O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2019-04-04T14:43:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Magalu e Via Varejo no radar

Black Friday deve dar impulso extra na venda de eletroeletrônicos; e quem ganha são as varejistas

Famoso dia de promoções está marcado para 23 de novembro e deve trazer crescimento de 5% nas vendas do setor em relação a 2017

13 de novembro de 2018
20:22 - atualizado às 14:43
black-friday
Black Friday - Imagem: Shutterstock

Se você tem ações de varejistas como Magazine Luiza e Via Varejo, vale a pena ficar de olho na Black Friday deste ano. Isso porque a Associação Nacional de Fabricantes de Produtos Eletroeletrônicos (Eletros) espera, em média, uma alta de 5% nas vendas do setor durante a próxima edição do Black Friday, e o sucesso de vendas tem impacto direto nos resultados das empresas de varejo. O famoso dia de promoções está marcado para 23 de novembro.

Para o presidente da entidade, José Jorge do Nascimento, é possível imaginar a colocação de novas encomendas para a indústria ainda este ano, para reposição do Natal e a fase seguinte, de trocas e liquidações por parte do comércio.

Nascimento destaca que o setor, que representa 3,34% do Produto Interno Bruto (PIB) Industrial do Brasil, espera crescer em 2018 cerca de 7% na média dos três setores: linha branca, áudio e vídeo (linha marrom) e portáteis.

A expectativa do presidente da Eletros é de desempenho semelhante ao do ano passado. "Temos na Black Friday a expectativa de vender em algumas linhas de produtos cerca de 5% mais, como TVs, em outras podemos superar esse índice, mas de forma bastante individualizada, principalmente portáteis. Já a linha branca deve manter o mesmo comportamento do ano passado."

Na sua avaliação, esse novo momento pode devolver ao Brasil, tanto para consumidores, quanto para empresários, a confiança necessária para a retomada do crescimento, com a volta gradual de investimentos e das contratações de mão de obra.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

PORTFÓLIO DE BILHÕES

Aposta contra a Apple (AAPL34)? Veja as mudanças que Warren Buffett, Michael Burry e investidores de elite fizeram nas carteiras

Esses pesos-pesados do mercado financeiros tomaram decisões surpreendentes no primeiro trimestre; confira as mudanças mais significativas que eles fizeram no período

DO BRASIL PRO MUNDO

Guedes tem encontro com Escobari, da General Atlantic, e vai a jantar do BTG; confira a agenda do ministro em Davos

O banqueiro André Esteves, que em abril voltou ao comando do conselho do BTG Pactual, está participando do evento na Suíça

UMA TECH ATRAENTE

É hora da Locaweb? Saiba por que o Deutsche Bank vê ponto de entrada para as ações LWSA3

Banco alemão atualizou a recomendação para a empresa de neutra para compra e vê potencial de valorização de mais de 50% para os papéis

O QUE VEM POR AÍ

Ata do Fed e IPCA-15: confira a agenda de indicadores da semana aqui e lá fora

Nos Estados Unidos, a segunda prévia do PIB no primeiro trimestre também é destaque; na Europa, o PIB da Alemanha é o principal dado

CAMINHO DO MEIO

Menor rejeição e apoio interno no MDB dão vantagem a Simone Tebet; veja os rumos da senadora da terceira via

Maior desafio, segundo marqueteiros, é torná-la popular: 46% do eleitorado desconhece Simone Tebet, segundo pesquisas recentes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies