Menu
2019-10-14T14:10:38-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Saidera

Natura, Marfrig, JBS, Via Varejo e Ultrapar: os balanços que vão movimentar os mercados nesta quinta-feira

No último dia da temporada de resultados, importantes companhias listadas na carteira do Ibovespa soltam seus números. Confira os detalhes de cada um

14 de agosto de 2019
20:11 - atualizado às 14:10
Logo da JBS
Imagem: Shutterstock

A temporada de resultados empresariais do segundo trimestre de 2019 vai chegando ao fim. Mas engana-se quem pensa que a saidera dos balanços seria tranquila! Uma maratona de números promete movimentar a bolsa brasileira, trazendo volatilidade extra ao já conturbado cenário de aplicações em renda variável.

Para que você não perca nenhum detalhe importante dos resultados, o Seu Dinheiro separou os principais números de cada empresa. Confira como foi o trimestre de Natura, Marfrig, JBS, Via Varejo e Utrapar.

Natura

A gigante de cosméticos foi mais uma a fazer bonito no trimestre encerrado em junho. Com lucro de R$ 66,6 milhões, a empresa viu seu faturamento subir nada menos do que 109%. A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) fechou o período em R$ 424,7 milhões, alta de 27% na comparação anual.

  • Lucro líquido: R$ 66,6 milhões (↑109,4%)
  • Receita líquida:
  • Ebitda: R$ 424,7 milhões (↑27%)

JBS

A gigante do processamento de carnes conseguiu reverter um prejuízo de quase R$ 1 bilhão um ano antes e lucrou $ 2,18 bilhões no segundo trimestre de 2019, muito acima do esperado pelo mercado. O resultado forte foi impulsionado pela crise de peste suína africana, que acabou ampliando os fluxos de exportação de carne brasileira. Destaque também para a geração de caixa de R$ 5,098 bilhões, alta de 20,3% e considerada a maior da história da JBS.

  • Lucro líquido: R$ 2,18 bilhões
  • Receita líquida: R$ 50,84 bilhões (↑12,5%)
  • Ebitda: R$ 5,098 bilhões (↑20,3%)

Marfrig

A processadora de carnes foi mais uma a contar uma história de superação no segundo período do ano. A empresa conseguiu reverter o prejuízo do mesmo período do ano passado e lucrou R$ 86,5 milhões, um pouco acima do que esperavam os analistas de mercado. A geração de caixa via Ebitda subiu 13,3% e atingiu o patamar de R$ 1,1 bilhão, também dentro do estimado. Em documento divulgado aos investidores, a diretoria da Marfrig se diz confiante para encerrar o ano uma vez que o primeiro semestre, considerado mais desafiador em termos de negócios, veio muito positivo. Vale lembrar que os resultados trimestrais já levam em consideração a compra da Iowa Premium, que custou aos cofres da empresa US$ 150 milhões.

  • Lucro líquido: R$ 86,5 milhões
  • Receita líquida: R$ 12,2 bilhões (↑9,8%)
  • Ebitda: R$ 1,1 bilhão (↑13,3%)

Via Varejo

Na contramão dos frigoríficos, a dona da rede Casas Bahia amargou um prejuízo líquido de R$ 154 milhões entre abril e junho, revertendo um lucro de R$ 14 milhões no mesmo período de 2018. Receita líquida e Ebitda sem efeitos da regra contábil IFRS 16 também registraram queda, respectivamente, de 6,5% e 58,3%. Enquanto o primeiro ficou em R$ 6,024 bilhões, o segundo em R$ 189 milhões. A receita bruta das lojas físicas somou R$ 5,673 bilhões, um avanço 1,9%. As vendas online, por sua vez, recuaram 23,2%, para R$ 1,286 bilhão.

  • Prejuízo líquido: R$ 154 milhões
  • Receita líquida: R$ 6,024 bilhões (↓6,5%)
  • Ebitda: R$ 189 milhões (58,3%)

Ultrapar

Quem também levou um tropeço foi a Ultrapar. A empresa viu seu lucro líquido minguar 47% com um fraco desempenho das redes Ipiranga e Oxiteno, que venderam menos no período e fizeram a receita do grupo cair 4%, a R$ 21,693 bilhões. Também jogou contra o Termo de Ajustamento de Conduta firmado junto ao Ministério Público Federal para compensar impactos causados por um incêndio em Santos, algo que custou R$ 50 milhões aos seus cofres. Apesar da decepção com o lucro e o Ebitda, o resultado de receita veio em linha com as projeções de analistas de mercado.

  • Lucro líquido: R$ 127 milhões (↓47%)
  • Receita líquida: R$ 589 milhões (↓18%)
  • Ebitda: R$ 21,693 bilhões (↓4%)
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

em meio à crise

GPA tem alta de 150% no lucro, com melhora operacional no Brasil

Cifra atingiu R$ 386 milhões; Assaí apresentou faturamento de R$ 10,1 bilhões, incremento de R$ 2,5 bilhões contra o ano anterior

Números fortes

Vale tem lucro líquido de US$ 2,9 bilhões no 3º tri, alta de 76% na comparação anual

Lucro líquido cresceu quase 76% em relação ao terceiro trimestre do ano passado; Ebitda ajustado chegou a mais de US$ 6 bilhões

Análise

O mercado trucou, e o Banco Central mandou descer ao bancar juro baixo

Emparedado pelo repique da inflação e pelo aumento do risco fiscal, o BC foi inflexível e sustentou o “forward guidance”, a sinalização de que a Selic permanecerá baixa por um longo período

Acelerou

Bolsonaro assina sanção da lei que prorroga incentivos para setor automotivo

A sanção do projeto, assinada por Bolsonaro, deve ser publicada até esta quinta-feira, 29, no Diário Oficial da União (DOU).

o pior já passou?

Petrobras tem prejuízo de R$ 1,5 bilhão no terceiro trimestre, com adesão a anistias tributárias

Analistas esperavam prejuízo de R$ 4,15 bilhões; após baixa com a pandemia, estatal aumentou a participação de mercado e manteve um patamar alto de exportações

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies