Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2019-02-01T17:42:24-02:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Bolsa de valores

Em alta velocidade! Valor de mercado das 5 maiores estatais aumenta quase R$ 90 bilhões só em janeiro de 2019

No topo da lista das maiores valorizações em termos percentuais está a Eletrobras. A companhia obteve crescimento de mais de 50% do seu valor de mercado no primeiro mês do ano, segundo dados da Economatica

1 de fevereiro de 2019
17:31 - atualizado às 17:42
Principais estatais federais
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

As privatizações ainda não aconteceram, mas já rendem bilhões para quem investiu nas ações das cinco maiores estatais brasileiras – Eletrobras, Petrobras, BR Distribuidora, Banco do Brasil e BB Seguridade. Só em janeiro, o valor de mercado das companhias apresentou um aumento de quase R$ 90 bilhões.

Esse valor representa mais da metade do ganho no valor de mercado obtido em todo o ano passado, que foi da ordem de R$ 156 bilhões. O levantamento foi feito com dados da consultoria Economatica.

As mudanças no comando das estatais e uma guinada mais liberal no campo político-econômico brasileiros parecem ter trazido bons frutos para as empresas controladas pelo governo.

Percentualmente, no topo da lista de maiores valorizações está a gigante elétrica. A Eletrobras (ELET3/ELET6) terminou 2018 com valor de mercado de R$ 33,821 bilhões, e fechou o mês de janeiro de 2019 com valor de mercado de R$ 51,465 bilhões. Com isso, a valorização do valor de mercado da companhia no mês passado foi de 52,17%.

Em seguida, está a Petrobras (PETR3/PETR4). O valor de mercado da petroleira cresceu R$ 47,132 bilhões em relação ao último mês do ano. Em termos percentuais, a estatal ficou com a segunda colocação, com crescimento de 14,91% no seu valor de mercado em janeiro.

Na sequência, está a BB Seguridade (BBAS3), com valorização de 12,58% no valor de mercado no fechamento do mês passado. Em seguida, aparecem Banco do Brasil (BBAS3) e a BR Distribuidora (BRDT3).

Crescimento em 2018

Mesmo estando na lanterninha do levantamento de dezembro para janeiro deste ano, o crescimento de valor de mercado mais expressivo ao longo de 2018 entre as estatais foi da BR Distribuidora. A empresa começou o ano passado valendo cerca de R$ 20 bilhões e terminou avaliada em quase R$ 30 bilhões. No acumulado do ano passado, a companhia obteve uma valorização percentual de 50% no seu valor de mercado.

Em segundo lugar está a Petrobras. A petroleira começou 2018 com valor de mercado igual a R$ 216 bilhões e terminou o ano cotada em mais de R$ 316 bilhões. Em termos percentuais, o crescimento do valor de mercado no período foi de 46%.

Em seguida, está o Banco do Brasil. O valor de mercado da estatal passou de mais de R$ 88 bilhões no início do ano passado para mais de R$ 129 bilhões, em dezembro de 2018. O crescimento percentual ao longo do período foi de mais de 46%.

Na sequência, estão a Eletrobras e a BB Seguridade. No primeiro caso, o valor de mercado foi de mais de R$ 27 bilhões para cerca de R$ 31 bilhões no último mês do ano passado, o que representa uma alta de 25%.

Já a BB Seguridade saiu de R$ 56 bilhões para próximo de R$ 55 bilhões em dezembro de 2018. Ela foi a única que apresentou leve queda de 3% no acumulado do ano passado.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

balanço em foco

Lucro da Hypera Pharma aumenta 18% no segundo trimestre

Cifra chegou a R$ 470,6 milhões no período; companhia obteve alta de 43,5% na receita líquida, a R$ 1,5 bilhão

seu dinheiro na sua noite

Quebrando recordes na corrida dos ETFs

A pira foi acesa em Tóquio: os Jogos Olímpicos estão oficialmente abertos — e eu estou empolgadíssimo. Não sei vocês, mas eu adoro as Olimpíadas, principalmente os esportes não muito convencionais. Claro, é legal assistir futebol, vôlei e basquete, mas eu gosto mesmo é de ver as modalidades que nunca passam na TV. Duelo de […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Inflação salgada pressiona juros, mas dados americanos amenizam alta do dólar — já a bolsa não escapou da queda

Em semana recheada de ruídos políticos e incertezas, o Ibovespa acumulou uma queda de 0,72%. Já o dólar à vista subiu 1,86%, a R$ 5,2105

de olho no ir

Alta da arrecadação não dá ‘total liberdade’ para reduzir impostos, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt considerou também que a reforma do IR ainda está em aberto, com muito para se discutir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies