Menu
2019-04-04T09:35:34-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Negócios

Mirando parceiros ‘pós-Brexit’, Reino Unido sinaliza possível acordo ‘ambicioso’ com os EUA

País disse que está “preparando as bases” para oferecer um acordo “ambicioso” ao governo norte-americano

27 de novembro de 2018
10:58 - atualizado às 9:35
Donald Trump e Theresa May
Presidente dos EUA, Donald Trump, ao lado de primeira-ministra britânica Theresa May - Imagem: shutterstock

O governo do Reino Unido disse nesta terça-feira que possui toda capacidade de fechar um acordo comercial com os Estados Unidos quando após deixar a União Europeia (Brexit) e que está preparando "as bases para um acordo ambicioso" com Washington "através de nossos grupos de trabalho conjuntos, que se reuniram cinco vezes até agora".

A resposta, que veio por meio de um comunicado, foi elaborada depois que o presidente do presidente americano dizer ontem que é preciso verificar os pormenores do pacto firmado pelo país com a União Europeia (UE), porque os britânicos "podem não ser capazes de negociar conosco" após a saída do bloco comum.

De acordo com o governo britânico, a declaração política com "a qual concordamos com a UE, é muito clara de que teremos uma política comercial independente para que o Reino Unido possa assinar acordos comerciais com países do mundo todo - inclusive com os EUA".

O governo britânico afirmou ainda que está trabalhando arduamente para garantir a transição dos acordos comerciais que a UE assinou com outros países, como o Canadá e o Japão.

"Depois que deixarmos a UE em março do próximo ano, ocuparemos nosso assento independente na OMC [Organização Mundial do Comércio], onde desempenharemos um papel ativo nas negociações e seremos fortes defensores do sistema de comércio global baseado em regras", afirmou o governo do Reino Unido.

*Com Estadão Conteúdo 
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Tamanho menor

Zara fecha sete lojas no Brasil em plano de reorganização

O plano da empresa foi traçado em 2020 e, no Brasil, começou ainda no ano passado, com o fechamento de lojas nas cidades de Joinville (SC) e São José dos Campos (SP)

Seu Dinheiro no sábado

A única coisa que Bill Gates não pode comprar

Troca de presidente nos Estados Unidos, início da vacinação para covid no Brasil e comunicado do Banco Central com vocabulário novo. A semana que se encerra trouxe novidades importantes. É bem verdade que também teve notícia velha, daquelas que encontramos todos os dias: disputas políticas entre Jair Bolsonaro e João Dória, caos nos hospitais públicos […]

Sem dieta

McDonald’s tem planos de abrir 50 novos restaurantes na América Latina, 80% deles no Brasil

Rede pretende investir até US$ 130 milhões (R$ 690 milhões) na região e também quer reforçar o drive-thru, delivery e o aplicativo

Bilionário imunizado

Adivinha quem já foi vacinado? Bill Gates compartilha foto e diz como se sente após tomar 1ª dose

Fundador da Microsoft compartilhou foto do momento em que era vacinado e enalteceu o trabalho dos cientistas, voluntários e profissionais da saúde que trabalham no combate à pandemia

Início de cobertura

Após queda de 56%, XP revela o que espera das ações da dona da rede de restaurantes Frango Assado e Pizza Hut no Brasil

Os analistas da corretora iniciaram a cobertura das ações da IMC com recomendação neutra e preço-alvo de R$ 4,00, o que indica um potencial de alta de 8%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies