🔴 03/06 – ‘GATILHO’ PARA BUSCAR ATÉ R$ 2 MILHÕES COM CRIPTOMOEDAS PODE SER DISPARADO – SAVE THE DATE

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
No Seu Dinheiro você encontra as melhores dicas, notícias e análises de investimentos para a pessoa física. Nossos jornalistas mergulham nos fatos e dizem o que acham que você deve (e não deve) fazer para multiplicar seu patrimônio. E claro, sem nada daquele economês que ninguém mais aguenta.
Adeus à ostentação?

A nova maneira que os milionários encontraram para gastar as suas fortunas

O padrão de consumo dos magnatas deixaram o conceito de riqueza em uma caixinha bem distante do luxo

Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
26 de novembro de 2018
15:57 - atualizado às 15:55
Educação, saúde e aposentadoria: os novos focos de ostentação dos muito ricos - Imagem: Shutterstock

O significado de ser milionário esbarra na boa e velha ideia de ostentação e de consumo de artigos de luxo - como um relógio Rolex ou aquela bolsa exclusiva da Chanel -, certo? Errado!

Novidades no padrão de consumo da parcela mais endinheirada da população colocaram o conceito de riqueza em uma caixinha (bem) distante do luxo. Uma reportagem do site Business Insider mostra que as pessoas milionárias dos Estados Unidos estão gastando mais em itens como educação, saúde, aposentadoria, segurança e privacidade do que nas tradicionais Ferraris e nos iates modernos.

Trata-se de um verdadeiro abandono dos bens materiais na busca pelo exclusivo no campo imaterial. A escritora Elizabeth Currid-Halkett, que lançou o livro "The Sum of Small Things: A Theory of an Aspirational Class." (A Soma das Pequenas Coisas: Uma Teoria de uma Classe Aspiracional), defende a ideia de que mostrar riqueza não é mais o caminho para significar riqueza.

O luxo agora é para todos

Um dos principais fatores que levou a essa mudança de postura foi a expansão do mercado de luxo para as classes menos ricas. A ideia de que um indivíduo hoje pode comprar o mesmo Rolls-Royce que o magnata tornou esse tipo de comércio menos atrativo.

Em resumo, abriu-se uma janela enorme de buscas por itens que trouxesse de volta o padrão exclusivo desses milionários. A solução então foi encontrar artigos que custassem muitas vezes mais do que qualquer bolsa ou relógio que um consumidor de renda média possa comprar. Onde estariam esses artigos? No mundo imaterial.

Currid-Halkett chamou esse processo de atalho para a elite valorizar seu "capital cultural", reproduzindo privilégios de uma maneira que o luxo ostentando não poderia. Segundo a escritora, exibições de conhecimento expressam muito bem esse capital cultural.

A boa e velha educação

Com essa ideia de expandir o capital cultural, restou aos milionários saídas tradicionais, como a educação. O investimento em um ensino de primeira linha é uma das maneiras pelas quais os ricos agora estão mostrando sua riqueza. Nesta conta entram desde viagens enriquecedoras a Galápagos até a escolha de pré-escolas de alto nível para as crianças. Para se ter uma ideia, em 2014, os 1% mais ricos dos EUA gastaram 860% mais do que a média nacional em educação.

E vale uma nota de que os filhos não são os únicos beneficiados por essa filosofia. Os próprios milionários investem em seus conhecimentos pessoais - tudo isso regado a bons (e caros) cursos especializantes.

Todos para a academia!

Ter (e exibir) o corpo em forma também foi um dos itens que ganharam status de riqueza. Frequentar as melhores academias da cidade entrou na lista de desejos do 1% mais rico da população e, segundo a Business Insider, alguns nova-iorquinos ricos chegam a pagar até US$ 900 por mês por uma academia em Manhattan. E para turbinar o status exclusivo, um rigoroso processo de inscrição, com entrada privada e estúdio de conteúdo para influenciadores de mídia social.

Compartilhe

Exclusivo Seu Dinheiro

Até 1.000% de alta no longo prazo: saiba qual é a criptomoeda que pode subir exponencialmente com o The Merge de Ethereum

4 de setembro de 2022 - 10:00

Atualização histórica de Ethereum será concluída no próximo dia 15 de setembro, trazendo mais eficiência à rede e crescimento para cripto que está entre as principais do mundo

A XERIFE ESTÁ DE OLHO

Fintwit sob investigação: CVM aumenta fiscalização sobre influenciadores de investimentos nas redes sociais

2 de setembro de 2022 - 10:48

Com um aumento intenso de postagens de dicas relativas a investimentos na bolsa de valores no Twitter, a CVM abriu uma investigação acerca do universo da Fintwit

Balanço do mês

Bolsa e fundos imobiliários passam por virada em agosto e ficam entre os melhores investimentos do mês; bitcoin volta para a lanterna

31 de agosto de 2022 - 19:49

Primeiro lugar, no entanto, ficou com os títulos prefixados, beneficiados pela perspectiva de que a taxa Selic finalmente deve parar de subir

SEXTOU COM O RUY

Você é um pequeno investidor? Descubra as vantagens que você tem sobre o resto do mercado e ainda não sabia

19 de agosto de 2022 - 6:40

Investidores institucionais muitas vezes são obrigados a abrir mão de oportunidades das quais nós, pequenos investidores, podemos obter ganhos vultosos

MATCH POINT

Serena Williams, das quadras para o mundo dos investimentos, traz boas lições para quem quer planejar a transição de carreira

10 de agosto de 2022 - 17:10

A atleta se dividia entre as quadras de tênis e o mundo dos investimentos nos últimos seis anos; ela ainda deve disputar o torneio US Open antes de se dedicar integralmente à atividade de empresária e investidora

FII do mês

Dupla de FIIs de logística domina lista dos fundos imobiliários mais recomendados para agosto; confira os favoritos de 10 corretoras

8 de agosto de 2022 - 11:01

Os analistas buscaram as oportunidades escondidas em todos os segmentos de FIIs e encontraram na logística os candidatos ideais para quem quer um show de desempenho

Expert XP 2022

Clima de eleições embala grande reencontro do mercado financeiro na Expert XP – e traz um dilema sobre o governo Bolsonaro

5 de agosto de 2022 - 13:08

Com ingressos esgotados, a Expert XP 2022 não pôde fugir do debate entre Lula e Bolsonaro, mas esqueceu-se da terceira via

A hora e a vez da renda fixa

Onde os brasileiros investem: CDBs ultrapassam ações no 1º semestre, e valor investido em LCIs e LCAs dispara

2 de agosto de 2022 - 18:40

Volume investido em CDBs pelas pessoas físicas superou o valor alocado em ações no período; puxado pelo varejo, volume aplicado por CPFs cresceu 2,8% no período, totalizando R$ 4,6 trilhões

BALANÇO DO MÊS

Bitcoin e Ibovespa têm as maiores altas do mês e reduzem as perdas no ano; veja o ranking completo dos melhores investimentos de julho

29 de julho de 2022 - 19:10

Neste início de semestre, os humilhados foram exaltados, o dólar deu algum alívio, mas os títulos públicos atrelados à inflação continuaram apanhando

MULTIMERCADOS

Bolsa, juros, dólar ou commodities: o que comprar e o que vender segundo duas das principais gestoras de fundos brasileiras

26 de julho de 2022 - 20:59

Especialistas da Kinea e da Legacy Capital participaram do primeiro painel da Semana da Previdência da Vitreo e contaram suas visões para o cenário macroeconômico e os ativos de risco nos próximos meses

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar