Menu
2018-12-20T15:19:35-02:00
Bruna Furlani
Bruna Furlani
Jornalista formada pela Universidade de Brasília (UnB). Fez curso de jornalismo econômico oferecido pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Tem passagem pelas editorias de economia, política e negócios de veículos como O Estado de S.Paulo, SBT e Correio Braziliense.
Em pé de guerra com a Justiça

Mais um obstáculo: juiz suspende novamente negociações entre Embraer e Boeing

Processo foi aberto por sindicatos de metalúrgicos de São José dos Campos, Botucatu e Araraquara – que representam a funcionários da Embraer-, juntamente com a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos. Após a suspensão das negociações, as ações ordinárias apresentaram leve queda de 0,62%.

20 de dezembro de 2018
12:54 - atualizado às 15:19
Embraer – Boeing
Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Ainda que o dia tenha sido positivo para os investidores que apostam no acordo entre Boeing e Embraer com as notícias de pagamentos extraordinários de dividendos, uma liminar protocolada ontem suspendeu qualquer ato concreto de transferência da parte comercial da empresa brasileira. É a segunda vez que o juiz Victorio Guizio Neto da 24ª Vara Federal Cível de São Paulo concede liminar para barrar as negociações entre as duas companhias. A Advocacia Geral da União (AGU) já avisou que vai recorrer da decisão ainda hoje.

A diferença é que agora o processo foi aberto por sindicatos de metalúrgicos de São José dos Campos, Botucatu e Araraquara - que representam a funcionários da Embraer-, juntamente com a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos. Após a suspensão das negociações, as ações ordinárias apresentaram leve queda de 0,62%.

Ao ser procurada, a Embraer informou em nota que "a companhia tomará todas as medidas judiciais cabíveis para reverter a referida decisão e manterá seus acionistas e o mercado informados acerca de quaisquer desdobramentos relevantes relativos à Ação Popular.

Da última vez, o interrompimento do processo foi protocolado por uma ação dos deputados federais do PT Paulo Pimenta (RS), Carlos Zarattini (SP), Nelson Pellegrino (BA)  e Vicente Cândido (SP) contra a companhia brasileira. A ação foi revogada quatro dias depois pelo Tribunal Regional Federal da 3ª região (TRF3), por ordem da AGU.

*Com informações da Agência Estado

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Prévia operacional

Cury bate recorde de lançamentos e vendas em 2020

Lançamentos da construtora voltada para o segmento de baixa renda totalizaram R$ 1,541 bilhão, enquanto vendas líquidas foram de R$ 1,346 bilhão

Principais taxas da Europa

BCE mantém instrumentos de política monetária, incluindo juros e nível do QE

As compras de ativos emergenciais foram mantidas em 1,85 bilhão de euros e o BCE informou que manterá o PEPP até pelo menos o final de março de 2022.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Revolta

Lojistas de shopping vão à Justiça para mudar índice de reajuste de aluguel

Indicador tradicionalmente usado para corrigir contratos de aluguel, o IGP-M subiu 23,14% em 2020, a maior alta em quase duas décadas.

BOA NOTÍCIA

Acionistas vão se beneficiar da nova política de dividendos da Copel

Novos parâmetros definidos pela empresa podem resultar em pagamentos significativos no curto prazo, segundo Goldman Sachs

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies