Menu
2019-04-04T14:51:14-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Novidades no mercado

Na estreia das LIG’s, Santander emite R$ 24 milhões

Banco fez duas emissões no primeiro dia de negociações; aplicação tem como diferencial a chamada garantia dupla

21 de novembro de 2018
19:28 - atualizado às 14:51
Santander
Emissões de LIG's do banco totalizaram R$ 24 milhões - Imagem: Shutterstock

Hoje foi o primeiro dia de negociação das Letras Imobiliárias Garantidas (LIGs) no Brasil, e o Santander entrou com tudo nessa jogada e fez logo duas emissões milionárias.

As letras do banco, que tinham prazo de três anos, não possuíam liquidez e juntas totalizaram R$ 24 milhões. As LIG's, que na prática são investimentos similares aos covered bonds (muito usados na Europa para financiamentos imobiliários de longo prazo), possuem como um diferencial a chamada garantia dupla. Isso significa que, em caso de falha no pagamento pela instituição emissora, o agente fiduciário assume o controle dos ativos.

Quer saber tudo sobre essa tal de LIG? Então confira essa matéria especial do Vinícius Pinheiro.

*Com Estadão Conteúdo.

 

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Expansão

Rede D’Or assina memorando para aquisição de hospital na Paraíba

Documento prevê que Rede detenha 51% do capital social do Hospital Nossa Senhora das Neves

Após investigação

China multa Alibaba em US$ 2,8 bilhões por prática de monopólio

Foco foi prática que força comerciantes a escolherem uma plataforma, em vez de poderem trabalhar com mais.

Efeitos da Covid

Grupo Educação Metodista se prepara para pedir recuperação judicial

Com dívidas de cerca de R$ 500 milhões e em dificuldades desde 2015, o grupo viu sua situação se deteriorar em meio à pandemia

Cessão onerosa

Petrobras: Conselho aprova acordo sobre excedentes em Sépia e Atapu

Para a área de Atapu, a participação da estatal na cessão onerosa fica em 39,5% e em Sépia de 31,3%.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies