Menu
2019-06-13T20:21:22-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Cartada final?

Quem dá mais pela Netshoes? Centauro agora eleva oferta para R$ 490 milhões

Valor proposto pela Centauro pela Netshoes equivale a US$ 4,10 por ação, mais que o dobro da oferta inicial feita pelo Magazine Luiza

13 de junho de 2019
19:51 - atualizado às 20:21
Site da Netshoes
Site da Netshoes - Imagem: Reprodução

Pensou que o leilão pela Netshoes havia terminado com a oferta mais recente lançada hoje de manhã pelo Magazine Luiza? Pois pensou errado. A Centauro voltou ao ataque com uma nova oferta de US$ 127,3 milhões (R$ 490 milhões) pela varejista online de produtos esportivos.

O valor proposto equivale a US$ 4,10 por ação da Netshoes, mais que o dobro da oferta inicial feita pelo Magazine Luiza, que antes do ataque da Centauro havia fechado a compra por meros US$ 2,00 por ação.

A nova oferta acontece quando o Magalu parecia estar com as mãos na Netshoes. A varejista se dispôs a pagar os mesmos US$ 3,70 por ação oferecidos pela Centauro e ainda conta com a bênção do conselho da Netshoes.

Tudo isso na véspera da assembleia de acionistas da companhia que decidirá sobre a venda. Caso o Magazine Luiza saia vencedor, a operação deve ser concluída até o dia 19 de junho.

A agilidade para o fechamento da transação é um ponto importante para a Netshoes, que enfrenta graves problemas financeiros. Esse é o grande trunfo do Magalu, já que o Cade, órgão de defesa da concorrência, já deu aval ao negócio, caso seja esse o desfecho.

O sentimento de "já ganhou" fez com que as ações do Magazine Luiza (MGLU3) fechassem em alta de 3,20% no pregão de hoje. Confira também nossa cobertura completa de mercados.

Sabendo disso, a Centauro informou, junto com o aumento da proposta, que o Cade vai analisar a oferta da empresa pelo rito sumário. Isso significa que a transação será analisada pelo órgão em prazo máximo de 30 dias a partir de 12 de junho.

Desse modo, a Centauro avalia que sua nova proposta não é financeiramente mais vantajosa para os acionistas da Netshoes como afasta os riscos em relação à condição financeira da empresa.

As ações da Netshoes, negociadas na bolsa de Nova York (Nyse), fecharam em forte alta de 11,76%, cotadas a US$ 3,80, em linha com a proposta feita pelo Magazine Luiza. Mas voltaram a disparar no "after market" após o contra-ataque da Centauro e eram negociadas a US$ 4,09.

Essa é uma indicação de que ou os acionistas vão aderir à nova oferta ou os investidores acreditam que a última cartada pela Netshoes ainda será do Magalu.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

seu dinheiro na sua noite

E essa Black Friday em ano de crise, vai dar bom?

Estamos prestes a viver uma Black Friday num ano de forte crise, em que as pessoas ficaram confinadas em casa. Definitivamente não é o melhor dos cenários para uma data tão voltada para o consumo. Por outro lado, foi na internet que a Black Friday ganhou força no Brasil, e o e-commerce deu um enorme […]

alta de 32% no ano

Parte da desvalorização maior do real se deve à dívida, diz presidente do BC

Roberto Campos Neto lembrou que o encerramento do ano é, tradicionalmente, um período de mais remessas de recursos ao exterior

fim do dia

O rali continua: Ibovespa deixa Wall Street de lado e sobe quase 20% em novembro

Ações de CVC e siderúrgicas lideram alta do índice. Dólar cai com fluxo e divulgação do dado das contas externas e juros recuam de olho em fiscal

Em pleno calendário eleitoral

Senado aprova mudanças na Lei de Falências

O projeto amplia o financiamento a empresas em recuperação judicial, permite o parcelamento e o desconto para pagamento de dívidas tributárias e possibilita aos credores apresentar plano de recuperação da empresa

Olha o Gol

Boeing 737-8 Max é autorizado a retornar operações no Brasil pela Anac

A informação é vista com bons olhos pela Gol, que é a única credenciada a operar o modelo no Brasil.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies