Menu
2019-04-20T16:48:03-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Bancos

Santander vai pagar R$ 1,4 bilhão para ficar com 100% da empresa de maquininhas de cartão Getnet

Negócio avalia a Getnet, que possui 14% do mercado de transações com cartões de débito e crédito, em quase R$ 12,5 bilhões

19 de dezembro de 2018
10:55 - atualizado às 16:48
getnet
Imagem: Reprodução/Youtube

Vai ser no débito ou no crédito? O Santander anunciou que vai desembolsar R$ 1,4 bilhão para comprar os 11,5% do capital da empresa de maquininhas de cartão Getnet que pertencem a acionistas minoritários. Com a aquisição, a unidade brasileira do banco espanhol passa a deter 100% da empresa.

O negócio avalia a Getnet em quase R$ 12,5 bilhões. A empresa encerrou o terceiro trimestre com uma participação de 14% no mercado de transações com cartões.

O volume de operações realizadas pelas maquininhas da Getnet somaram R$ 47,7 bilhões entre julho e setembro, um avanço de 35% em relação ao mesmo período do ano passado.

A transação será realizada após os acionistas minoritários Manzat Inversiones e Guilherme Alberto Berthier Stumpf exercerem a opção de venda prevista no contrato com o banco. A opção foi incluída no acordo fechado em 2014, quando o Santander aumentou a participação na Getnet.

A operação ainda precisa ser aprovada pelo Banco Central.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

em busca de energia limpa

Criptomoedas: Elon Musk diz que Tesla vendeu 10% do que detinha em bitcoin

Segundo executivo, operação prova que a criptomoeda poder ser liquidada facilmente “sem mover o mercado”

imunização

Governo de São Paulo adianta em 30 dias vacinação contra a covid-19; veja novas datas

Plano é vacinar toda a população adulta do estado, ao menos com a primeira dose, até o dia 15 de setembro

luto

Ex-presidente do BC Carlos Langoni morre de covid-19 no Rio

Carlos Langoni trabalhou no governo na virada das décadas de 1970 e 1980, quando foi presidente do BC; ele colaborou com a equipe econômica do ministro Paulo Guedes, quase 40 anos depois

nos eua

Nova ‘ação meme’? Orphazyme dispara quase 1400% em um dia e mercado não sabe por quê

Investidores da empresa aguardam uma importante atualização sobre um tratamento experimental para a doença de Niemann-Pick; sem novidades, mercado não sabe a razão da alta

entrevista

Superávit primário pode voltar em 2024, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt diz que a melhora no quadro fiscal do País não é “sorte”; confira a entrevista

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies