Menu
2018-12-20T15:19:35-02:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Em pé de guerra com a Justiça

Mais um obstáculo: juiz suspende novamente negociações entre Embraer e Boeing

Processo foi aberto por sindicatos de metalúrgicos de São José dos Campos, Botucatu e Araraquara – que representam a funcionários da Embraer-, juntamente com a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos. Após a suspensão das negociações, as ações ordinárias apresentaram leve queda de 0,62%.

20 de dezembro de 2018
12:54 - atualizado às 15:19
Embraer – Boeing
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Ainda que o dia tenha sido positivo para os investidores que apostam no acordo entre Boeing e Embraer com as notícias de pagamentos extraordinários de dividendos, uma liminar protocolada ontem suspendeu qualquer ato concreto de transferência da parte comercial da empresa brasileira. É a segunda vez que o juiz Victorio Guizio Neto da 24ª Vara Federal Cível de São Paulo concede liminar para barrar as negociações entre as duas companhias. A Advocacia Geral da União (AGU) já avisou que vai recorrer da decisão ainda hoje.

A diferença é que agora o processo foi aberto por sindicatos de metalúrgicos de São José dos Campos, Botucatu e Araraquara - que representam a funcionários da Embraer-, juntamente com a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos. Após a suspensão das negociações, as ações ordinárias apresentaram leve queda de 0,62%.

Ao ser procurada, a Embraer informou em nota que "a companhia tomará todas as medidas judiciais cabíveis para reverter a referida decisão e manterá seus acionistas e o mercado informados acerca de quaisquer desdobramentos relevantes relativos à Ação Popular.

Da última vez, o interrompimento do processo foi protocolado por uma ação dos deputados federais do PT Paulo Pimenta (RS), Carlos Zarattini (SP), Nelson Pellegrino (BA)  e Vicente Cândido (SP) contra a companhia brasileira. A ação foi revogada quatro dias depois pelo Tribunal Regional Federal da 3ª região (TRF3), por ordem da AGU.

*Com informações da Agência Estado

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Melhorias no ar

Azul divulga projeções e aposta em recuperação total no início de 2022

A companhia aérea foi a única das Américas a aumentar seu caixa em 2020 e aposta em um Ebitda de cerca de R$ 4 bilhões no próximo ano

Podcast Tela Azul

CASH3: Conheça a Méliuz, sua estratégia de cashback e saiba por que esta ação tech está bombando

Em entrevista para o Podcast Tela Azul da Empiricus, Lucas Marques, COO da Méliuz, conta sobre a onda da estratégia de cashback e como ela funciona. É falado também do atual foco da companhia em Growth, e dos planos futuros. Entenda o que é o “jabutiCAC”, jargão que surgiu nesta edição.

Desceu redondo

Na Ambev, a venda de cerveja garantiu o happy hour no primeiro trimestre

A Ambev reportou forte crescimento na receita líquida e no lucro no primeiro trimestre, impulsionada pelas vendas de cerveja no Brasil

cardápio dos balanços

Balanços de Copel, Braskem, Azul e outros mexem com o mercado nesta quinta; veja os destaques

Só no Ibovespa, foram ao menos cinco companhias que revelaram os resultados do primeiro trimestre entre esta quarta e quinta; desempenho mexe com os papéis das companhias

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies