Menu
2019-01-10T16:38:55-02:00
Estadão Conteúdo
Desemprego

Em um ano, construção demite 83 mil e indústria abre 38 mil vagas, diz IBGE

Indústria abriu postos em setores variados, que incluem atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas

30 de outubro de 2018
13:18 - atualizado às 16:38
Construção civil
Imagem meramente ilustrativa - Imagem: shutterstock

A construção cortou 83 mil postos de trabalho no período de um ano, segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), iniciada em 2012 pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O total de ocupados na atividade encolheu 1,2% no trimestre encerrado em setembro de 2018 ante o mesmo período de 2017.

Também houve corte de vagas em transporte, armazenagem e correio, com 13 mil demissões, uma queda de 0,3% na ocupação no setor.

Na direção oposta, a indústria abriu 38 mil vagas. A atividade de Informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas - que inclui alguns serviços prestados à indústria - registrou um crescimento de 110 mil vagas em um ano.

O setor de agricultura, pecuária, produção florestal, pesca e aquicultura contratou 137 mil empregados a mais.

Também houve aumento no contingente de trabalhadores do comércio (19 mil), alojamento e alimentação (137 mil empregados), outros serviços (404 mil pessoas), administração pública, defesa, seguridade social, educação, saúde humana e serviços sociais (504 mil vagas) e serviços domésticos (50 mil).

Desemprego

A taxa de desemprego no Brasil ficou em 11,9% no trimestre encerrado em setembro, ainda segundo dados da Pnad. No mesmo período do ano passado, a taxa estava em 12,4%. No trimestre encerrado em agosto, o resultado ficou em 12,1%. No trimestre encerrado em junho, a taxa era de 12,4%.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

O melhor do Seu Dinheiro

A Pedra Filosofal do mercado financeiro e mais destaques da noite

O minério de ferro converteu-se na pedra filosofal dos mercados: tudo o que toca, vira ouro — como as ações da Vale e das siderúrgicas

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Mercado Financeiro e a Pedra Filosofal

De certa maneira, o mercado financeiro está cheio de alquimistas: tentam transformar dinheiro em mais dinheiro. Ações, câmbio, títulos de renda fixa, fundos imobiliários — no fim, o objetivo dos investidores é multiplicar o patrimônio. O problema é que não há fórmula mágica. Nem sempre as poções funcionam; na verdade, é relativamente comum que o […]

FECHAMENTO

Commodities dão força extra e bolsa fecha o dia em alta firme enquanto NY fica no vermelho

Com o exterior negativo, restou ao setor de commodities e energia salvar o Ibovespa da cautela. O dólar à vista aproveitou e teve um dia de leve queda

Oferta de ações

Softbank deve participar do IPO da Dotz, dizem fontes

Mesmo com a participação do fundo japonês e da presença de dois investidores-âncora, a demanda pelas ações da Dotz no IPO ainda está apertada, segundo fontes

Alta nos preços chama atenção

Governo Biden ‘leva possibilidade de inflação muito a sério’, diz Casa Branca

A porta-voz do governo reforçou, no entanto, que a maioria dos analistas econômicos avalia que haverá um avanço temporário dos preços no país

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies