2019-04-01T11:07:28-03:00
Luis Ottoni
Luis Ottoni
Jornalista formado pela Universidade Mackenzie e pós-graduando em negócios pela Fundação Getúlio Vargas. Atuou nas editorias de economia nos portais G1, da Rede Globo, e iG.
Balanço

BRF reverte lucro em prejuízo de R$ 812 milhões no 3º trimestre

Companhia reverteu lucro de R$ 138 milhões registrados no mesmo período do ano passado

8 de novembro de 2018
9:02 - atualizado às 11:07
Imagem: Shutterstock

A BRF divulgou seus resultados para o 3º trimestre nesta quinta-feira, 8.

As principais informações divulgadas:

  • Prejuízo líquido: R$ 812 milhões
  • Receita líquida: R$ 8,767
  • Ebtida: 604 milhões

A companhia teve um prejuízo de R$ 812 milhões, revertendo lucro de R$ 138 milhões registrado no mesmo período do ano passado.

O que puxou o resultado?

Em relatório aos investidores, a empresa atribuiu o resultado a fatores como o desempenho operacional pressionado pelo aumento do preço dos grãos e maiores despesas com vendas. Além disso, citou as despesas não recorrentes de R$ 188 milhões relacionadas à Operação Carne Fraca/Trapaça da Polícia Federal além da greve dos caminhoneiros e reestruturação corporativa. O impacto do câmbio sobre as dívidas e a hiperinflação argentina também foram citados.

O Ebtida  (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado da empresa caiu 35,7%, a R$ 604 milhões ante os R$ 939 milhões registrados no mesmo período do ano passado.

Abaixo das expectativas

Já a receita líquida da BRF avançou 0,4%, a R$ 8,767  bilhões ante os 8,732 bilhões registrados em 2017. O resultado ficou abaixo da expectativa do mercado, que esperava algo em torno de R$ 9,153 bilhões, segundo a Bloomberg.

"Esse crescimento reflete os maiores volumes vendidos nos segmentos Brasil (5,6%) e Internacional (1,5%) combinado com o crescimento de 5,6% no preço médio, que foi beneficiado pelo repasse de preço nos segmentos Brasil e Halal, aliado ao melhor mix de vendas entre produtos in natura e processados", diz o relatório.

O endividamento líquido totalizou R$ 16,3 bilhões, um avanço de 4% na comparação com o trimestre anterior.

*Com Estadão Conteúdo 

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

DESTAQUES DO DIA

Commodities brilham e Gerdau (GGBR4), Braskem (BRKM5) e PetroRio (PRIO3) puxam recuperação do Ibovespa

Enquanto o Ibovespa sobe mais de 1%, o bom desempenho das empresas ligadas ao setor de commodities puxam a recuperação do índice

Bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin começa dezembro em alta e se mantém nos US$ 58 mil; Terra (LUNA) e Shiba Inu (SHIB) são destaques entre as altcoins

As criptomoedas deixam para trás um final de mês difícil e avançam apesar das últimas declarações da secretária do Tesouro dos EUA sobre a regulamentação de stablecoins

Conteúdo NovaDAX

NovaDAX diversifica portfólio com listagem de cinco novas moedas

Os investidores da plataforma agora tem mais opções de trade

BURACO NEGRO

Empresa de Elon Musk à beira da falência? Bilionário admite que o risco é real se a SpaceX não decolar

Em e-mail enviado aos funcionários, CEO descreve a existência de uma crise muito pior do que a imaginada no desenvolvimento dos motores Raptor

Índice em expansão

Casa cheia: Porto Seguro (PSSA3) e Positivo (POSI3) entram na primeira prévia do novo Ibovespa

As units da GetNet (GETT11) foram excluídas da carteira nessa primeira prévia; com isso, o Ibovespa começaria 2022 com 93 ativos