Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-06-13T20:21:22-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Cartada final?

Quem dá mais pela Netshoes? Centauro agora eleva oferta para R$ 490 milhões

Valor proposto pela Centauro pela Netshoes equivale a US$ 4,10 por ação, mais que o dobro da oferta inicial feita pelo Magazine Luiza

13 de junho de 2019
19:51 - atualizado às 20:21
Site da Netshoes
Site da Netshoes - Imagem: Reprodução

Pensou que o leilão pela Netshoes havia terminado com a oferta mais recente lançada hoje de manhã pelo Magazine Luiza? Pois pensou errado. A Centauro voltou ao ataque com uma nova oferta de US$ 127,3 milhões (R$ 490 milhões) pela varejista online de produtos esportivos.

O valor proposto equivale a US$ 4,10 por ação da Netshoes, mais que o dobro da oferta inicial feita pelo Magazine Luiza, que antes do ataque da Centauro havia fechado a compra por meros US$ 2,00 por ação.

A nova oferta acontece quando o Magalu parecia estar com as mãos na Netshoes. A varejista se dispôs a pagar os mesmos US$ 3,70 por ação oferecidos pela Centauro e ainda conta com a bênção do conselho da Netshoes.

Tudo isso na véspera da assembleia de acionistas da companhia que decidirá sobre a venda. Caso o Magazine Luiza saia vencedor, a operação deve ser concluída até o dia 19 de junho.

A agilidade para o fechamento da transação é um ponto importante para a Netshoes, que enfrenta graves problemas financeiros. Esse é o grande trunfo do Magalu, já que o Cade, órgão de defesa da concorrência, já deu aval ao negócio, caso seja esse o desfecho.

O sentimento de "já ganhou" fez com que as ações do Magazine Luiza (MGLU3) fechassem em alta de 3,20% no pregão de hoje. Confira também nossa cobertura completa de mercados.

Sabendo disso, a Centauro informou, junto com o aumento da proposta, que o Cade vai analisar a oferta da empresa pelo rito sumário. Isso significa que a transação será analisada pelo órgão em prazo máximo de 30 dias a partir de 12 de junho.

Desse modo, a Centauro avalia que sua nova proposta não é financeiramente mais vantajosa para os acionistas da Netshoes como afasta os riscos em relação à condição financeira da empresa.

As ações da Netshoes, negociadas na bolsa de Nova York (Nyse), fecharam em forte alta de 11,76%, cotadas a US$ 3,80, em linha com a proposta feita pelo Magazine Luiza. Mas voltaram a disparar no "after market" após o contra-ataque da Centauro e eram negociadas a US$ 4,09.

Essa é uma indicação de que ou os acionistas vão aderir à nova oferta ou os investidores acreditam que a última cartada pela Netshoes ainda será do Magalu.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

De pouco em pouco

Petrobras inicia fase vinculante da venda de 27,88% da Deten Química em Camaçari

Desinvestimento envolve a única empresa fabricante de componente ativo para produção de detergente doméstico de lavar louças no Brasil

COMEÇA SEGUNDA

Bolsonaro eleva alíquota do IOF até dezembro para bancar novo Bolsa Família

Aumento de arrecadação com medida é estimado em mais de R$ 2 bilhões

EM CIMA DO LAÇO

CCJ da Câmara aprova admissibilidade da PEC dos precatórios por 32 a 26

A constitucionalidade da proposta de emenda passou em votação apertada

SEXTOU COM O RUY

O dia em que o vento parou – ou por que investir só em energia eólica não vai baixar sua conta de luz

Conheça uma empresa com ações na B3 preparada para aproveitar as mudanças na matriz energética brasileira e com grande potencial de valorização

oportunidade?

No pós-Raízen, ação da Cosan (CSAN3) é ponte para investimentos pouco acessíveis, diz BTG; veja preço-alvo

Para analistas do banco, mercado ignora capacidade da empresa de buscar oportunidades que muitas vezes não estão disponíveis para investidores comuns

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies