Menu
2019-04-04T14:14:05-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Balanço divulgado hoje

Netflix desbanca expectativas com lucro invejável no 3º trimestre e faz ações dispararem no after market dos EUA

Companhia de streaming apresentou um lucro líquido de US$ 403 milhões no período entre julho e setembro

16 de outubro de 2018
18:15 - atualizado às 14:14
netflix
Netflix teve mais de 6 milhões de novos assinantes ao redor do mundo no 3º trimestre - Imagem: Shutterstock

Que 3º trimestre invejável teve a Netflix! - e o crédito vai todo para os novos assinantes. A companhia de streaming apresentou um lucro líquido de US$ 403 milhões no período entre julho e setembro, números bem acima da projeção de analistas do mercado americano. Enquanto eles esperavam um lucro por ação de US$ 0,68, a Netflix entregou um lucro de US$ 0,89 por papel.

Os resultados divulgados nesta terça-feira, 16, foram melhores do que os apresentados no mesmo período de 2017, quando a Netflix fechou com lucro líquido de US$ 130 milhões.

Grande parte desse desempenho (pra lá de forte) veio dos novos assinantes dos produtos da empresa. Foram 6,01 milhões de novos clientes em todo o mundo, quase 700 mil a mais do que projetavam os analistas de mercado (5,32 milhões) e mais de um milhão do que o esperado pela própria Netflix (5 milhões). Só nos Estados Unidos foram mais 1 milhão de novas assinaturas. Com isso, a companhia agora ostenta 130,42 milhões de assinantes ao redor do mundo.

Com esse "boom" de novos clientes, o resultado das receitas da empresa não poderiam ser diferentes: subiram 34% no terceiro trimestre na comparação com o mesmo período do ano anterior, para US$ 3,999 bilhões.

Com os resultados bem acima do esperado, a ação da Netflix disparou nos negócios do after market em Nova York. O papel da empresa saltava 12,02%, para US$ 388,04. Somente este ano, a ação da companhia de streaming mostrou avanço de cerca de 80%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Prévia operacional

Cyrela tem crescimento de vendas e lançamentos em 2020, e BTG considera números fortes

Lançamentos totalizaram R$ 2,873 bilhões, enquanto vendas líquidas somaram R$ 1,860 bilhão; banco mantém recomendação de compra para a construtora

EM ALTA

Com petróleo em alta, Credit Suisse reitera recomendação de compra da Petrobras

Banco eleva preço-alvo de ADRs após revisar para cima projeção para Ebitda da indústria do petróleo em 2021 e 2022

Exile on Wall Street

Private equity para pessoas físicas

Há uma frase de que gosto muito no livro “Princípios do Estrategista”: as ideias do Taleb são tão boas que se dessem dinheiro seria sacanagem.

Panorama das fintechs

Goldman Sachs recomenda compra de ação da Stone, XP e PagSeguro e venda de Banco Inter

Embora o Inter seja o grande destaque de crescimento de clientes, os analistas do banco norte-americano apontam a ação da da Stone como a favorita entre as fintechs

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta terça-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies