Menu
2019-04-04T14:41:44-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Última semana de balanços

Com previsão de resultados mais fracos, Eletrobras é destaque entre os balanços da semana; Braskem também está no radar

As projeções de analistas consultados pela Bloomberg projetam um lucro de R$ 17 milhões para a estatal no 3º trimestre

12 de novembro de 2018
6:02 - atualizado às 14:41
Torre de transmissão de energia elétrica
Lucro da Eletrobras deve vir muito menor do que no 2º trimestreImagem: Shutterstock

Na última semana da temporada de balanços do 3º trimestre, o papel de protagonista será do resultado da Eletrobras. Em meio a um conturbado processo de privatização e de venda de distribuidoras no Congresso, a companhia deve ver seu lucro líquido trimestral despencar. O balanço está previsto para ser divulgado nesta segunda-feira, 12, depois do fechamento dos mercados.

As projeções de analistas consultados pela Bloomberg mostram um lucro de R$ 17 milhões no 3º período do ano. O número é ínfimo se comparado com os R$ 2,7 bilhões de lucro registrados no 2º trimestre e os R$ 449 milhões no 3º trimestre do ano passado.

Outros indicadores do balanço, no entanto, devem mostram um panorama menos negativo para a estatal. A receita líquida da empresa, prevista para alcançar R$ 7,4 bilhões, deve vir um pouco menor do que mesmo período do ano passado (R$ 7,5 bilhões).

Esse mesmo cenário é desenhado pelo mercado para a geração de caixa da Eletrobras, medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, depreciação e amortização). Com projeção de R$ 1,3 bilhão no trimestre, o Ebitda deve recuar 5% na comparação ano a ano.

Veja as principais estimativas:

Braskem também pode fazer preço

Outro balanço que tem potencial para movimentar a bolsa nesta semana é o da Braskem. Mesmo com um resultado mais fraco do que o 3º trimestre de 2017, a empresa tem tudo para vir melhor do que no segundo período deste ano. Um dos destaques será a recuperação da geração de caixa, que no 2º trimestre ficou em R$ 3,1 milhões e agora deve fechar setembro em R$ 2,4 bilhões. A Braskem divulga seus números nesta segunda-feira, 12, após o fechamento do pregão.

Confira as projeções:

Projeção para o 3º trimestre/2018

Lucro Líquido ajustado: R$ 736,500 milhões
Ebitda: R$ 2,475 bilhões
Receita: R$ 15,717 bilhões

No 3º trimestre de 2017

Lucro Líquido ajustado: R$ 799 milhões
Ebitda: R$ 2,746 bilhões
Receita: R$ 12,162 bilhões

Já a BR Malls, que também faz parte do Ibovespa, deve trazer resultados fortes em seu balanço, previsto para sair na terça-feira, 13, à noite. Veja as estimativas da Bloomberg:

Projeção para o 3º trimestre/2018

Lucro Líquido ajustado: R$ 115,600 milhões
Ebitda: R$ 218,000 milhões
Receita: R$ 312,286 milhões

No 3º trimestre de 2017

Lucro Líquido ajustado: R$ 57,277 milhões
Ebitda: R$ 206,981 milhões
Receita: R$ 301,968 milhões

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

ESTRADA DO FUTURO

Os três setores mais lucrativos em tecnologia, e por que você deve investir neles

Integração entre softwares e Inteligência Artificial são dois dos segmentos que devem fazer parte de qualquer portfólio de investimentos vencedor

Ano de eleição

Promessas de Bolsonaro estouram “folga” do Orçamento em 2022

A ampliação do Bolsa Família e um eventual aumento de 5% nos salários do funcionalismo público já superam o espaço adicional de R$ 25 bilhões para o próximo ano

Nova esperança?

Estados Unidos planejam investir US$ 3,2 bilhões em antivirais para tratar covid-19 e outras doenças

Segundo o Dr. Fauci, principal conselheiro do presidente Joe Biden no combate à pandemia, novo programa vai acelerar o que já está em andamento

PODCAST MESA QUADRADA

De pintor de parede a chef renomado, Alex Atala diz que competitividade foi empurrão: ‘se não fosse provocado, seria um bundão’

Chef de cozinha fala sobre sua trajetória e comenta crises e investimentos bem sucedidos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies