Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2018-11-01T18:20:22-03:00
Estadão Conteúdo
Recorde histórico para o mês

Balança comercial tem superávit de US$ 6,121 bilhões em outubro

Resultado foi recorde para um mês de outubro e representou uma alta de 17,9% na comparação com o mesmo mês do ano passado

1 de novembro de 2018
18:19 - atualizado às 18:20

A balança comercial brasileira registrou superávit de US$ 6,121 bilhões em outubro, de acordo com os dados divulgados pelo Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços (MDIC). Trata-se do maior saldo para outubro da série histórica, que tem início em 1989.

O valor é 17,9% maior do que o registrado em outubro do ano passado. Na quarta semana de outubro (22 a 28), o saldo comercial foi de um superávit de US$ 1,362 bilhão e, na quinta semana (29 a 31), de R$ 227 milhões.

No mês passado, as exportações somaram US$ 22,226 bilhões, uma alta de 12,4% ante outubro de 2017. Já as importações chegaram a US$ 16,105 bilhões, um salto também de 12,4% na mesma comparação.

No mês, houve um aumento nas vendas de produtos básicos (+26%), manufaturados (+5,5%), e de semimanufaturados (3,0%).

Pelo lado das importações, houve alta de combustíveis e lubrificantes (+24,2%), bens intermediários (+11,2%), bens de capital (+11,1%) e bens de consumo (+7,8%).

De janeiro a agosto, o superávit comercial soma US$ 47,721 bilhões, saldo 18,4% menor do que o registrado no mesmo período do ano passado. A previsão do governo para 2018 é que o saldo da balança comercial alcance um superávit acima de US$ 50 bilhões.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

XP anuncia investimento na edtech Resilia

A Resilia é uma edtech que combina tecnologias que potencializam o aprendizado individualizado e em comunidade com um método de ensino que capacita potenciais talentos de uma forma mais rápida para o mercado digital

Análise

Investir em ações de banco ainda é uma boa? Veja 3 motivos que deixam a XP Investimentos cautelosa

Se no ano passado a postura era otimista, agora os analistas do setor financeiro da XP estão mais cautelosos, já que o cenário é de preços elevados dos ativos e uma concorrência e intervenções regulatórias preocupantes.

REFORMA TRIBUTÁRIA

PIB pode crescer 1,6% com redução de IR para empresas, indica estudo

O cálculo de 20% teve como base comportamento das empresas depois de um dos maiores aumentos na alíquota do imposto sobre dividendos no mundo – na França, em 2013, de 15,5% para 46%

ESG

‘Equidade racial se tornou prioridade dentro da Vivo’, diz presidente

Dentro da extensa agenda ESG, que concentra ações ambientais, sociais e de governança, a Vivo aposta na equidade racial

Clube do livro

Das tulipas ao bitcoin: conheça a história das crises financeiras de uma forma irreverente

O maior trunfo de “Crash”, de Alexandre Versignassi, é nos guiar pela história da economia mundial e brasileira traçando paralelos entre o passado e o presente

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies