Menu
2019-04-20T15:31:03-03:00
Estadão Conteúdo
GUERRA COMERCIAL

China não alterou práticas ‘injustas e não razoáveis’, dizem EUA

O presidente Donald Trump voltou a dizer que pode levar adiante a ameaça de impor mais tarifas comerciais contra a China pelas práticas supostamente injustas do país.

20 de novembro de 2018
21:46 - atualizado às 15:31
Luta de boxe entre Estados Unidos e China
Imagem: Shutterstock

O Escritório do Representante de Comércio dos Estados Unidos (USTR, na sigla em inglês) divulgou relatório nesta terça-feira, no qual atualiza sua investigação sobre o comportamento da China. O documento analisa as políticas e práticas de Pequim relacionadas à transferência de tecnologia, propriedade intelectual e inovação. Na avaliação do USTR, a potência asiática "não alterou fundamentalmente suas práticas injustas, não razoáveis e que distorcem o mercado".

O governo americano tem pressionado a China para mudar sua postura nesses aspectos. Hoje, o presidente Donald Trump voltou a dizer que pode levar adiante a ameaça de impor mais tarifas comerciais contra a China pelas práticas supostamente injustas do país. Nesse quadro, o USTR afirma que planeja manter seus esforços para monitorar qualquer novo acontecimento no setor.

Os EUA listam no relatório comportamentos chineses como restrições à posse de empresas por estrangeiros, processos de licenciamento, a exigência de transferência de tecnologia e a regulação deste setor na China como favoráveis ao próprio país, em detrimento dos demais.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Sem resultado

STF suspende julgamento de tributação por Estados de herança enviada do exterior

Um pedido de vista do ministro do STF, Alexandre de Moraes, suspendeu a votação, que não tem data para ser retomada.

Vai entrar?

Ant Group, de Jack Ma, deve levantar US$ 35 bi no maior IPO da história

Antes de seu IPO, a Ant será avaliada em aproximadamente US$ 280 bilhões.

dia negativo

Ações de shoppings, aéreas e CVC tombam no Ibovespa com repique de covid-19 lá fora

Investidores temem aumento de casos do coronavírus nos Estados e na Europa, ponderando possíveis medidas de distanciamento social com efeitos sobre essas empresas

dados oficiais

Balança: Superávit na 4ª semana de outubro foi de US$ 1,5 bilhão

Segundo a Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia, o valor foi alcançado com exportações de US$ 4,604 bilhões e importações de US$ 3,025 bilhões

PODCAST GRATUITO

Como foi possível essa empresa se multiplicar por 6 vezes em 2 anos?

Na edição de hoje do Tela Azul Empiricus, nós contamos a história da DocuSign, uma daquelas sagas que você vai ficar se perguntando: “como eu deixei passar essa?”

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies