Menu
2018-09-26T09:25:40-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Menos tarifas

EUA abrem ‘passagem’ para calçados estrangeiros

Nova lei americana reduzirá tarifas de importação sobre calçados; empresas brasileiras já têm planos de aproveitar o benefício

26 de setembro de 2018
9:07 - atualizado às 9:25
Donald Trump
Lei americana reduzirá tarifas de importação sobre calçados; empresas brasileiras já têm planos de aproveitar o benefício - Imagem: Shutterstock

Uma nova lei de comércio exterior nos Estados Unidos deve beneficiar os exportadores brasileiros de calçados. A informação é do jornal "Valor Econômico" desta quarta-feira, 26.

A lei "Miscellaneous Tariff Bill Act 2018", que entrará em vigor em outubro deste ano e tem vigência até 2020, irá reduzir a tarifa de importação de mais de 1,6 mil produtos, entre eles os calçados.

Entram na lista os calçados de couro, tecidos e sintéticos. Até o momento, elas variam de 6% a 37,5%.

Cerca de 60% dos calçados exportado aos EUA já são isentos de tarifa. Agora, os outros 40% devem ter tarifas reduzidas, disse a coordenadora de Inteligência de Mercado da Associação Brasileira das indústrias de Calçados (Abicalçados), Priscla Link, ao "Valor".

Entre as empresas brasileiras do ramo entrevistadas pelo jornal, como a Ramés Soulmade Shoes e a Kidy Calçados Infantis, já há uma expectativa de aumento nos níveis de exportação para os EUA.

Perda de protagonismo

O Brasil vem perdendo espaço no mercado de calçados principalmente para países asiáticos, como a China.

No ano passado, os EUA importaram 2,38 bilhões de pares de calçados, o equivalente a US$ 25,14 bilhões. Cerca de 71% dos pares e 59% do valor foram chineses, ainda de acordo com o "Valor".

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

UM PORTO SEGURO PARA SEUS INVESTIMENTOS

A economia está morrendo… O que você pode fazer para se salvar?

A impressão de dinheiro nunca gerou prosperidade sustentável. A impressão de dinheiro sempre causou pobreza para os que trabalham por dinheiro. É por isso que eu sugiro que você compre…

coronavírus no brasil

Brasil passa da marca de 1,5 milhão de casos confirmados de covid-19

Do total de infectados até o momento, 868.372 já se recuperaram

ministro da Economia

Presidente está determinado a seguir em frente com reformas, diz Guedes

Guedes voltou a traçar um prognóstico positivo para a recuperação da atividade econômica após o momento mais dramático dos efeitos da pandemia do novo coronavírus

seu dinheiro na sua noite

Aqui, ali, em qualquer lugar

Os protestos surgiram logo no primeiro dia da quarentena aqui em casa. O André, meu filho mais velho, reclamou de tédio, e não demorou até ganhar a adesão da Helena. A situação se acalmou depois que a escola adotou as aulas virtuais. Mas com as férias a partir desta semana já começo a temer por novas “manifestações”. […]

gigante estatal

Petrobras aguarda autorização da ANP para avançar com diesel vegetal

A Petrobras está em fase final de desenvolvimento da tecnologia que permitirá a produção de óleo diesel de origem vegetal em suas refinarias, afirmou o diretor de Relacionamento Institucional da estatal, Roberto Ardenghy

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements