Menu
2018-09-27T14:50:13-03:00
A caminho da meta

PIB dos EUA cresce dentro do esperado

No primeiro trimestre do ano, a taxa de crescimento do país foi de 2,2%

27 de setembro de 2018
14:49 - atualizado às 14:50
Presidente dos EUA, Donald Trump
Presidente dos EUA, Donald Trump - Imagem: Shutterstock

O Produto Interno Bruto (PIB) dos Estados Unidos cresceu 4,2% no segundo trimestre, mostrou a terceira e última leitura do indicador, publicada nesta quinta-feira, 27, pelo Departamento do Comércio. Analistas ouvidos pelo Wall Street Journal previam alta um pouco maior, de 4,3%.

O valor coloca o país no caminho de atingir a meta do presidente Donald Trump, que prevê crescimento anual de 3%.

O resultado coincide com a estimativa divulgada em agosto pelo Departamento do Comércio. No primeiro trimestre do ano, a taxa de crescimento do país foi de 2,2%.

Avanços

Os números divulgados hoje mostram que os gastos dos consumidores, que representam mais de dois terços da produção econômica dos EUA, avançaram à taxa anualizada de 3,8%, estimativa sem revisão ante a leitura anterior. O investimento das empresas, por sua vez, foi um pouco mais forte do que o antes estimado, em alta de 8,7%, de 8,5% antes calculado.

O Departamento do Comércio informou que o comércio global acrescentou 1,22% ao PIB americano no segundo trimestre, quando na estimativa anterior esse acréscimo havia sido calculado em 1,17 ponto porcentual. As exportações foram revisadas em alta e as importações, em baixa.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

ENERGIA

País tem ‘folga’ de energia pelo menos até 2024

“Temos uma folga estrutural, pois tivemos um aumento de capacidade instalada sem a contrapartida de aumento de consumo”, diz Cristopher Vlavianos

ESTÍMULO PARA AS EMPRESAS

China anuncia medidas para ampliar crédito a empresas atingidas pelo coronavírus

Em reunião presidida pelo primeiro-ministro Li Keqiang, o conselho disse que aumentará em 500 bilhões de yuans (US$ 71,2 bilhões) a cota de refinanciamento para empréstimos de bancos a pequenas empresas e fazendeiros

EM BUSCA DE PROTEÇÃO

Temor global com coronavírus faz ouro alcançar maior cotação desde 2013

Apenas neste ano, o ETF acumula alta de 8,25%. A razão para a valorização é uma só: ele é considerado porto seguro de quem investe quando o cenário externo parece mais incerto

JUROS

Crescem apostas do mercado de que FED pode cortar juros nas próximas reuniões

Dados do CME Group mostram que os investidores enxergam 18,8% de chance de um novo corte de juros de 0,25 ponto porcentual na reunião do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) de março

CRIPTOMOEDAS

Buffett volta a dizer que “criptomoedas não têm valor e que nunca terá uma”

Apesar de não gostar muito das moedas digitais, o bitcoin não vem fazendo feio. Nos últimos 12 meses, a criptomoeda acumula valorização de 191,50%

SELEÇÃO DE NOTÍCIAS

No radar: Mercados com os nervos à flor da pele

Olá! Os mercados brasileiros continuam fechados nesta terça-feira (25), por causa do Carnaval. O timing dessa parada foi oportuno, já que, lá fora, o clima é de enorme tensão entre os investidores. O aumento súbito nos casos de coronavírus fora da China fez as bolsas globais despencarem na segunda-feira (24). E, hoje, a situação não […]

DE OLHO NA TECNOLOGIA

BC quer criação de fundo para projetos de tecnologia

Os recursos virão de valores pagos pelos bancos ao BC, para uso de sistemas tecnológicos

AS DICAS DO GURU

Coronavírus é ‘assustador’, mas não é hora de vender ações, para Warren Buffett

“Compramos ações para ficar por 20, 30 anos e achamos que o cenário para 20, 30 anos não mudou pelo coronavírus.”

AÇÕES

ADRs do Brasil fecham em forte queda em NY; Vale cai 7,5% e Petrobras recua 6,7%

Os grandes bancos também amargaram perdas importantes em Nova York, embora menores que Petrobras e Vale

OLHO NO VÍRUS

Brasil amplia lista de países para definir suspeitos de coronavírus

Com a nova atualização, a lista agora inclui, além da Itália, Alemanha, França, Austrália, Filipinas, Malásia, Irã e Emirados Árabes

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements