Menu
2018-10-07T09:56:12-03:00
Fernando Pivetti
Fernando Pivetti
Jornalista formado pela Universidade de São Paulo (USP). Foi repórter setorista de Banco Central no Poder360, em Brasília, redator no site EXAME e colaborou com o blog de investimentos Arena do Pavini.
Na terra do yuan

Reservas cambiais da China caem em setembro e BC volta a agir sobre a moeda local

Acúmulo de moeda recuou US$ 22,69 bilhões ao longo do mês passado, levando as reservas a somarem US$ 3,087 trilhões

7 de outubro de 2018
9:56
yuan-china
Reservas cambiais da China voltaram a encolher pelo segundo mês consecutivo -

As reservas cambiais da China voltaram a encolher em setembro pelo segundo mês consecutivo. Esse resultado é um reflexo direto das medidas que o Banco do Povo da China (PBoC, o BC do país) vem implantando para intensificar seus esforços com o objetivo de estabilizar a moeda local, o yuan.

O acúmulo de moeda recuou US$ 22,69 bilhões ao longo do mês passado, levando as reservas a somarem US$ 3,087 trilhões. Vale lembrar que, em agosto, as reservas cambiais caíram US$ 8,23 bilhões.

Entre as medidas do PBoC sobre o câmbio foi a reintrodução de um mecanismo para fixar o valor diário oficial da moeda em relação ao dólar. Além disso, o banco implantou uma exigência que torna mais caro para os investidores apostarem contra o yuan.

Mais lenha na fogueira

Depois que saíram os dados de reservas cambiais de setembro, o PBoC anunciou neste domingo, 7, a redução em 1 ponto porcentual na taxa de compulsório que a maioria dos bancos comerciais deve manter a partir de 15 de outubro.

O índice oficial de reservas compulsórias para os grandes bancos estatais da China cairá de 15,5% para 14,5%, quando o corte entrar em vigor, de acordo com o provedor de dados Wind Information.

Segundo o PBoC, o corte liberará mais 1,2 trilhão de yuans (US$ 174,72 bilhões) em recursos aos clientes para ajudar pequenas empresas, além de compensar os empréstimos de curto prazo dos bancos.

A ação, amplamente esperada pelos economistas, marca o quarto ajuste no compulsório pelo PBoC neste ano, após cortes em janeiro, abril e junho.

A medida de estímulo foi anunciada em meio a dados recentes que mostraram que a economia chinesa está perdendo força, com a guerra comercial prejudicando os fabricantes chineses.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

mercados hoje

Ibovespa tenta manter rali em meio à queda em NY; dólar cai de olho em agenda econômica

Índice caminha para terminar novembro em alta de 18%, enquanto moeda norte-americana deve fechar mês caindo 8%

Razões para sorrir

Com estratégia pulverizada ao longo de novembro, Black Friday fez Magalu crescer mais de 100% no digital

Na ressaca da Black Friday, os investidores pesam o desempenho das companhias de varejo nos últimos dias. Por volta das 10h50, as ações do Magalu subiam 2,03%.

Boas notícias

Ações da Moderna sobem mais de 10% após confirmação de eficácia da vacina e pedido para uso emergencial

Além dos números finais, a empresa também anunciou que irá solicitar a autorização para uso emergencial da vacina junto a FDA e EMA

relatório focus

Economistas elevam pela 16ª semana seguida projeção para inflação em 2020

Aceleração dos preços dos alimentos faz mediana de estimativas para IPCA avançar par 3,54%, segundo BC

Tudo que vai mexer com seu dinheiro hoje

13 notícias para começar o dia bem informado

Acabou a eleição, acabou novembro e chegamos ao dia mais feliz do ano (ao menos para parte da população brasileira assalariada). Sim, hoje é dia 30 de novembro, cai salário na conta e também a primeira parcela do 13º.  Nada como um dinheirinho para melhorar o humor na segunda-feira.  O dia começa com clima de […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies