Menu
2019-04-04T14:18:02-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Locadora de veículos

Mesmo com lucro 14% maior no 3º trimestre, Localiza frustra expectativa dos acionistas e do mercado

Lucro líquido no período ficou em R$ 159,9 milhões, abaixo das estimativas de analistas que projetavam R$ 161 milhões

24 de outubro de 2018
19:16 - atualizado às 14:18
carros-transito
Resultado da locadora de carros veio abaixo do esperadoImagem: Oswaldo Corneti/Fotos Públicas

Mesmo vendo seu lucro líquido do 3º trimestre crescer 14,6% na comparação com o mesmo período de 2017, a Localiza apresentou resultados abaixo do esperado nesta quarta-feira e pode frustrar seus acionistas. O lucro líquido ajustado da locadora de carros fechou o trimestre de julho e setembro em R$ 159,9 milhões. No 3º trimestre do ano passado, havia sido R$ 139,5 milhões.

O número divulgado acabou frustrando as expectativas do mercado. De acordo os analistas ouvidos pela Bloomberg, a previsão era de que a empresa trouxesse um lucro líquido de R$ 161 milhões.

Apesar disso, um dos destaques do balanço da companhia ficou com o volume de vendas de veículos seminovos, que bateu recorde ao atingir a marca de 30 mil carros.

Veja os principais números consolidados comparados com as estimativas de analistas consultados pela Bloomberg:

  • Lucro líquido ajustado atingiu R$ 159,9 milhões, alta de 14,6% em relação ao 3º trimestre de 2017. A expectativa era de um lucro de R$ 161 milhões.
  • Ebitda consolidado de R$ 396,2 milhões, acima da projeção de R$ 383,6 milhões da Bloomberg e do resultado de 2017 (R$ 332,3 milhões).

A geração de caixa consolidada da empresa, medida pelo chamado Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) fechou o trimestre em R$ 396,2 milhões. O número representa uma alta de 19,2% frente ao resultado do ano anterior (R$332,3 milhões) e também ficou acima das projeções da Bloomberg, que traziam um saldo positivo de R$ 383,6 milhões.

A receita líquida consolidada da Localiza também apresentou resultado positivo em relação ao mesmo período do ano anterior. Ela cresceu 32,6% e atingiu R$ 2,073 bilhões. Um destaque desse indicador sem dúvida ficou com o setor de Seminovos, cuja receita cresceu 35,2% no trimestre impulsionada pelo recorde de vendas que comentamos acima. Já receita líquida de aluguel, gestão de frotas e franchising apresentou crescimento de 29,2%.

As despesas financeiras líquidas ficaram em R$ 83,8 milhões, 5,5% acima do registrado no terceiro trimestre de 2017.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

POTENCIAL DE ALTA DE 41%

Credit Suisse eleva preço-alvo da Suzano, em meio a sinais positivos do mercado de celulose

Analistas dizem que ações são a principal escolha entre as empresas de papel e celulose cobertas pelo banco

números do serasa

Pedidos de recuperação judicial recuam 7% em agosto na comparação anual

Grandes empresas foram as que apresentaram maior diminuição no índice, com queda de 25% nos requerimentos, segundo Indicador de Falências e Recuperação Judicial, mantido pela Serasa Experian

NOVIDADE NA BOLSA

Hidrovias do Brasil cai mais de 2% em estreia na B3 após IPO

Empresa levanta cerca de R$ 3,44 bilhões com oferta, que teve caráter secundário

EM BUSCA DE RECURSOS

Santos Brasil arrecada R$ 790 milhões com follow-on

Recursos levantados irão ao caixa da empresa, que pretende expandir operações

Oferta de ações

Petz tem participação de 39 mil investidores em IPO

Do total de investidores que compraram as ações (PETZ3) no IPO, 37.928 são pessoas físicas, que ficaram com 12% do volume total da oferta de R$ 3 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements