Menu
2019-04-04T09:03:26+00:00
Após anúncio de fechamento de fábrica

Governo de SP ajudará Ford a encontrar comprador para parque fabril até o fim de 2019

Doria negou que haja um esvaziamento da produção de veículos no Estado de SP; avaliação foi corroborada pelo prefeito de São Bernardo do Campo, Orlando Morando

21 de fevereiro de 2019
14:00 - atualizado às 9:03
João Doria
Governador de São Paulo, João Doria - Imagem: Flávio Corvello/Estadão Conteúdo

O anúncio de encerramento das atividades da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo pegou o governo de São Paulo e a prefeitura de surpresa, já que a companhia não fez qualquer tipo de aviso prévio ou solicitação às autoridades.

"A decisão não foi comunicada previamente, nem houve qualquer tipo de solicitação", comentou o governador de São Paulo, João Doria, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira,21.

Segundo o governador, após ser questionado se houve algum debate sobre incentivos fiscais durante a reunião com executivos da montadora, que antecedeu a entrevista, "a decisão da Ford não foi fundamentada em questões fiscais, mas sim em linha com a estratégia global da montadora". "Não há como reverter esta decisão", disse. "A solução é encontrar um comprador que, preferencialmente, possa aproveitar o parque fabril e a ampla experiência dos funcionários lá alocados", continuou, em referência aos cerca de dois mil empregos da unidade.

O secretário da Fazenda e Planejamento de São Paulo, Henrique Meirelles, contextualizou o cenário da indústria automotiva no mundo. "O setor está passando por mudanças estruturais em escala global e é preciso entender esta situação", disse.

Já o prefeito de São Bernardo, Orlando Morando, explicou que, apesar de a reunião não ter entrado na discussão sobre incentivos fiscais, a prefeitura atendeu a "todos os pleitos da Ford à prefeitura nos últimos dois anos".

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, que não foi chamado para este primeiro encontro do governo com a Ford, será convidado a participar "em momento oportuno", explicou Doria.

Impacto fiscal

De acordo com o prefeito de São Bernardo, caso o fechamento da fábrica venha a se concretizar, o impacto na arrecadação será de cerca de R$ 18 milhões. "São R$ 4 milhões de Imposto sobre Serviços (ISS) e outros R$ 14 milhões de Impostos sobre Circulação de Mercadoria e Serviços (ICMS)", comentou.

Para Meirelles, entretanto, este impacto não se confirmará. "Havendo comprador para a fábrica, não haverá qualquer impacto sobre empregos e arrecadação. O Brasil está crescendo e o ambiente é favorável para encontrar interessados", disse o ex-ministro da Fazenda e ex-presidente do Banco Central.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Cadastre-se agora em nossa newsletter
Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

Agora vai?

Governo enviará ao Congresso na próxima semana projeto para destravar privatização da Eletrobras

Proposta deve conter os mesmos itens que estavam na Medida Provisória 879, que não foi votada pela Câmara

Olha quem apareceu

Rede de varejo Le Biscuit, da Vinci Partners, estreia no comércio online

Entrada da empresa no mundo online ocorrerá em etapas e segue uma tendência mundial

Olha a oportunidade aí

Movimentos para ofertas de ações no 2º semestre aceleram

Reuniões com os bancos de investimento se intensificam e companhias começam a fechar acordos para levar as ofertas adiante

Eita!

Chefes da Receita Federal ameaçam entrega de cargos por interferência política

De acordo com apuração, seis subsecretários do órgão estão fechados nessa posição

À beira do abismo

Sob pressão financeira, Oi procura bancos para encontrar saída

Operadora precisa levantar R$ 2,5 bilhões, mas ainda não tem ideia de como fará essa captação de recursos

Batalha contra a desaceleração

China divulga reforma de juros para reduzir custo de financiamento de empresas

Movimento anunciado deve reduzir ainda mais as taxas de juros reais para as companhias do país

Entrevista

Criador da CVM diz que mercado brasileiro não precisa de mais regulação

Para Roberto Teixeira da Costa, momento é de libertar a capacidade criativa das pessoas; em entrevista ao Seu Dinheiro, ele fala sobre mercado de capitais, economia brasileira e a figura do analista de investimentos

Seu Dinheiro na sua noite

Lucro, pra que te quero?

Podem me chamar de antiquado ou de romântico, mas sou do tempo em que empresa boa é empresa que dá lucro. Mas reconheço que, diante das mudanças abruptas na forma como consumimos produtos e serviços, olhar para a chamada última linha do balanço das companhias ficou meio fora de moda. No lugar do lucro, o […]

Xiiii...

Oi avisa Anatel que pode ficar sem dinheiro para operar a partir de fevereiro

Diagnóstico da situação da empresa indicou que o dinheiro em caixa da operadora chegou ao “mínimo necessário”

Ouça o que bombou na semana

Podcast Touros e Ursos: O furacão das eleições na Argentina e o fantasma da recessão mundial

Seu Dinheiro traz um panorama sobre tudo o que movimentou os seus investimentos nesta semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements