🔴 MELHORES MOMENTOS DO MACRO SUMMIT BRASIL 2024 – ASSISTA AQUI

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Primeiro grande banco a soltar balanço

Itaú tem lucro bilionário, mas números ficam um pouco abaixo do esperado

Lucro líquido recorrente ficou em R$ 6,454 bilhões no terceiro trimestre, alta de 3,2% em relação ao mesmo período de 2017

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
29 de outubro de 2018
20:42 - atualizado às 14:19
Lupa mostra logotipo do Itaú em destaque na tela de computador
Imagem: Shutterstock

O Itaú Unibanco foi o primeiro grande banco brasileiro a divulgar seus números do 3º trimestre de 2018. A instituição teve um lucro líquido recorrente de R$ 6,454 bilhões no período, número que representa uma alta de 3,2% na comparação com o mesmo intervalo de 2017 (quando o lucro foi de R$ 6,254 bilhões).

O resultado ficou um pouco abaixo da estimativa de analistas consultados pela Bloomberg, que previam lucro de R$ 6,51 bilhões no trimestre. Já em relação aos três meses imediatamente anteriores, quando o resultado foi de R$ 6,382 bilhões, houve aumento de 1,1%.

Segundo o balanço divulgado nesta segunda-feira, 29, o desempenho do banco foi influenciado por um menor custo do crédito e pelo crescimento da margem financeira com clientes. No lucro atribuível aos acionistas controladores (IFRS), o resultado foi de R$ 6,126 bilhões de julho a setembro, com leve alta de 1,34% ante igual período do ano passado.

Em contrapartida, os efeitos positivos que beneficiaram o desempenho do banco no período foram parcialmente compensados por maiores despesas não decorrentes de juros em meio ao reforço que a instituição fez de suas equipes comerciais, em especial na rede de agências, seguros e adquirência. Houve também, conforme o banco, o impacto sazonal do acordo coletivo, além do efeito da variação cambial nas despesas na América Latina.

Carteira de crédito em alta

A carteira de crédito total ajustada do Itaú encerrou setembro em R$ 636,4 bilhões, aumento de 2,1% ante junho, quando ficou em R$ 623,3 bilhões. Em um ano, quando a cifra foi de R$ 575,2 bilhões, foi visto aumento de 10,6%.

Em nota à imprensa, o presidente do Itaú, Candido Bracher, afirma que a instituição segue observando uma "demanda saudável" por crédito tanto de pessoas físicas quanto de micro, pequenas e médias empresas. "Nesse terceiro trimestre de 2018, concedemos 38% mais créditos para pessoas físicas e 22% mais créditos para micro, pequenas e médias empresas no Brasil em relação ao mesmo período de 2017”, diz o executivo, que acrescenta: "A melhoria dos indicadores de inadimplência dessas carteiras ao longo do ano tem evidenciado a qualidade dessa originação de crédito".

Os ativos totais do Itaú alcançaram R$ 1,613 trilhão no terceiro trimestre, aumento de 10,0% em um ano, de R$ 1,466 trilhão. Em relação aos três meses anteriores, de R$ 1,543 trilhão, foi vista elevação de 4,6%.

O patrimônio líquido do banco somou R$ 125,035 bilhões de julho a setembro, incremento de 1,1% em um ano, de R$ 123,631 bilhões. No comparativo trimestral, quando ficou em R$ 121,758 bilhões, a alta foi de 2,7%. Já o retorno recorrente sobre o patrimônio líquido médio anualizado (ROE) do Itaú ficou em 21,3% ao fim de setembro, contra 21,6% ao término de junho e 21,6% um ano antes.

Resultado líquido e recorrente

O Itaú publicou ainda lucro líquido contábil de R$ 6,247 bilhões no terceiro trimestre, expansão de 2,80% ante um ano, de R$ 6,077 bilhões. Em relação aos três meses anteriores, de R$ 6,244 bilhões, a cifra ficou praticamente estável.

As principais diferenças entre o lucro líquido e o resultado recorrente no terceiro trimestre, conforme explica o banco em relatório que acompanha suas demonstrações financeiras, foram, dentre outros motivos, R$ 206 milhões de efeito de amortização de ágio.

*Com Estadão Conteúdo.

Compartilhe

MAQUININHA DE LUCRO

PagSeguro (PAGS34) dispara após balanço e puxa ações da Cielo (CIEL3); veja os números do resultado do 2T22

25 de agosto de 2022 - 17:28

A lucro da PagSeguro aumentou 35% na comparação com o mesmo período do ano passado e atingiu R$ 367 milhões

FIM DE TEMPORADA

Nos balanços do segundo trimestre, uma tendência para a bolsa: as receitas cresceram, mas os custos, também

19 de agosto de 2022 - 16:18

Safra de resultados financeiros sofreu efeitos do aumento da Selic, mas sensação é de que o pior já passou

Investidores gostaram

Nubank (NU; NUBR33) chega a subir 20% após balanço, mas visão dos analistas é mista e inadimplência preocupa

16 de agosto de 2022 - 12:03

Investidores gostaram de resultados operacionais, mas analistas seguem atentos ao crescimento da inadimplência; Itaú BBA acha que banco digital pode ter subestimado o risco do crédito pessoal

BALANÇO

Inter (INBR31) reverte prejuízo em lucro de R$ 15,5 milhões no segundo trimestre; confira os números

15 de agosto de 2022 - 21:01

No semestre encerrado em 30 de junho de 2022, o Inter superou a marca de 20 milhões de clientes, o que equivale a 22% de crescimento no período

BALANÇO DA HOLDING

Lucro líquido da Itaúsa (ITSA4) recua 12,5% no segundo trimestre, mas holding anuncia JCP adicional; confira os destaques do balanço

15 de agosto de 2022 - 19:52

Holding lucrou R$ 3 bilhões no segundo trimestre e vai distribuir juros sobre capital próprio no fim de agosto

Resultados

Nubank (NUBR33) tem prejuízo acima do esperado no 2º tri, e inadimplência continuou a se deteriorar; veja os destaques do balanço

15 de agosto de 2022 - 18:42

Prejuízo líquido chegou a quase US$ 30 milhões, ante uma expectativa de US$ 10 milhões; inadimplência veio dentro do esperado, segundo o banco

Bife suculento

Marfrig (MRFG3) anuncia R$ 500 milhões em dividendos e programa de recompra de 31 milhões de ações; veja quem tem direito aos proventos e os destaques do balanço

12 de agosto de 2022 - 13:15

Mercado reage positivamente aos números da companhia nesta sexta (12); dividendos serão pagos em setembro

Balanço

Oi (OIBR3) sai de lucro para prejuízo no 2T22, mas dívida líquida desaba

12 de agosto de 2022 - 6:45

Oi reportou prejuízo líquido de R$ 320,8 milhões entre abril de junho, vinda de um lucro de R$ 1,09 bilhão no mesmo período do ano anterior

Balanço do 2º tri

Cenário difícil para os ativos de risco pesa sobre o balanço da B3 no 2º trimestre; confira os principais números da operadora da bolsa

11 de agosto de 2022 - 19:56

Companhia viu queda nos volumes negociados e também nas principais linhas do balanço, tanto na comparação anual quanto em relação ao trimestre anterior

BALANÇO

Apelo de Luiza Trajano não foi à toa: Magazine Luiza tem prejuízo de R$ 135 milhões no 2T22 — veja o que afetou o Magalu

11 de agosto de 2022 - 19:26

O Magalu conseguiu reduzir as perdas na comparação com o primeiro trimestre de 2022, mas em relação ao mesmo período de 2021, acabou deixando o lucro para trás

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies