Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-10-04T17:45:10-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Sob suspeita

Salmonella volta a assombrar a JBS nos EUA e isso foi péssimo para as ações

Segundo Departamento de agricultura norte-americano, três mil toneladas de carne podem estar contaminadas

4 de outubro de 2018
17:30 - atualizado às 17:45
Embalagem de carne bovina
Imagem: Shutterstock

A Salmonella voltou a assombrar a JBS, mas desta vez na fábrica do grupo em Arizona, nos Estados Unidos.

A JBS Tolleson Inc. anunciou nesta quinta-feira, 4, um recall de 3 mil toneladas de carne por conta de uma possível contaminação por salmonela, segundo o departamento norte-americano de agricultura (USDA).

Com isso, a companhia passou a recolher do mercado produtos de carne bovina crua, incluindo carne moída, que foram acondicionados entre 26 de julho e 7 de setembro e enviados para varejistas de todo o país. O lote possivelmente infectado tem o número "EST 267", conforme a marca de inspeção do USDA.

'Nível 1'

Ainda segundo órgão, entre os dias 5 de agosto a 6 de setembro, 57 pacientes de 16 Estados norte-americanos foram identificados com a doença bacteriana.

Em uma escala de 1 a 3, sendo 1 o pior, a agência classificou o recall da JBS Tolleson como nível 1, o que significa que há uma probabilidade razoável de que o uso do produto cause consequências sérias e adversas à saúde ou até mesmo a morte.

Em comunicado, os Serviços de Inspeção e Segurança Alimentar do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (FSIS, na sigla em inglês), disse se preocupar com os consumidores que possam ter esses produtos estocados em casa, aconselhando que evitem consumir, joguem fora ou retornem os produtos onde foram comprados.

A salmonella é uma bactéria que pode ser ingerida pelo consumido de alimentos contaminados com fezes de animais. Entre os sintomas mais comuns estão diarreia, vômito, cólica abdominal e febre.

E o mercado reage...

É claro que a notícia não pegou nada bem entre os investidores da JBS. O papel da empresa na bolsa logo abriu o dia em baixa e assim se manteve durante todo o pregão. No fim do dia, encerrou as negociações em queda de 4,74%.

Não é a primeira vez

Em maio do ano passado, um estudo realizado pela Proteste encontrou níveis maiores que o permitido pela legislação brasileira de Salmonella em carnes da Friboi, pertencente à JBS. À época, a empresa contestou as afirmações ao dizer que o método da pesquisa "não é indicado para os micro-organismos citados". A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) considerou o estudo válido.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Risco fiscal

O preço do furo no teto de gastos virá em forma de juro maior e recessão em 2022, diz Itaú

Com o aumento da incerteza fiscal, o Banco Central deverá entrar em um regime de “regime de contenção de danos”, segundo o banco, que prevê alta da Selic para até 11,25% ao ano

Me vê bitcoin

De olho no interesse dos clientes por bitcoin (BTC), Mastercard vai lançar plataforma que une criptomoedas com cartões de débito e crédito

Com essa integração, o cliente pode receber cashback em criptomoedas após compras no cartão de crédito, por exemplo

Exile on Wall Street

Felipe Miranda: Entre “O fim do Brasil —parte 2” e o começo da terceira via

Depois do desastre com o teto de gastos, o que podemos esperar de uma resolução que não envolva nem Lula nem Bolsonaro?

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: Suas definições de “responsabilidade fiscal” foram atualizadas

A temporada de resultados brasileira, que começou na última sexta-feira, segue hoje com EcoRodovias, EDP Brasil, Neoenergia e TIM, após o fechamento do mercado. Enquanto isso, ao longo do dia, o presidente Jair Bolsonaro deverá lançar o Programa de Crescimento Verde, indicativo positivo para a COP26 de novembro

CRIPTOMOEDAS HOJE

Bitcoin (BTC) retoma os US$ 63 mil após cair na sexta-feira e outras criptomoedas sobem até 10% hoje; confira

Destaque para a Solana (SOL), que vem apresentando resultados acima da média das dez principais moedas do mundo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies