Menu
Julia Wiltgen
O melhor do Seu Dinheiro
Julia Wiltgen
2019-12-11T19:43:41-03:00
SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

A última superquarta do ano

11 de dezembro de 2019
19:43
O Melhor do Seu Dinheiro; investimentos
Imagem: Andrei Morais/Seu Dinheiro

Nesta última superquarta de 2019, o mercado ficou em compasso de espera pelas decisões de política monetária do Federal Reserve (Fed), o banco central americano, e do Banco Central brasileiro.

No meio da tarde, o Fed anunciou a manutenção das taxas de juros, interrompendo um ciclo de três reduções consecutivas. Mas como o resultado já era amplamente esperado, os mercados mal reagiram.

Após o fechamento das bolsas, foi a vez de o Comitê de Política Monetária do nosso BC - o Copom ou “Pompom”, para os jornalistas engraçadinhos - anunciar mais um corte na taxa Selic, que bem pode ser o derradeiro. Será?

O Vinícius Pinheiro traz os detalhes sobre a decisão do Copom e o seu comunicado emitido ao mercado. Já o Victor Aguiar conta, nesta matéria, sobre a decisão do Fed, o desempenho dos mercados nesta quarta-feira e as ações de duas empresas de educação que foram os destaques de alta neste dia de relativo marasmo na bolsa.

Apenas o começo

A XP Investimentos estreou hoje na Nasdaq em grande estilo: com preço de oferta acima da faixa indicativa e alta de quase 28% apenas no primeiro dia de negociação. Durante a cerimônia de abertura de capital da companhia em Nova York, seu presidente, Guilherme Benchimol, se enrolou na bandeira do Brasil e disse que aquele era só o início da jornada.

Pessoa física de fora

Os investidores pessoas físicas brasileiros, porém, tiveram dificuldade de participar do IPO da XP. Apenas alguns fundos de investimento foram alocados. Aqueles lançados pela Vitreo ficaram de fora, só podendo comprar os papéis da corretora após o início das negociações. A própria XP, aliás, lançou fundos para investir nos seus papéis, também no mercado secundário. Será que vale a pena investir? O Vinícius Pinheiro acompanhou a história e trouxe todos os detalhes nesta matéria.

Até que enfim, CVM!

A Comissão de Valores Mobiliários (CVM), o “xerife” do mercado de capitais brasileiro, finalmente colocou em audiência pública uma proposta para flexibilizar as regras para a emissão de recibos de ações de empresas listadas em outras bolsas, conhecidos como BDRs. Antes tarde do que mais tarde. Se essa discussão já tivesse sido feita antes, e as regras propostas já estivessem em vigor, os investidores pessoas físicas talvez não tivessem tanta dificuldade de acessar as ações da XP. Entenda o porquê, nesta matéria do Vini.

Reforço no caixa

Dona de marcas como John John, Dudalina e Le Lis Blanc, a Restoque irá novamente à bolsa. A empresa, que vem passando por um 2019 complicado, anunciou que vai realizar uma nova oferta com a distribuição primária de 15 milhões de ações ordinárias. A oferta pode chegar a R$ 278,4 milhões e deve fortalecer o caixa da companhia. Leia mais na matéria da Jasmine Olga.

BMG compra BMG

Menos de dois meses atrás, o banco BMG realizou a sua grande estreia na bolsa. Mas, de lá pra cá, a vida dos acionistas não tem sido fácil. Com uma desvalorização de 24% desde o IPO, as ações são consideradas baratas por muita gente, inclusive o próprio BMG. A instituição financeira anunciou a abertura de um programa de recompra de até 11 milhões das ações disponíveis no mercado. Confira os detalhes na matéria da Jas lá no Seu Dinheiro.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

MUDANÇA DE CARGO

Marinho anuncia que secretário Leonardo Rolim será novo presidente do INSS

Atualmente, 1,3 milhão de solicitações de benefício estão sem análise há mais de 45 dias, prazo legal para que o INSS dê uma resposta

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

O que fazer diante do coronavírus

Caro leitor, A essa altura, você talvez já saiba que o coronavírus causa infecções do trato respiratório superior, cujos sintomas principais são coriza, dor de garganta e febre. A doença pode chegar ao trato respiratório inferior, o que é mais comum em pessoas com doenças cardiopulmonares, com sistema imunológico comprometido ou idosos. Você também já […]

De volta aos 116 mil pontos

Dia de correção: Ibovespa se recupera e fecha em alta de mais de 1,5%; dólar cai a R$ 4,19

Após amargar perdas de mais de 3% na segunda-feira, o Ibovespa teve um dia de alívio e encerrou com ganhos firmes, acompanhando o tom de maior calmaria no exterior. O coronavírus, no entanto, segue trazendo cautela às negociações

VEM, CHINESES

Doria diz que continua estimulando chineses a comprar instalações da Ford

No ano passado, Doria tentou ajudar o grupo brasileiro Caoa a comprar a planta da Ford e chegou a convocar uma coletiva de imprensa para anunciar um acerto entre as duas empresas. No entanto, as negociações não prosperam

DÍVIDA

Dívida pública federal sobe 1,03% em dezembro, e fecha 2019 em R$ 4,248 trilhões

A DPF inclui a dívida interna e externa. A Dívida Pública Mobiliária Federal interna (DPMFi) subiu 1,22% em dezembro fechou o ano em R$ 4,033 trilhões

DE OLHO NOS GASTOS

Gasto de estrangeiro fica estagnado

Apesar do aumento no volume de pessoas de países com isenção de visto que vieram ao Brasil, isso não se refletiu no montante total de gastos dos turistas de fora

AVALIAÇÃO NEGATIVA

Após aumento de custos e queda nos lucros, Credit Suisse corta preço-alvo para ações da Cielo

Entre os pontos de atenção citados pelos analistas no relatório está a queda de margens, que alcançaram os menores níveis já vistos

as queridinhas dos jovens

Apple, Amazon e Tesla estão entre as ações preferidas dos millennials; confira ranking

Empresa diz ter analisado 734 mil contas de investimento de americanos com idade média de 31 anos

Azul, JBS, Cielo e Petrobras: os destaques do Ibovespa nesta terça-feira

O mercado reagiu positivamente às novidades anunciadas pela Azul em sua gestão de frota — e, como resultado, as ações da companhia aérea dispararam. Já a Cielo teve um dia intenso na bolsa, em meio à divulgação do balanço trimestral da companhia

motivo de preocupação dos mercados

Brasil investiga caso suspeito de coronavírus

Caso a infecção por coronavírus seja confirmada, o nível de alerta no país sobe para de Emergência de Saúde Pública Nacional, quando há a possibilidade de o vírus já estar em circulação no país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements