Menu
2018-09-26T11:55:42-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Mercados

Fed e cenário eleitoral continuam no radar

Cenário eleitoral local e expectativa de elevação do juros pelo Fed devem mexer o mercado nesta quarta-feira, 26

26 de setembro de 2018
7:39 - atualizado às 11:55
jerome powell
Jerome Powell, presidente do Fed -

A expectativa de que o Banco Central norte-americano, o Federal Reserve (Fed), eleve os juros e a divulgação de novas pesquisas eleitorais entram no radar do mercado nesta quarta-feira, 26.

Como explica o repórter do Seu Dinheiro, Eduardo Campos, espera-se que o ajuste do Fed seja de 0,25 ponto percentual,  o que leva o juro básico americano para o intervalo entre 2% e 2,25% ao ano.

No início da tarde, às 14h, uma nova pesquisa Ibope, encomendada pela CNI, será divulgada. Às 15h, devem ser divulgados os resultados da Paraná Pesquisas e da Empiricus/revista Crusoé.

O investidor também continua atento ao "risco PT", com o crescimento de Fernando Haddad (PT) no Ibope, o que minou as expectativas do candidato ganhar a corrida já no primeiro turno.

Ontem o mercado viveu uma ressaca após a divulgação do Ibope na segunda-feira,  mas um grande fluxo estrangeiro no país durante a tarde amenizou os efeitos das eleições tanto na bolsa como no câmbio

Na Itália

Os investidores aguardam a divulgação do orçamento do país para 2019, com o juro dos bônus de 10 anos do governo italiano, também conhecido como BTP, operando em baixa. A informação é do Broadcast, do Estadão.

Petróleo

Os contratos futuros de petróleo continuaram operando em alta na madrugada desta quarta-feira, ainda de acordo com o Broadcast. Nos últimos dois pregões, o Brent chegou a atingir o maior valor nos últimos quatro anos.

Na segunda-feira, a Organização de Exportadores de Petróleo (OPEP) disse que não atenderia ao pedido do presidente dos EUA, Donald Trump, em desacelerar o nível de produção.

O dólar praticamente estável frente a outras moedas fortes contribuiu para a movimentação modesta da commodity. No fim da manhã, o Departamento de Energia (DOE) deve divulgar seu relatório semanal sobre os estoques dos EUA.

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Negócio fechado

Petrobras assina venda de sua fatia de 50% no campo terrestre de Rabo Branco

O campo teve produção média em 2020 de 131 barris de petróleo por dia (bpd).

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

O Fundo Verde e a tragédia grega do Brasil

Ao despertar a fúria de Zeus por ter entregue o fogo do Olimpo aos mortais, Prometeu foi acorrentado e punido: durante o dia, uma águia devorava seu fígado; durante a noite, o órgão se regenerava — um ciclo de tormento eterno. Tragédias gregas, infelizmente, costumam ser úteis ao falarmos sobre o Brasil. Reformas econômicas demandam […]

FECHAMENTO

Commodities amenizam a queda da bolsa, mas exterior negativo e nova crise em Brasília falam mais alto

As commodities mais uma vez tentaram salvar a bolsa brasileira de um dia no vermelho, mas o exterior negativo e a cautela em Brasília falaram mais alto

Presidente otimista

EUA devem ter retomada econômica mais rápida em quase 40 anos, diz Biden

Segundo o democrata, o foco de seu governo se manterá em criar empregos e combater a pandemia de covid-19

Gestão na crise

Brasil vive uma espécie trágica de dia da marmota, diz Verde Asset

Navegar os mercados locais vem sendo uma odisseia extremamente complexa e nada indica que vai melhorar, diz a gestora de Luis Stuhlberger

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies