Menu
2019-04-04T14:51:09-03:00
Show das promoções

Casas de câmbio e bancos prometem dinheiro mais barato na Black Friday

Data especial para o comércio invade as financeiras e terá desde descontos em produtos e serviços até o famoso “cashback”

21 de novembro de 2018
18:55 - atualizado às 14:51
black-friday
Casas de câmbio darão descontos em produtos e serviços para baratear o preço das moedas - Imagem: Shutterstock

De dólar e bitcoins mais baratos até crédito com taxas menores, a Black Friday também traz promoções que prometem deixar diminuir o custo do dinheiro. Corretoras de câmbio aproveitam a data, nesta sexta-feira, 23, para antecipar a demanda por moeda estrangeira das viagens de fim de ano, enquanto bancos e empresas de cartão de crédito fazem ofertas de taxas e ações de "cashback", em que o cliente recebe parte do dinheiro de volta a cada compra.

A casa de câmbio Confidence promete descontos em produtos e serviços nas lojas físicas, mesa de atendimento, loja online e aplicativo. Os descontos serão oferecidos na compra de moedas em espécie e na carga do cartão pré-pago internacional, por meio de cupons de desconto. Os mesmos códigos valerão durante toda a semana, independentemente da oferta do dia.

As pessoas têm dificuldade de entender que a moeda é como qualquer outro produto: preço de fábrica e um adicional de valor para logística, funcionários", comenta Juvenal dos Santos, superintendente de Varejo da Confidence. Ele explica que, além da redução de lucratividade da corretora, a possibilidade de fazer ofertas nesta época do ano vem de um longo planejamento. "A gente procura ter as melhores taxas de compra durante o ano para poder fazer essa promoção", afirma.

Na Remessa Online, que realiza remessas de dinheiro para o exterior, os clientes terão 15% de desconto no custo do envio de todas as moedas pelo site, apenas na sexta-feira. A promoção não se aplica a cartões pré-pagos.

A empresa de soluções de câmbio digitalizado BeeCambio, por sua vez, promete 20% de desconto na taxa de compra de dólar e euro, que será válido para compras delivery. Além disso, será isento o delivery para compras acima de US$ 500 ou valor equivalente em outras moedas.

Na Ourominas, a Black Friday terá uma semana de redução na taxa das principais moedas estrangeiras. De 19 a 23 de novembro a empresa dará descontos na taxa de câmbio do dólar, euro e libra. "Na Black Week do ano passado tivemos um crescimento nas vendas em torno de 30% em relação ao ano anterior, a expectativa deste ano é ainda maior, pois nossas promoções serão melhores que as anteriores", destaca Mauriciano Cavalcante, diretor de Câmbio da Ourominas.

Na Cotação, a promoção de 50 anos da empresa coincide com o dia 23: a cada US$ 500 (ou o equivalente em outras moedas) adquiridos em produto na corretora, os clientes ganham um cupom para concorrer a um carro 0 km. Além disso, a empresa promete taxas mais baratas para quem adquirir moeda estrangeira pelo site ou aplicativo da Cotação em relação às compras por telefone e nas lojas físicas.

Especialistas alertam os consumidores para não aproveitar para comprar a quantia inteira das viagens de fim de ano durante a promoção. Bruno Chacon, da Dsop Educação Financeira, lembra que o aumento da procura por determinada moeda também pode levar ao aumento da sua cotação: "O câmbio com taxa menor aumenta a procura. Quando aumenta procura, o produto se valoriza. Quando a taxa for reduzida, o que provavelmente vai acontecer é que o dólar vai aumentar, vai encarecer".

Ele lembra que o ideal para grandes viagens é comprar pouco a pouco a moeda estrangeira. "Se você vai viajar em seis meses e vai levar US$ 6 mil, compre US$ 1 mil por mês porque você vai fazer uma média de valor de compra", explica. Nesse caso, a Black Friday deve ser apenas uma das datas de compra.

Em uma oferta mais inusitada, criptomoedas também podem ficar mais baratas nesta época do ano. Desta sexta-feira, 23, até domingo, 25, a corretora FoxBit dará desconto de 50% no valor de todas as taxas de trades: para vender, a taxa de 0,25% cairá para 0,125%; para comprar, de 0,5% para 0,25%

Dinheiro de volta

O Vai de Visa, programa de ofertas, promoções e benefícios para clientes dos cartões Visa, vai devolver R$ 80 direto na fatura de quem gastar R$ 800 ou mais em uma compra online, desde que pague com um cartão da bandeira. Mas atenção: o dinheiro só volta para compras realizadas em lojas virtuais das categorias companhia aérea, agência de viagens, supermercados, livrarias, lojas de departamentos, eletrônicos, cosméticos, vestuário e esportes.

Para o planejador financeiro Bruno Chacon, esse tipo de promoção é perigosa. "Se a pessoa não tinha o compromisso de gastar nada, mas vai gastar para aproveitar a ocasião e o cash back, vai acabar gastando R$ 800 que não estavam planejados anteriormente apenas para ganhar R$ 80", comenta. "O perigo está em comprar algo supérfluo por causa de uma promoção, correndo o risco de se endividar por apenas R$ 80."

A Méliuz, aplicativo que devolve para o cliente uma pequena porcentagem dos valores gastos em compras online, também embarcou na Black Friday. A empresa vai aumentar o valor a ser devolvido para os consumidores em determinadas lojas, além de oferecer descontos em alguns e-commerce parceiros.

Bancos darão descontos

Algumas instituições bancárias também criaram promoções para a ocasião. O Banco do Brasil oferece parcelamento em até 48 vezes com até 14% de desconto nas taxas do pagamento de boletos. Há também condições especiais para quem fizer seguro de vida ou um plano de previdência privada.

O desconto mais agressivo do BB, no entanto, é a redução do valor da aplicação inicial de alguns fundos de investimento da instituição. Em um deles, excepcionalmente na semana da Black Friday, a aplicação inicial mínima que é de R$ 500 mil passa a ser de R$ 5 mil.

No Santander, para pessoas físicas, haverá redução de até 30% na taxa de juros do crédito pessoal e do consignado, além de crédito imobiliário a 8,8% ao ano, com financiamento de até 90% do valor do imóvel novo ou usado e 50% de desconto na tarifa de avaliação de garantia.

O financiamento de veículos no banco terá taxas a partir de 0,89% com prazo de até 24 meses e primeira parcela para 2019.

O Itaú não terá descontos em taxas ou serviços bancários, mas a cada dia desta semana clientes Itaucard terão vantagens em parceiros comerciais do banco, como lojas de departamento, vestuário e hotéis.

O Bradesco reúne taxas especiais para empresas com melhores condições para financiar estoques, veículos, tarifas menores para emissão de boletos, isenção de seis meses de aluguel para máquinas de cartão e da anuidade do cartão de crédito, além de gratuidade para criação de lojas virtuais.

Na Caixa, a Black Friday dura o mês de novembro inteiro. Para pessoas físicas, o banco oferece taxas especiais e prazos diferenciados para crédito consignado, penhora de joias sem necessidade de análise com taxa de 1,99% ao mês e financiamento de veículos com taxas a partir de 1,29% ao mês e financiamentos de até 80% do valor para trocar carros ou motos.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

5º mês seguido de captação

Poupança tem captação líquida de R$ 27,144 bilhões em julho

O mês de julho foi o quinto consecutivo em que houve registro de depósitos líquidos

Renda fixa que varia

Após abalo na crise, debêntures voltam a render acima do CDI; vale a pena investir?

Após queda de 8% em março com temor de calote de empresas na crise, índice de debêntures voltou ao positivo e rende 2,1% no acumulado do ano, contra 2% do CDI

guru de bolsonaro

Olavo de Carvalho diz que teve conta no Paypal fechada

“Eis o tipo de debate democrático que os comunistas praticam: tanto se esforçaram, que conseguiram fechar a minha conta do Paypal”, disse Olavo de Carvalho

apesar da retomada

Dia dos pais não anima varejo e só 19% dos empresários estão otimistas com vendas

Na análise por setor, a perspectiva de aumento é de 15% no comércio, 10% em serviços, e 29% para a indústria

projeto em discussão

Relator no Senado mantém limite de 30% em juros do cheque e cartão crédito

Lasier Martins disse que não vai aceitar mais emendas ao parecer, mas relatou forte pressão para desidratar a medida

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements