Menu
2019-04-20T15:31:03-03:00
Estadão Conteúdo
GUERRA COMERCIAL

China não alterou práticas ‘injustas e não razoáveis’, dizem EUA

O presidente Donald Trump voltou a dizer que pode levar adiante a ameaça de impor mais tarifas comerciais contra a China pelas práticas supostamente injustas do país.

20 de novembro de 2018
21:46 - atualizado às 15:31
Luta de boxe entre Estados Unidos e China
Imagem: Shutterstock

O Escritório do Representante de Comércio dos Estados Unidos (USTR, na sigla em inglês) divulgou relatório nesta terça-feira, no qual atualiza sua investigação sobre o comportamento da China. O documento analisa as políticas e práticas de Pequim relacionadas à transferência de tecnologia, propriedade intelectual e inovação. Na avaliação do USTR, a potência asiática "não alterou fundamentalmente suas práticas injustas, não razoáveis e que distorcem o mercado".

O governo americano tem pressionado a China para mudar sua postura nesses aspectos. Hoje, o presidente Donald Trump voltou a dizer que pode levar adiante a ameaça de impor mais tarifas comerciais contra a China pelas práticas supostamente injustas do país. Nesse quadro, o USTR afirma que planeja manter seus esforços para monitorar qualquer novo acontecimento no setor.

Os EUA listam no relatório comportamentos chineses como restrições à posse de empresas por estrangeiros, processos de licenciamento, a exigência de transferência de tecnologia e a regulação deste setor na China como favoráveis ao próprio país, em detrimento dos demais.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Nova esperança?

Estados Unidos planejam investir US$ 3,2 bilhões em antivirais para tratar covid-19 e outras doenças

Segundo o Dr. Fauci, principal conselheiro do presidente Joe Biden no combate à pandemia, novo programa vai acelerar o que já está em andamento

PODCAST MESA QUADRADA

De pintor de parede a chef renomado, Alex Atala diz que competitividade foi empurrão: ‘se não fosse provocado, seria um bundão’

Chef de cozinha fala sobre sua trajetória e comenta crises e investimentos bem sucedidos

Amor e presentes

Demanda por crédito no País sobe 13% em maio, impulsionada por Dia das Mães

Índice Neurotech revela que o aumento das vendas no varejo, especialmente nas lojas de departamento e vestuário durante a data comemorativa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies