Menu
2019-04-04T14:08:30-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Queda de 41,9% na comparação anual

Cesp tem prejuízo líquido de R$ 102 milhões no 3º trimestre

Em nove meses neste ano, a estatal paulista acumula ganhos de R$ 235,18 milhões

14 de novembro de 2018
19:33 - atualizado às 14:08
energia
Prejuízo da companhia recuou mais de 40% em relação ao 3º trimestre de 2017 - Imagem: Shutterstock

A Companhia Energética de São Paulo (Cesp) fechou o terceiro trimestre deste ano com prejuízo líquido de R$ 102,08 milhões, montante 41,9% menor em relação à perda de R$ 175,847 milhões anotada em igual etapa do ano passado. Em nove meses, a estatal paulista acumulou ganhos de R$ 235,18 milhões, revertendo a perda de R$ 36,492 milhões anotadas de janeiro a setembro de 2017.

A geração de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ficou negativa em R$ 66,864 milhões no terceiro trimestre, menor que os R$ 132,59 milhões negativos registrados no mesmo período do exercício anterior. No acumulado do ano até setembro, o indicador somou R$ 440,38 milhões, 128,6% acima dos R$ 192,6 milhões reportados nos primeiros nove meses de 2017.

Considerando as provisões para riscos legais, que somaram R$ 92 milhões no terceiro trimestre, o Ebitda ajustado ficou positivo em R$ 25,14 milhões, revertendo os R$ 66,3 milhões negativos de um ano antes. A margem Ebitda ajustado cresceu 24 pontos porcentuais, para 5,7%.

A receita operacional líquida da Cesp no terceiro trimestre somou R$ 440,6 milhões, crescimento de 21,5% ante igual período do ano passado. De janeiro a setembro, a expansão acumulada é de 13,3%, para R$ 1,226 bilhão.

O resultado financeiro da companhia foi negativo em R$ 11,7 milhões entre julho e setembro, ante os R$ 26,097 milhões dos mesmos meses do ano passado. No período, as receitas financeiras diminuíram 36,7%, para R$ 34,028 milhões, enquanto as despesas financeiras recuaram 37,4%, para R$ 13,9 milhões. Já as variações monetárias e cambiais aumentaram 490,6%, para R$ 31,8 milhões negativos.

*Com Estadão Conteúdo.

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

mudança nas estruturas

Acionistas da Cosan aprovam reorganização societária

Com isso, Cosan Logística e Cosa Limited serão incorporadas pela Cosan

FECHAMENTO DA SEMANA

Ano novo, vida velha: Ibovespa recua e dólar sobe mais de 2% com piora do cenário fiscal e avanço da covid-19

Semana foi negativa para os mercados brasileiros mesmo após a aprovação de vacinas e entusiasmo com Biden no exterior

preocupação

Ex-BCs dizem que atraso na vacinação preocupa por pressão fiscal

Carlos Viana disse não ver uma mudança estrutural no processo inflacionário no País, onde, assim como a atual direção do BC, vê como temporário os choques de preços

pandemia

Anvisa aprova segundo lote da vacina CoronaVac

Diferença da análise do segundo lote para o primeiro está no fato de que o envase e os processos de rotulagem e embalagem ocorrem no Instituto Butantan

tecnologia na bolsa

Méliuz, que subiu 230% desde IPO, precisa entregar visão mais clara, diz BTG

Empresa foi tema de um relatório otimista após entrevista do CEO da companhia; para banco, Méliuz impressiona pela equipe, cultura e modelo de negócios

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies