🔴 PRIO3 E +9 AÇÕES PARA COMPRAR AGORA – ASSISTA AQUI

Liliane de Lima
É repórter do Seu Dinheiro. Jornalista formada pela PUC-SP, já passou pelo portal DCI e setor de análise política da XP Investimentos.
MAIS UM NA LISTA

Brex, a startup do bilionário brasileiro que fechou Noronha para casar, demite 20% da força de trabalho 

Fundada em 2017, a fintech se tornou um unicórnio em um ano; o corte na quadro de funcionários foi acompanhada por mudanças no alto escalão

Brex, startup financeira dos bilinários mais jovens do Brasil
Imagem: Divulgação

O “fantasma” das demissões em massa ficou sem assustar por um breve período de tempo na segunda metade do ano passado. Mas, voltou a aparecer neste início de 2024. 

Quase um ano depois da crise sobre o setor de startups com a falência do Sillicon Valey Bank, a fintech dos bilionários brasileiros Pedro Franceschi e Henrique Dubugras — que ganhou os holofotes em outubro de 2023 com o casamento em Fernando de Noronha  — entrou na extensa lista de startups que realizaram cortes no quadro de funcionários. 

A Brex demitiu 282 pessoas nesta terça-feira (23). A decisão foi comunicada aos funcionários e publicada no site oficial da companhia. As áreas afetadas pelo corte não foram divulgadas. 

“Este ano, decidimos analisar com atenção a nossa estrutura atual e reduzir o número de camadas entre os líderes e o trabalho real que afeta os clientes”, escreveu o fundador e co-CEO Pedro Franceschi no comunicado. “Isso resultou na difícil decisão de hoje.”

A dança das cadeiras na Brex

Além das demissões, a empresa teve mudanças no alto escalão. O diretor de operações, Michael Tennenbaum, deixará o cargo para ocupar uma cadeira no conselho da Brex — o diretor de tecnologia, Cosmin Nicolaescu, irá substituí-lo. 

Segundo o The Information, as mudanças tem uma explicação financeira. No quarto trimestre de 2023, a fintech queimou cerca de US$ 17 milhões por mês.

Em janeiro de 2022, a Brex foi avaliada em US$ 12,3 bilhões após uma rodada de financiamento. 

No ano passado, a fintech suspendeu o pedido para uma licença bancária nos Estados Unidos em meio a impasses regulatórios para a aprovação. Hoje, a startup tem uma licença equivalente a uma corretora e outra permissão para pagamentos no território norte-americano. 

Quem são os fundadores da Brex? 

Fundada em 2017, a Brex fez jus à classificação de “startup” e se tornou um unicórnio — como são chamadas as empresas avaliadas em mais de US$ 1 bilhão  — cerca de um ano depois. 

O ritmo acelerado de crescimento fez com que Franceschi e Dubugras entrassem na lista de bilionários brasileiros da Forbes em 2023. Além disso, são — até agora — os mais jovens a conquistar o posto, com 26 e 27 anos. 

Os dois também estão entre as cinquenta pessoas mais ricas do Brasil. 

Contudo, Dubugras ganhou destaque no último trimestre do ano passado após ‘fechar‘ Fernando de Noronha por um fim de semana para realização do casamento — a cerimônia teve o fundador da Microsoft, Bill Gates, entre os convidados. 

*Com informações de Bloomberg, The Information e Forbes 

Compartilhe

NA CARTEIRA

JP Morgan tira BRF (BRFS3) da geladeira: ações da dona da Sadia e Perdigão disparam na B3 com recomendação de compra 

15 de abril de 2024 - 10:38

Analistas do banco norte-americano veem BRF barata mesmo após disparada de 173% em 12 meses na B3

FALHA NO ACELERADOR

Mais problemas para Elon Musk? Ações da Tesla caem mais de 1% com notícia sobre demissão em massa e falhas no Cybertruck 

15 de abril de 2024 - 10:10

Montadora do bilionário deve demitir cerca de 10% da sua força de trabalho global, o equivalente a pouco mais de 14 mil pessoas, segundo notícia da Reuters

A PARTIR DE 2025

Saiba como a maior produtora de alumínio do país pretende reduzir emissões em até 30% — parte da resposta: com um investimento de R$ 1,6 bilhão

13 de abril de 2024 - 13:13

A multinacional norueguesa Hydro do ramo de alumínio projeta reduzir em cerca de um terço a intensidade de emissão de dióxido de carbono (CO2) nas operações brasileiras a partir de 2025.  A controladora das maiores operações de alumina e alumínio primário no Brasil diz que a previsão é que a meta seja alcançada após a […]

VITÓRIA!

Prio (PRIO3) fica com 100% de Wahoo: como a vitória deve aumentar a produção da petroleira; ações sobem na bolsa

12 de abril de 2024 - 13:05

A empresa recebeu uma decisão favorável da Câmara de Comércio Internacional em um processo arbitral relacionado à concessão BM-C-30, no campo de Wahoo

REESTRUTURAÇÃO DE DÍVIDAS

Light (LIGT3) assina acordos com credores, em novo passo em direção ao fim da recuperação judicial; ações caem na B3

12 de abril de 2024 - 11:46

Foram celebrados dois acordos com credores e debenturistas envolvendo as subsidiárias Light Sesa e Light Energia; entenda o que vem pela frente

ENGORDOU O PATRIMÔNIO

CEO da Nvidia fica quase R$ 3 bilhões mais rico em um dia. Conheça o bilionário que quase dobrou de fortuna em 2024

11 de abril de 2024 - 18:03

Jensen Huang é a 19º pessoa mais rica do planeta, de acordo com a revista Forbes, com um patrimônio avaliado em US$ 79,5 bilhões (R$ 404 bilhões)

ENTENDA O CASO

Justiça embarga obras de complexo bilionário da JHSF (JHSF3) no interior de São Paulo

11 de abril de 2024 - 16:01

A decisão aconteceu após pedido do Ministério Público, que afirma que a JHSF e outras duas companhias burlaram regras de licenciamento ambiental

DESISTIU DA BATALHA?

Gafisa (GFSA3): Esh Capital diminui participação após perder disputa sobre assembleia; ações caem 6% na B3

11 de abril de 2024 - 11:24

A gestora de Vladimir Timerman reduziu a participação na Gafisa de 20% para 4% do capital

FOI DADA A LARGADA

Oferta de ações da Boa Safra (SOJA3): companhia pretende levantar até R$ 388 milhões com nova emissão

11 de abril de 2024 - 9:48

Empresa pretende usar os recursos para expandir o negócio de armazenamento; controladores se comprometeram a colocar dinheiro novo na oferta

VOO DE FRANGO?

BRF (BRFS3) volta a ser empresa “de dono” e mais que dobra de valor na B3. O que está por trás da disparada — e o que esperar das ações

11 de abril de 2024 - 6:13

Agora “oficialmente” sob controle da Marfrig, BRF acumula alta de mais de 170% em 12 meses na B3; saiba o que os analistas pensam da empresa de proteínas

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies