Menu
2020-11-25T14:10:26-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Ano morno

Black Friday das corretoras e bancos: as ofertas que valem a pena em 2020

Black Friday nas corretoras e bancos está desanimada neste ano. Selecionei as ofertas mais interessantes relacionadas a investimentos, como já virou tradição

25 de novembro de 2020
5:30 - atualizado às 14:10
Black Friday das corretoras
Imagem: Montagem Andrei Morais/Seu Dinheiro

A Black Friday já virou tradição no setor financeiro, assim como a nossa reportagem anual com a seleção das melhores ofertas de investimentos na data.

A Black Friday mesmo é só na próxima sexta-feira, mas entre corretoras e bancos o mais comum é que as promoções durem todo o mês de novembro ou pelo menos a última semana.

Neste ano, ao que parece, a temporada promocional está bem mais magra e menos festiva que nos dois anos anteriores. Menos instituições financeiras participando, menos ofertas e poucos produtos interessantes.

Pedi para o meu colega Rafael Lara me ajudar no levantamento das promoções deste ano e de cara me chamou atenção que muitos bancos preferiram focar mais em produtos de crédito, consórcios, cartões e seguros, deixando de lado as aplicações financeiras.

Estas, bem menos numerosas do que no ano passado, continuaram focadas em redução de aporte inicial de fundos, de taxas para a assinatura de pacotes de corretagem ou plataformas de trading e em rentabilidades teoricamente mais altas para títulos de renda fixa emitidos por bancos.

As reduções nos valores de aportes iniciais de fundos como sempre não foram empolgantes. Nada tão dramático quanto um fundo estrelado que só aceita aportes a partir de R$ 50 mil passando a aceitar aplicações de mil reais por tempo limitado.

Mas houve pelo menos uma novidade interessante: algumas instituições oferecendo cotas de fundos imobiliários ou ações para quem fizer um aporte durante o período promocional. Quase como um cashback, mas com investimentos, em vez de "cash". Dinheiro "grátis", quem não quer?

A seguir, eu selecionei as ofertas que eu achei mais interessantes na edição 2020 da Black Friday das corretoras e bancos. Lembrando que nenhuma dessas ofertas deveria ser determinante para o investidor escolher uma instituição financeira. Mas não deixam de ser um "plus" interessante.

Renda fixa

Muito embora os títulos de renda fixa emitidos por bancos e financeiras contem com cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC), eu procurei selecionar aqueles de instituições mais sólidas, levando em conta também retorno e prazo.

Eis as mais interessantes:

Sofisa Direto

O Sofisa Direto oferece, durante todo o mês de novembro, o CDB Black 150, com prazo de um ano e rentabilidade de 150% do CDI (hoje equivalente a 2,85% ao ano). A promoção também garante que, por seis meses, o investidor consiga fazer novos aportes com a mesma rentabilidade. A aplicação mínima inicial é de R$ 5 mil.

Até o fim do mês, os investidores também poderão investir no PoupaMax, um CDB com prazo de três anos, rentabilidade de 112% do CDI (hoje equivalente a 2,13% ao ano) e liquidez diária.

Finalmente, há duas ofertas de LCA, título isento de imposto de renda: a de três meses rende 106% do CDI e a de seis meses rende 110% do CDI (hoje equivalente a 2,01% e 2,09% ao ano, respectivamente). Para quem cadastrar a chave PIX no banco, há uma LCA de um ano que rende 135% do CDI (o equivalente a 2,57% ao ano atualmente).

XP Investimentos

A XP Investimentos está oferecendo, nesta quarta (25), um CDB do Banco Seguro, do PagSeguro, com prazo de seis meses e retorno de 150% do CDI.

Paraná Banco

O Paraná Banco está oferecendo CDBs pós e prefixados para um, dois ou três anos:

  • 1 ano: CDB pós 124% do CDI (o equivalente a 2,36% ao ano atualmente) e CDB pré 3,76% ao ano.
  • 2 anos: CDB pós 134% do CDI (o equivalente a 2,55% ao ano atualmente) e CDB pré 6,25% ao ano.
  • 3 anos: CDB pós 138% do CDI (o equivalente a 2,62% ao ano atualmente) e CDB pré 7,99% ao ano.

Genial Investimentos

A Genial está oferecendo uma série de CDBs e Letras de Câmbio (LCs) no mercado secundário (isto é, você compra de outro investidor, não da instituição financeira emissora) com 300% do CDI de rentabilidade, o equivalente, hoje, a 5,70% ao ano.

Os prazos variam de seis meses até pouco mais de um ano, e o aporte mínimo inicial é de R$ 1.500. As ofertas são válidas enquanto durarem os estoques.

Investimentos de presente

Toro Investimentos

Até o dia 7 de dezembro, a Toro dará duas BDRs (recibos de ações listadas em bolsas estrangeiras negociados na bolsa brasileira), uma do Google e outra da Netflix, para clientes novos da corretora que invistam pelo menos R$ 5 mil em qualquer produto da casa.

Órama

Novos clientes que fizerem seu primeiro depósito na Órama até 30 de novembro ganharão, a cada R$ 3.500 depositados, 2% desse valor (R$ 70) na forma de uma cota do fundo imobiliário FOF Integral Brei (IBFF11), que investe em outros fundos imobiliários.

Esse valor já corresponde, de cara, ao retorno do CDI em um ano, uma vez que a Selic se encontra justamente em 2% ao ano.

A oferta é válida para os mil primeiro clientes, e o limite máximo de investimento é de R$ 10.500 por pessoa, o que dá direito a três cotas.

Taxas reduzidas

Magnetis

A gestora digital - que oferece carteiras de investimentos passivas para a pessoa física com base no seu perfil de investimento - vai dar seis meses de taxa zero para novos clientes que aportarem a partir de R$ 10 mil no seu primeiro investimento na casa.

Para participar, é preciso se inscrever até o dia 27 de novembro pelo site da promoção. Em circunstâncias normais, a Magnetis cobra 0,6% sobre o patrimônio total investido.

Genial Investimentos

Corretagem zero por três meses para clientes novos que abrirem conta até dia 27.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

prévias

Eztec tem queda de 48% nas vendas no quarto trimestre

Lançamentos da empresa atingiram R$ 380,8 milhões, chegando a R$ 1,150 bilhão no ano – 85% a mais do que no terceiro trimestre

seu dinheiro na sua noite

2 milhões de mortos, 2 trilhões em estímulos e uma queda de mais de 2%

Se a primeira semana de 2021 nos mercados refletiu o otimismo geral com o novo ano que se iniciava, com perspectivas de vacinação contra o coronavírus e recuperação econômica, na segunda semana do ano, os investidores optaram pela cautela. Por ora, 2020, o ano do qual todos queríamos nos livrar, ainda não ficou para trás. […]

FECHAMENTO

Atritos políticos e covid-19 voltam para assombrar o mercado e Ibovespa recua mais de 2%; dólar sobe forte

Existe uma certa desconfiança de que o plano de US$ 1,9 trilhão apresentado por Biden encontre dificuldades de ser aprovado pelo Congresso, ainda que o democrata tenha conquistado a maioria das duas casas. No Brasil, situação do coronavírus reacende a pressão sobre o cenário fiscal

match com o mercado?

Concorrente do Tinder, Bumble pode levantar US$ 100 milhões em IPO

Ações da empresa estreiam em fevereiro na Nasdaq; companhia, que é dona do Badoo, não deu lucro no ano passado

pandemia

Itamaraty confirma que Índia atrasará entrega de vacinas

Chanceler indiano atribuiu o atraso na liberação a “problemas logísticos” decorrentes das dificuldades de conciliar o início da campanha de vacinação no país de mais de 1,3 bilhão de habitantes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies