Menu
2018-12-20T18:55:17-02:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Câmbio

Banco Central anuncia nova oferta de US$ 1 bilhão nesta sexta-feira

Pelo segundo pregão consecutivo, BC oferta dólares no mercado à vista de câmbio. No mercado futuro, rolagem de swaps que vencem em janeiro acaba amanhã

20 de dezembro de 2018
18:55
dólar
Imagem: Shutterstock

O Banco Central (BC) fará nova oferta de linha com compromisso de recompra no pregão desta sexta-feira. Além disso, também foi elevado o lote do leilão de swap feito para rolar os contratos que vencem em janeiro.

No mercado à vista, a oferta será de até US$ 1 bilhão e ocorre entre 12h15 e 12h35, com vencimentos em fevereiro e março de 2019. Essas operações têm sido usuais desde o fim de novembro e são comuns nos períodos de fim de ano em função do aumento na demanda por moeda à vista pelas empresas que fecham balanços e remetem os recursos para fora do país. O presidente do BC, Ilan Goldfajn, falou sobre o assunto em entrevista nesta quinta-feira.

Os dados sobre o fluxo cambial nas duas primeiras semanas de dezembro mostram uma saída de US$ 3,5 bilhões, depois de uma retirada de mais de US$ 6,6 bilhões ao longo do mês de novembro.

Nesta quinta-feira, o dólar comercial encerrou o dia em baixa de 0,83%, a R$ 3,8561. A queda aconteceu apesar da forte instabilidade nos mercados internacionais.

O estoque de linhas ofertado ao mercado está em US$ 4,5 bilhões vincendos em 4 de fevereiro de 2019 e US$ 3,75 bilhões vincendos em 6 de março de 2019. Do total de US$ 8,25 bilhões, US$ 7 bilhões são “linhas novas” colocadas no mercado e US$ 1,25 bilhão é referente à rolagem de operação feita em agosto e que venceria no começo de dezembro.

Swaps

Desde o começo do mês o BC vem fazendo a rolagem dos swaps cambiais que venceriam em janeiro. Na sexta-feira, o lote ofertado será um pouco maior que o visto nos últimos dias e, com isso, será completada a rolagem do lote de US$ 10,4 bilhões. Fica a expectativa se ao longo de janeiro o BC fará a rolagem dos US$ 13,4 bilhões que vencem em fevereiro de 2019.

Quando o BC promove a rolagem integral dos contratos de swaps ele se mantém “neutro” no mercado, sem alterar o atual estoque de US$ 68,9 bilhões. Se a opção fosse por não realizar a rolagem ou mesmo pela rolagem parcial, o efeito líquido no mercado seria de compra de dólares no mercado futuro.

O swap é um derivativo que relaciona a variação cambial com a taxa de juros em determinado período de tempo. Ele é engenhoso pois é capaz de prover proteção cambial aos agentes de mercado com toda sua liquidação acontecendo em reais. Não se gasta um centavo das reservas.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

ESTRADA DO FUTURO

Um pé no abismo e outro na casca de banana: como identificar ações de empresas decadentes

Excesso de otimismo, planos mirabolantes e desprezo pela inovação estão entre as receitas para uma empresa falhar, segundo o gestor que se dedicou a descobrir empresas terríveis

Novo competidor

Grupo catarinense que fatura R$ 8,8 bi vai abrir 1º atacarejo no estado de SP

O Grupo Pereira vai abrir uma unidade da Fort Atacadista, sua bandeira de atacarejo, na cidade de Jundiaí; forte competição em SP é desafio

Tensão em Brasília

Racha no Congresso põe reformas em xeque

A decisão do presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), de fatiar a reforma tributária foi vista como a pá de cal nas chances de avanço das reformas no Congresso até o fim do atual governo. Embora Lira tenha prometido abrir o diálogo com o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para definir os próximos passos, […]

Rapidinhas da semana

BLINK: Itaúsa, B2W, Eletrobras e mais recomendações rápidas

Felipe Miranda, sócio-fundador e CIO da Empiricus, fala sobre Alpargatas, Eletrobras, Itaúsa, Lojas Americanas e muito mais no Blink

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies