Menu
2019-06-07T18:40:29+00:00
Eduardo Campos
Eduardo Campos
Jornalista formado pela Universidade Metodista de São Paulo e Master In Business Economics (Ceabe) pela FGV. Cobre mercado financeiro desde 2003, com passagens pelo InvestNews/Gazeta Mercantil e Valor Econômico cobrindo mercados de juros, câmbio e bolsa de valores. Há 6 anos em Brasília, cobre Banco Central e Ministério da Fazenda.
Foco nos números

Relator da comissão especial defende R$ 1 trilhão com reforma da Previdência e Guedes se diz otimista

Tucano Samuel Moreira disse que não há desentendimento com governo e que há união em torno da proposta

20 de maio de 2019
16:28 - atualizado às 18:40
Deputado Samuel Moreira (PSDB/SP)
Moreira disse ter convicção da necessidade de um forte impacto fiscal na reforma - Imagem: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

Ao lado do ministro da Economia, Paulo Guedes, o relator da reforma da Previdência da Comissão Especial, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), defendeu uma potência fiscal de R$ 1 trilhão e destacou que trabalha em cima do projeto enviado pelo governo e que se houver substitutivo esse é um processo natural da técnica legislativa.

“Substitutivo é um termo absolutamente técnico. Não há novidade com relação a isso. Estamos trabalhando em cima do projeto que o governo enviou. Só tem esse projeto”, afirmou Moreira, na portaria do Ministério da Economia.

Ao longo do fim de semana surgiu uma confusão com o uso do termo substitutivo, como se o Congresso fosse descartar por completo o texto da reforma enviado pelo Executivo.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter

O ponto é que se houver alteração, há sim a apresentação de um texto “novo”, mas feito com base na proposta enviada pelo governo.

O ministro Paulo Guedes falou brevemente destacando a confiança e o otimismo no trabalho do Congresso.

“Estamos confiantes no trabalho do relator, estamos confiantes no trabalho do Congresso e otimistas quanto ao compromisso de conseguirmos aprovar a reforma com a potencial fiscal necessária para desbloquear o horizonte de investimentos no Brasil nos próximos 10 a 15 anos, para o Brasil retomar o crescimento e conseguir estabilidade fiscal”, afirmou Guedes.

Moreira também destacou que há união em torno da proposta e que veio ao Ministério, justamente fazer esse diálogo.

“Se houver alterações, será apresentando um substitutivo, como sempre ocorreu na Casa, sem nenhum problema. Não há qualquer desentendimento, pelo contrário, estamos cada vez mais unidos. Unindo cada vez mais os partidos. Temos que ter o governo junto. É evidente. O governo tem um partido importante que é o PSL. Temos que estar juntos”, disse Moreira.

Convicção no Trilhão

Questionado, novamente, sobre o impacto fiscal, Moreira disse ter convicção da necessidade de um forte impacto fiscal há muito tempo. “A situação e grave. A meta é coerente, vamos busca-lá, vamos conversar com os líderes”, disse.

Ele lembrou que o Brasil tem déficits primários nos últimos seis anos e que “estamos vivendo uma grande crise”.

Sinal da crise, é que o governo está pedindo um crédito suplementar de R$ 248 bilhões à Câmara, sendo que R$ 200 bilhões são para arcar com despesas previdenciárias.

“O projeto é do governo, é a base das discussões. Vamos perseguir meta fiscal importante e coerente para dar equilíbrio fiscal às contas do Brasil”, disse Moreira.

Ainda de acordo com relator, se houver concessões em algum ponto do projeto, “vamos tentar buscar no Orçamento alguma compensação de recursos que possam ser melhor utilizados na previdência do que em outros lugares”.

Perguntado sobre possíveis alterações, Moreira disse que ainda não há definição sobre isso e que seu relatório ainda não está pronto. Ele reiterou que seu relatório sai até 15 de junho ou antes disso. Apresentado o relatório, ele tem de ser votado na Comissão Especial antes de ir ao plenário.

“Precisamos tirar da frente esse problema da Previdência para o país andar e precisamos preservar para que não seja contaminado esse processo. O governo tem de estar junto, os partidos, as lideranças, para podermos aprovar esse projeto”, afirmou.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

Objetivo muito distante

Maia diz ser ‘temerário’ falar em privatização da Petrobras até 2022

Presidente da Câmara ressaltou que, por ser a Petrobras uma empresa de capital aberto, o assunto da venda fica mais delicado

Mas e o prazo?

Jereissati diz que relatório da reforma da Previdência não será mais entregue nesta sexta-feira

Pelo cronograma inicial, o relatório seria lido na comissão na próxima quarta-feira, 28

Seu Dinheiro na sua noite

Quem manda é o lucro

Vermelho ou verde? Para facilitar a vida de míope mal curado, deixo sempre as duas cores bem berrantes na tela de cotações que fica a meu lado para saber rapidamente quando a bolsa e as principais ações do Ibovespa estão em alta ou em queda. Hoje foi o típico dia em que um único ponto […]

Ninguém segura!

Azul fecha acordo com aérea regional Asta e amplia operações em Mato Grosso

Focada em viagens ligadas ao agronegócio, a ASTA existe desde 1995 e, atualmente, opera onze voos diários no Mato Grosso

Falta gás

Apesar de espera positiva por FGTS, mercado de trabalho ainda trava ímpeto de compra

Analistas da FGV afirmam que o saldo positivo do Índice de Confiança do Consumidor em agosto deve ser encarado com certa cautela

Ninguém mexe!

Governo não cogita alterar meta fiscal, diz Ministério da Economia

Meta limita o déficit primário do governo para este ano a R$ 139 bilhões

Se deu bem

Conselho da Anatel aprova termo que troca multas contra a TIM por iniciativas de melhora de atendimento

Acordo prevê a troca de R$ 627 milhões em sanções por uma série de iniciativas que a companhia deverá assumir e colocar em prática

Em debate no Congresso

Campos Neto diz estar seguro que PL da autonomia do BC blindará a instituição e a UIF, ex-Coaf

Declarações foram feitas nesta manhã durante a posse do novo presidente da UIF, Ricardo Liáo

Tá difícil de acreditar

Confiança de micro e pequeno empresário cai 7,6% nos primeiros sete meses do ano

Para 53% dos pessimistas com a economia, são as incertezas políticas que justificam sentimento negativo

No meio do caminho tinha uma pedra

Relator da Previdência no Senado diz que indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada atrapalha tramitação da reforma

Indicação ainda não foi oficializada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, pai do deputado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements