🔴 5 MOEDAS PARA MULTIPLICAR SEU INVESTIMENTO EM ATÉ 400X – VEJA COMO ACESSAR LISTA

Que tal fechar a despensa (de vez)?

15 de março de 2019
10:09 - atualizado às 15:40
Selo O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Na casa em que eu cresci, tínhamos um cômodo rodeado de prateleiras só para guardar comida e produtos de higiene pessoal. Desodorante, sabão em pó, saco de arroz, lata de milho, tudo que tinha prazo de validade acima de um mês ficava lá. Com as mudanças da família - e da economia brasileira - a despensa ficou menor. Até que ela deixou de existir. Mais ou menos....

Ainda hoje quando visito a casa dos meus pais encontro uma pilha de caixas de leite no armário do quarto de visitas. A minha mãe não consegue se livrar do antigo hábito e espalhou seu estoque de mantimentos em lugares pouco usuais do apartamento.

É a memória da inflação, meu caro! Quem viveu nos tempos de hiperinflação tinha que correr para o supermercado no dia de pagamento para comprar tudo que desse ou teria que pagar muito mais caro dias depois.

Ah, mas a hiperinflação ficou para trás faz tempo! É verdade. Mas a inflação se manteve como uma espécie de praga que você não consegue controlar. Em um passado recente, o consumidor ainda levava sustos cada vez que ia no supermercado. A cada visita o dinheiro do bolso comprava menos.

O combate à inflação sempre foi a prioridade dos presidentes do Banco Central do Brasil. Até agora. O último presidente do BC, Ilan Goldfajn, parece ter encontrado um jeito de matar a praga e entregou um cenário bem melhor para seu sucessor, Roberto Campos Neto. No seu primeiro discurso no cargo, a inflação praticamente desapareceu.

Com o problema sob controle, dá para tocar outros projetos. Que tal pensar em ações para aumentar a concorrência entre os bancos? E soluções que viabilizem a redução de juros do crédito? Em um cenário de inflação civilizada, o ambiente de investimentos muda. O Eduardo Campos fez uma análise sobre esse novo momento da economia e os impactos no seu bolso. Vale a pena a leitura!

Dou-lhe uma, dou-lhe duas, dou-lhe três

Hoje o governo fará o primeiro teste da nova rodada de privatizações. Na lista de ativos à venda estão 12 aeroportos. O leilão ocorre hoje na B3, a partir das 10h. Segundo dados divulgados pelo governo, a expectativa é que sejam arrecadados no mínimo R$ 2,1 bilhões. O bloco mais disputado deve ser o dos aeroportos do Nordeste, por conta da proximidade com a Europa e pelo seu tamanho. Saiba mais

A vaga de protagonista está aberta

Um nome ganhou destaque no mercado nesta semana: Felipe Francischini. Novato na Câmara, o deputado assumiu a presidência da CCJ da Casa e passou a ser considerado peça-chave para a aprovação da reforma da Previdência. Mas o que nem todo mundo percebe é que o verdadeiro protagonista da história ainda não entrou em cena. A Bruna Furlani e o Eduardo Campos escreveram esta matéria para te contar um pouco mais sobre quem de fato vai dar as cartas na novela da reforma da Previdência.

De malas prontas

Dias antes de embarcar para os Estados Unidos, Bolsonaro resolveu dar detalhes da estratégia que sua equipe vai adotar lá na terra de Trump. Para o presidente, a visita será o início de uma “aproximação política”. O capitão, no entanto, resolveu baixar um pouco a guarda quando o assunto é China e trouxe novidades sobre o país asiático.

Um pé no freio e outro no acelerador

Apesar de ter congelado a entrega do seu modelo mais vendido, o 737 MAX, a Boeing vai continuar com a produção da aeronave. E mais: vai acelerar a produção novamente em junho. Hoje a companhia fabrica em média 52 aeronaves por mês e a versão MAX é a unidade de maior produção. Desde a suspensão de vários voos do modelo na segunda-feira, a empresa perdeu US$ 27 bilhões em valor de mercado.

‘Par de vasos’

Não sei se você já ouviu falar dessa expressão, mas ela costuma se referir a coisas parecidas. Eu, que tenho irmã gêmea idêntica, já ouvi várias vezes piadinhas envolvendo isso. Mas ela serve também para explicar por que o Ibovespa, principal índice de ações da B3, costuma acompanhar o desempenho do mercado americano, especialmente do índice conhecido como S&P 500. Se você investe na bolsa brasileira, precisa sim acompanhar também o que acontece lá fora. Quer saber mais? A Julia Wiltgen te explica neste vídeo.

Capa do vídeo sobre por que o Ibovespa tende a acompanhar as bolsas americanas

A Bula do Mercado: sorte ou revés?

O Ibovespa segue colado na marca dos 100 mil pontos, mas o cenário para chegar nos seis dígitos não é dos mais promissores. A guerra comercial, desaceleração econômica global e o Brexit seguem na lista de incertezas que vão atrapalhar os mercados.

Os sinais que chegam de fora não agradam, mas o temor de desaceleração econômica é suavizado pela postura de paciência do Federal Reserve.  O mercado doméstico segue otimista com a reforma da Previdência e avalia o conteúdo do texto que inclui os militares, entregue pelo Ministério da Defesa.

As principais bolsas de Ásia e Oceania fecharam em alta, com Xangai acumulando ganhos de 1% após aprovação de lei que satisfaz uma das exigências dos Estados Unidos na questão comercial. Mesmo assim, o receio chinês de que Donald Trump abandone as negociações continua. Os índices futuros em Nova York também ficam no azul.

Ontem, o Ibovespa fechou o dia com baixa de 0,30%, a 98.604 pontos. O dólar teve alta de 0,92%, a R$3,84. Consulte a Bula do Mercado para saber como devem se comportar bolsa e dólar hoje.

Um grande abraço e ótima sexta-feira!

Agenda

Índices
- IBGE divulga dados de serviços em janeiro
- Zona do euro divulga inflação de fevereiro
- Estados Unidos divulgam dados da produção industrial em fevereiro

Bancos Centrais
- Japão anuncia decisão de política monetária

Compartilhe

Engordando os proventos

Caixa Seguridade (CXSE3) pode pagar mais R$ 230 milhões em dividendos após venda de subsidiárias, diz BofA

14 de setembro de 2022 - 13:22

Analistas acreditam que recursos advindos do desinvestimento serão destinados aos acionistas; companhia tem pelo menos mais duas vendas de participações à vista

OPA a preço atrativo

Gradiente (IGBR3) chega a disparar 47%, mas os acionistas têm um dilema: fechar o capital ou crer na vitória contra a Apple?

12 de setembro de 2022 - 13:09

O controlador da IGB/Gradiente (IGBR3) quer fazer uma OPA para fechar o capital da empresa. Entenda o que está em jogo na operação

novo rei?

O Mubadala quer mesmo ser o novo rei do Burger King; fundo surpreende mercado e aumenta oferta pela Zamp (BKBR3)

12 de setembro de 2022 - 11:12

Valor oferecido pelo fundo aumentou de R$ 7,55 para R$ 8,31 por ação da Zamp (BKBR3) — mercado não acreditava em oferta maior

Exclusivo Seu Dinheiro

Magalu (MGLU3) cotação: ação está no fundo do poço ou ainda é possível cair mais? 5 pontos definem o futuro da ação

10 de setembro de 2022 - 10:00

Papel já alcançou máxima de R$ 27 há cerca de dois anos, mas hoje é negociado perto dos R$ 4. Hoje, existem apenas 5 fatores que você deve olhar para ver se a ação está em ponto de compra ou venda

NOVO ACIONISTA

Com olhos no mercado de saúde animal, Mitsui paga R$ 344 milhões por fatias do BNDES e Opportunity na Ourofino (OFSA3)

9 de setembro de 2022 - 11:01

Após a conclusão, participação da companhia japonesa na Ourofino (OFSA3) será de 29,4%

Estreia na bolsa

Quer ter um Porsche novinho? Pois então aperte os cintos: a Volkswagen quer fazer o IPO da montadora de carros esportivos

6 de setembro de 2022 - 11:38

Abertura de capital da Porsche deve acontecer entre o fim de setembro e início de outubro; alguns investidores já demonstraram interesse no ativo

Bateu o mercado

BTG Pactual tem a melhor carteira recomendada de ações em agosto e foi a única entre as grandes corretoras a bater o Ibovespa no mês

5 de setembro de 2022 - 15:00

Indicações da corretora do banco tiveram alta de 7,20%, superando o avanço de 6,16% do Ibovespa; todas as demais carteiras do ranking tiveram retorno positivo, porém abaixo do índice

PEQUENAS NOTÁVEIS

Small caps: 3R (RRRP), Locaweb (LWSA3), Vamos (VAMO3) e Burger King (BKBR3) — as opções de investimento do BTG para setembro

1 de setembro de 2022 - 13:50

Banco fez três alterações em sua carteira de small caps em relação ao portfólio de agosto; veja quais são as 10 escolhidas para o mês

PATRIMÔNIO HISTÓRICO

Passando o chapéu: IRB (IRBR3) acerta a venda da própria sede em meio a medidas para se reenquadrar

30 de agosto de 2022 - 11:14

Às vésperas de conhecer o resultado de uma oferta primária por meio da qual pretende levantar R$ 1,2 bilhão, IRB se desfaz de prédio histórico

Exclusivo Seu Dinheiro

Chega de ‘só Petrobras’ (PETR4): fim do monopólio do gás natural beneficia ação que pode subir mais de 50% com a compra de ativos da estatal

30 de agosto de 2022 - 9:00

Conheça a ação que, segundo analista e colunista do Seu Dinheiro, representa uma empresa com histórico de eficiência e futuro promissor; foram 1200% de alta na bolsa em quase 20 anos – e tudo indica que esse é só o começo de um futuro triunfal

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar