Menu
2018-11-05T06:42:30-02:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Meta ousada

China quer importar R$ 40 trilhões em bens e serviços nos próximos 15 anos

Presidente chinês pretende reduzir tarifas para tornar as importações mais acessíveis e tratar empresas domésticas e estrangeiras da mesma forma

5 de novembro de 2018
6:42
presidente-da-china
Imagem: Fotos Públicas/Kremlin

O presidente da China, Xi Jinping, disse nesta segunda-feira que seu país pretende importar mais de US$ 30 trilhões em bens e outros US$ 10 trilhões em serviços nos próximos 15 anos. No ano passado, o gigante asiático importou US$ 1,74 trilhão em bens e US$ 468 bilhões em serviços.

Xi, que discursou na abertura de uma feira de importação em Xangai, destacou a atratividade do mercado chinês, que conta com uma população de 1,3 bilhão de pessoas e constitui a segunda maior economia do mundo.

"A economia chinesa não é uma lagoa, mas um oceano", disse Xi. "Ventos fortes e tempestades podem perturbar uma lagoa, mas nunca um oceano", afirmou o presidente.

Menos tensões

Em seu pronunciamento, Xi reiterou promessas que Pequim tem feito este ano para tentar reduzir as atuais tensões comerciais com os EUA. Ele afirmou que a China pretende reduzir tarifas para tornar as importações mais acessíveis, tratar empresas domésticas e estrangeiras da mesma forma e aprimorar a proteção de direitos à propriedade intelectual de companhias com a adoção de medidas punitivas.

Líderes e funcionários de alto escalão dos governos de mais de dez países - do Paquistão à Rússia -, assim como chefes do Fundo Monetário Internacional (FMI) e da Organização Mundial do Comércio (OMC), estiveram presentes para o discurso de Xi no evento em Xangai.

Em outras áreas, Xi disse que a Bolsa de Valores de Xangai vai testar uma novo sistema de registro para empresas que pretendam abrir capital e estudar formas de ajudar startups inovadoras a levantar recursos.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Reflexos da pandemia

Com coronavírus, lucro do Iguatemi cai 77,5% no 1º tri, para R$ 12,5 milhões

Operadora de shopping centers viu queda nas vendas, na receita líquida e no Ebitda com fechamento da maioria das lojas no fim de março por conta da pandemia

Atualização do Ministério da Saúde

Brasil tem 391.222 casos confirmados e 24.512 mortes pelo coronavírus

Segundo Ministério da Saúde, 158.593 pacientes foram recuperados

Projeto de ajuda a Estados

Bolsonaro diz não poder mais socorrer Estados e insiste na reabertura da economia

“Nós não podemos continuar socorrendo Estados e municípios que devem no meu entender de forma racional começar a abrir o mercado”, afirmou

seu dinheiro na sua noite

Magalu à prova de coronavírus

No último dia 18 de março, o Ibovespa amargou uma queda de 10,35%, depois de passar pela sexta vez no mês por um circuit breaker – a paralisação que acontece toda vez que o principal índice da bolsa cai mais de 10% durante um pregão. Nesse mesmo dia, as ações do Magazine Luiza registraram uma […]

Condição para socorro financeiro

MP que concede reajuste salarial a policiais e bombeiros no DF é publicada

Hoje, o presidente Jair Bolsonaro disse que deve sancionar o projeto de socorro a Estados e municípios até amanhã; edição de medida provisória era uma das condições para a sanção

Energia elétrica

Aneel retira de pauta reajuste da Cemig e prorroga vigência de tarifas atuais

Com isso, as tarifas atuais serão prorrogadas até 30 de junho

Pessimismo aumenta

IIF passa a prever que PIB do Brasil terá contração de 6,9% em 2020

Em relatório divulgado nesta terça-feira, 26, a instituição explica que a crise terá efeitos duradouros para o País

Mais alívio no câmbio

R$ 5,35: com uma ajuda do exterior, o dólar zerou os ganhos no mês e virou para queda

O clima tranquilo visto nos mercados globais abriu espaço para mais uma queda no dólar à vista — a sexta nas últimas sete sessões. Com isso, a moeda americana voltou aos níveis do fim de abril, afastando-se cada vez mais do patamar dos R$ 6,00

Títulos públicos

Tesouro Direto tem emissão líquida recorde de R$ 1,57 bilhão em abril

Com a emissão recorde, o estoque do programa fechou abril em R$ 60,24 bilhões, um aumento de 3,1% em relação ao mês anterior (R$ 58,44 bilhões)

Em meio à pandemia

56,6 milhões de brasileiros já receberam auxílio emergencial, diz Caixa

Todos receberam o pagamento da primeira parcela do benefício, no valor total de R$ 39,9 bilhões, enquanto 44,2 milhões de brasileiros também já receberam a segunda parcela, em um total de R$ 30,9 bilhões

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements