro by Americanas.com”, está disponível a partir desta terça-feira; em junho, Centauro perdeu a disputa pela Netshoes para o Magazine Luiza

29 de outubro de 2019
8:47 - atualizado às 17:09
Centauro – Americanas – Logo
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O grupo SBF (dona da Centauro) e a B2W fecharam uma parceria para lançar uma plataforma conjunta de venda online de artigos esportivos. Com isso, a Centauro espera expandir os negócios online no universo do esporte, após perder a disputa pela compra da Netshoes para o Magazine Luiza.

Nesta segunda-feira (28), as ações ON do SBF (CNTO3) fecharam o dia cotadas a R$ 27. Já os papéis da ON da B2W (BTOW3) terminaram o pregão do primeiro dia desta semana valendo R$ 53,15. Veja como deve ser o dia dos mercados na Bula. 

Segundo a dona da Centauro, a parceria possibilitará oferecer uma experiência elevada de consumo no mundo dos esportes aos mais de 15 milhões de clientes ativos da B2W, ao unir os produtos oferecidos pela Centauro com a expertise e o posicionamento da B2W.

A plataforma, chamada "Centauro by Americanas.com", está disponível a partir desta terça-feira (29). "Os consumidores terão acesso a uma completa experiência omnichannel Centauro, que proporciona aos seus clientes diversas facilidades, como Click & Collect, entrega expressa, experimentação e troca de produtos", diz a companhia.

Para analistas do BTG Pactual, a parceria é positiva tanto para a Centauro quanto para a B2W. Em relatório divulgado a clientes, eles dizem que o negócio vai permitir à B2W aumentar a diversidade de produtos enquanto mantém o foco na experiência do usuário.

Eles lembram que implementar qualquer categoria de venda de produtos do zero implicaria num aumento do CAC (em inglês, custo de aquisição de clientes).

Para a Centauro, a parceria implica em mais tráfego para a sua plataforma (um pilar importante para o sucesso do e-commerce). "Nós estimamos um aumento de 10% do take-rate (relação de usuários do site que aproveitam o benefício)".

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Uma possível novata na Bolsa

Cruzeiro do Sul pretende captar até R$ 1,5 bilhão em IPO, diz jornal

Grupo educacional pretende usar 93% do valor captado para aquisições, fusões e crescimento orgânico

desafio dos 21 dias

Lição #14: De olho na sua reserva de emergência

Na lição #14 do Desafio dos 21 dias do Felipe, ele chamou a atenção dos investidores para a reserva de emergência, aquele dinheirinho destinado para o seu ‘colchão’ de liquidez… Na sua visão, antes mesmo de começar a aplicar dinheiro, é preciso pensar bem onde alocar a sua reserva. E, depois do que aconteceu em […]

Produto Interno Bruto

PIB pode cair em torno de 4% em 2020, diz Guedes

Ministro afirma que o o Brasil gastou 10% do Produto Interno Bruto na ‘operação de resgate na pandemia’; projeções de mercado estão em recuo de 5,5% a 5,0%

DEVAGAR COM O ANDOR

‘Há grande trabalho a fazer antes de decisão sobre moedas digitais’, diz presidente do Fed

Powell diz que é preciso ter certeza que divisas digitais podem melhorar a efetividade e segurança do sistema de pagamentos

Facilitação do comércio

Bolsonaro cita pacote de acordos comerciais e anticorrupção com os EUA

Presidente afirma que o Brasil vai continuar sua ‘ambiciosa agenda de reformas’, após a aprovação da reforma da previdência

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements