Menu
2019-10-14T14:22:44-03:00
24 anos depois...

BC recupera R$ 1,6 bilhão após decisão do STF sobre Plano Real

Na prática, o montante não trará impacto primário para as contas do Banco Central

24 de julho de 2019
12:20 - atualizado às 14:22
Dinheiro; notas e moedas de real
Imagem: Shutterstock

O Banco Central recuperou o equivalente a R$ 1,6 bilhão de um depósito judicial referente a disputa que se arrastava há 24 anos na Justiça. Isso foi possível após o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidir, em maio, que não existiu irregularidade no uso da Unidade Real de Valor (URV) na correção monetária nos dois primeiros meses de implantação do Plano Real.

A questão estava na Justiça desde 1995. Na época, a empresa Multiplic Ltda havia impetrado um mandato de segurança que levou o BC a fazer um depósito inicial de aproximadamente R$ 190 milhões. A empresa possuía títulos públicos pós-fixados e defendia que eles deviam ser remunerados pelo índice acordado no momento da emissão, e não pela URV. Na época, o BC era responsável pelo mercado de títulos.

Assim, a Multiplic alegava que era inconstitucional o artigo nº 38 da Lei nº 8.880, que determinava a correção monetária com base nos preços em real, o equivalente em URV dos preços em cruzeiros reais, e os preços nominados ou convertidos em URV. Em maio, o plenário do STF declarou que o artigo 38 é constitucional.

Na sequência, após decisão de junho da Vice-Presidência do Tribunal Regional Federal da Terceira Região (TRF3), "o BC obteve a reversão do depósito realizado inicialmente", informou a autarquia.

A BC explicou, no entanto, que "não há reconhecimento de receita no recebimento desses recursos", ocorrendo apenas um "fato contábil permutativo". Na prática, o montante também não trará impacto primário para as contas do Banco Central.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

mudança no calendário

Governo adia envio da reforma administrativa ao Congresso

Proposta, que tem sido chamada de “reforma do RH do serviço público”, prevê uma série de mudanças nas carreiras e na forma de contratação dos novos servidores

Relação estremecida

Ataque de Heleno agrava tensão com Congresso

Ministro Augusto Heleno Ribeiro acusou o Congresso de “chantagear” o governo “o tempo todo”; crise política pode dificultar a votação de projetos de interesse do Palácio do Planalto

Saiba o que mudou

Receita divulga as regras do Imposto de Renda 2020; saiba quem precisa declarar e o que mudou neste ano

Prazo de entrega da declaração de IR 2020 vai de 2 de março a 30 de abril. Veja o que mudou nas regras desta ano e saiba como baixar o programa para preencher a declaração.

Ajuste fiscal

Mercado questiona governo por causa de indefinições na agenda econômica

Investidores voltaram a bater na porta da equipe econômica para pedir esclarecimentos sobre os rumos da política fiscal

olho no balanço

Gol tem lucro de R$ 648 milhões em 2019 e redução no endividamento

Empresa informou um lucro depois da participação minoritária e de ajustes cambial e monetário de R$ 344,7 milhões no quarto trimestre

novidade da estatal

Caixa lança nova modalidade de crédito imobiliário, com taxa fixa a partir de 8%

Condições são válidas para imóveis residenciais novos e usados, com quota de financiamento de até 80%. As contratações estarão vigentes a partir da sexta-feira, 21

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Impostos bombam

Arrecadação de impostos é recorde para janeiro e soma R$ 175 bilhões, diz Receita

De acordo com a Receita Federal, a alta tem relação com o crescimento de 16,45% na arrecadação do IRPJ/CSLL e de arrecadação atípicas de R$ 2,8 bilhões, além do aumento da arrecadação do Imposto de Renda Pessoa Física

Em busca de crédito

Demanda por crédito sobe 1,2% em janeiro ante dezembro, afirma Boa Vista

Sem ajuste sazonal, no entanto, houve queda de 2,1% na comparação com o primeiro mês de 2019

Mercados hoje

Dólar testa novo recorde e vai a R$ 4,39; Ibovespa cai mais de 1%, e se aproxima dos 114 mil pontos

O mercado de câmbio continua pressionado pelo coronavírus e pela fraqueza da economia doméstica. Nesse cenário, o dólar à vista já se aproxima de R$ 4,40, enquanto o Ibovespa devolve os ganhos da sessão anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements