🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
NA RESSACA DO BALANÇO

C&A (CEAB3) dribla ventos contrários do quarto trimestre e ações disparam 15% na bolsa — mas ainda há pontos de atenção

O resultado acima do esperado é ainda mais valorizado diante dos ventos adversos que pressionaram os últimos meses de 2022, como a Copa do Mundo e o frio fora de época

Jasmine Olga
Jasmine Olga
2 de março de 2023
15:28 - atualizado às 17:19
Fachada de loja da C&A (CEAB3). Uma mulher vestida de preto caminha no primeiro plano; o logo da empresa, nas cores vermelho, azul e branco, aparece ao fundo
C&A (CEAB3) - Imagem: Shutterstock

Apesar dos rumores de uma eventual venda e fechamento de capital que de tempos em tempos viram manchete, a C&A (CEAB3) parece não ter se deixado abalar e fez muito bem o seu dever de casa no último trimestre de 2022. 

Pelo menos é o que mostram os números do balanço divulgado na noite de ontem (01) e que empolgam o mercado nesta quinta-feira (02).

Por volta das 13h, os papéis CEAB3 apresentavam alta de mais de 15%, a R$ 2,26. Acompanhe a nossa cobertura completa de mercados.

O resultado acima do esperado é ainda mais valorizado diante dos ventos adversos que pressionaram os últimos meses de 2022 — o clima mais frio anormal para o período fez a coleção de verão empacar, a Copa do Mundo fora de época reduziu o fluxo nos shoppings e o cenário macroeconômico mais desafiador que afugenta clientes. 

Os números da C&A (CEAB3)

  • Lucro líquido: R$ 212,9 milhões, alta de 37,9% na comparação anual
  • Ebitda ajustado: R$ 364,3 milhões, alta de 20,1% na comparação anual
  • Margem Ebitda ajustada: 18,7%, alta de 2,4 pontos porcentuais. 
  • Receita líquida: R$ 1,9 bilhão, crescimento de  4,7% ante ao mesmo período do ano anterior. 
  • Dívida líquida: R$ 468,4 milhões
  • Endividamento: 0,9x dívida líquida

O que pensa o mercado?

Para os analistas da XP Investimentos, a melhora da margem bruta é o principal destaque do balanço. Segundo a corretora, a política de preços assertivos, com bom repasse de custos e inflação possibilitaram a recuperação no setor de vestuário. 

Já o lucro líquido foi positivamente impactado pelo lançamento de créditos tributários de R4 133 milhões no trimestre. 

O BTG Pactual ainda vê um cenário desafiador, mas está confiante nos sinais emitidos pela companhia — como margens mais saudáveis e o crescimento do seu braço de crédito. 

Apesar dos ganhos no balanço, o Bradesco BBI está mais cético quanto ao futuro da varejista. Isso porque os analistas acreditam que a melhora vista na margem EBITDA e na dívida líquida foi conquistada pela inclusão de itens não-recorrentes, o que faz com que seja difícil para a companhia sustentar o crescimento no mesmo patamar. 

"Estruturalmente, vemos bom progresso nos projetos estratégicos, como a cadeia de produção push & pull (produção baseada na demanda) e na C&A Pay, mesmo com o crescimento das perdas dentro dos serviços financeiros". 

De acordo com dados coletados com a plataforma Trademap, das seis recomendações de analistas para os papéis, cinco são neutras e uma de compra. Os preços-alvos vão de R$ 2,10 a R$ 4 — o que indica desde potencial de queda de 5,41% até alta de 80,18%. 

Compartilhe

DEVO, NÃO NEGO...

Unigel entra com plano de recuperação extrajudicial para reestruturar R$ 3,9 bilhões em dívidas

21 de fevereiro de 2024 - 8:40

Indústria química obteve a adesão de pouco mais de um terço dos credores e agora tem 90 dias para aprovar plano de recuperação extrajudicial; veja a proposta

NÃO VAMOS DOBRAR A META?

Por que a Vamos (VAMO3) abandonou de vez o plano de atingir uma frota com 100 mil ativos até 2025

20 de fevereiro de 2024 - 19:50

A meta havia se tornado pública em entrevista concedida pelo CEO da empresa, Gustavo Couto, em meados do ano passado

CONFIRA O CRONOGRAMA

Weg (WEGE3) libera R$ 1,3 bilhão em dividendos extras e data de corte para ter direito à bolada está próxima

20 de fevereiro de 2024 - 19:07

O dinheiro sera depositado na mesma data em que os juros sobre o capital próprio anunciados em dezembro do ano passado

APÓS ENCONTRO COM A ADNOC

Petrobras (PETR4) compra ou vende uma fatia da Braskem (BRKM5)? CEO da estatal conta detalhes da conversa com árabes interessados na petroquímica 

20 de fevereiro de 2024 - 15:42

Jean Paul Prates reuniu-se na semana passada com o CEO da Abu Dhabi National Oil Company (Adnoc), uma das interessadas na petroquímica

JEAN PAUL PRATES REVELA

Petróleo subiu: a gasolina vai aumentar? Veja o que diz o presidente da Petrobras (PETR4)

20 de fevereiro de 2024 - 15:00

Segundo Jean Paul Prates, a discussão sobre eventuais reajustes está sempre no radar

DESTAQUES DA BOLSA

Carrefour de carrinho cheio: ação dispara quase 10% e lidera ganhos do Ibovespa após balanço. É hora de comprar ou vender CRFB3?

20 de fevereiro de 2024 - 13:15

Os papéis entraram em leilão três vezes por oscilação máxima permitida pela B3; a temperatura dos ganhos baixou, mas a varejista ainda aparece entre as cinco maiores altas do principal índice da bolsa brasileira

EM DIREÇÃO AO FUTURO

Sem efeitos colaterais? Como está o paciente da empresa de Elon Musk que implantou chip no cérebro

20 de fevereiro de 2024 - 12:20

Dispositivo desenvolvido por startup de Elon Musk, a Neuralink, deve permitir que seres humanos controlem computadores e celulares por meio do pensamento

O QUE VEM POR AÍ

Rombo ainda maior? Americanas (AMER3) adia de novo a divulgação do balanço e investidor vai ter que esperar para saber se a dívida cresceu

19 de fevereiro de 2024 - 19:56

A última vez que a varejista divulgou resultados financeiros foi em novembro do ano passado, quando a revisão dos balanços fraudados levou ao reconhecimento de prejuízos de bilhões

CONFIRA O CRONOGRAMA

Itaúsa (ITSA4) aprova R$ 3,1 bilhões em dividendos e vai depositar dinheiro na conta dos acionistas todo trimestre até 2025

19 de fevereiro de 2024 - 18:45

Os dividendos aprovados hoje pelo conselho de administração correspondem a R$ 0,3005 por ação e serão pagos em 8 de março

BIG TECHS

‘Similar a 1929’: as “Sete Magníficas” de tecnologia dos EUA já valem mais do que quase todas as bolsas do mundo; e agora?

19 de fevereiro de 2024 - 13:52

Situação é bastante similar à bolha pontocom, em 2000, e ao crash da Bolsa em 29, mas analistas defendem que cenário atual é mais sólido.

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies