🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Carolina Gama
MEMÓRIAS DO CAOS

Um ano após invasão do Capitólio, Biden ataca Trump em discurso e volta a empolgar analistas

Presidente norte-americano chama antecessor de mentiroso e perdedor em um dos discursos considerados mais duros de sua gestão

Carolina Gama
6 de janeiro de 2022
16:44 - atualizado às 23:35
Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, grita ao microfone
Joe Biden, presidente dos EUA -

Há um ano o mundo olhava com atenção para uma crise democrática nos Estados Unidos. Agora, a preocupação é outra, com a taxa de juros norte-americana no radar dos investidores, mas nem por isso as questões políticas foram deixadas de lado. 

Em discurso duro e considerado um dos melhores desde a vitória nas eleições de novembro de 2020, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, relembrou a invasão do Capitólio — prédio em Washington que abriga o Congresso norte-americano — e acusou seu antecessor, Donald Trump, de ser uma ameaça à democracia. 

"Para dizer o óbvio, há um ano, neste local sagrado, a democracia foi atacada. A nossa constituição enfrentou a sua maior ameaça", disse Biden na abertura do discurso, acrescentando que quem salvou o Estado de direito foi a polícia e que "nós, o povo, aguentamos e prevalecemos".

Para a pesquisadora sênior do Atlantic Council, Emma Ashford, o discurso mais duro de Biden tenta reverter a frustração da comunidade externa com a resposta aos eventos no Capitólio. 

“Os Estados Unidos devem primeiro fortalecer sua capacidade de proteger a democracia em casa antes de tentar promovê-la no exterior”, afirmou. 

Para o presidente e fundador do Eurasia Group, Iam Bremmer, as coisas voltaram aos eixos nos Estados Unidos desde a invasão do prédio do Congresso, em 6 de janeiro de 2021. “Desde então, a política dos Estados Unidos tem funcionado conforme o esperado - e temido”, afirmou. 

Mentiroso sem citar nomes

O atual chefe da Casa Branca não mencionou o nome de Trump em nenhum momento do discurso, mas falou de um ex-presidente derrotado, mentiroso e perdedor. 

Biden afirmou que o republicano contou três mentiras: que o dia da eleição não representou a vontade dos norte-americanos, mas, sim o dia da invasão; que os resultados das eleições de 2020 não eram confiáveis; e que quem invadiu o prédio do Congresso era patriota.

Ao listar todos os atos dos invasores em 6 de janeiro de 2021, Biden disse que o então presidente dos Estados Unidos "não fez nada durante horas enquanto o Capitólio estava cercado".

"Nós vimos com os nossos próprios olhos, ameaçaram a vida da presidente da Câmara dos Deputados, [Nancy Pelosi], queriam enforcar o vice-presidente dos Estados Unidos, [Mike Pence]", afirmou Biden. 

Trump: Banido sim, calado nunca

Embora banido do Twitter, Trump reagiu à fala de Biden logo após o discurso e divulgou um comunicado em que acusa o presidente norte-americano de "tentar dividir ainda mais os Estados Unidos".

"Todo esse teatro político é apenas uma distração para o fato de Biden ter falhado completa e totalmente", afirmou Trump na nota.

O republicano acabou desmarcando um pronunciamento que faria nesta quinta-feira (6) em Mar-a-Lago, onde tem um resort luxuoso. A expectativa agora é de que ele faça um discurso que inclua a invasão do Capitólio no dia 15 de janeiro, no Arizona. 

O fatídico 6 de janeiro de 2021

No dia 6 de janeiro de 2021, o mundo assistiu perplexo a cenas de caos. Seguidores de Trump invadiram a sede do Congresso dos Estados Unidos para tentar reverter a derrota do republicano nas urnas.

A invasão ocorreu após um discurso de Trump convocando seus apoiadores a contestarem o resultado do pleito de novembro de 2020 no mesmo momento em que os legisladores se preparavam para confirmar Biden como o novo presidente norte-americano.  

O que se viu na sequência foram cenas de vandalismo no Capitólio, que resultaram em cinco mortos, entre eles, um policial. Desde então, mais de 700 pessoas já foram presas e indiciadas pelo ataque. 

"O ex-presidente estava em dúvida de que iria vencer e construiu essa mentira por meses. Não era baseado em fatos. Ele queria uma desculpa para cobrir a verdade. Ele não é um ex-presidente, ele é um ex-presidente derrotado. Não há nenhuma prova de que os resultados estavam errados", disse Biden.

Veja também - Vale a pena comprar bitcoin (BTC) a qualquer preço; entenda por que

Compartilhe

DEGRINGOLÂNDIA

Os EUA viraram uma república de bananas? O que se sabe até agora sobre a operação do FBI contra Donald Trump

10 de agosto de 2022 - 11:43

Aliados de Donald Trump saíram-se com reações exacerbadas; Casa Branca exaltou respeito ao estado de direito

TRUMP ESTAVA CERTO?

O TikTok vazou seus dados? Rede social chinesa pode ser banida das lojas de aplicativos do Google e da Apple; entenda a situação

29 de junho de 2022 - 11:45

Um integrante da Comissão Federal de Comunicações dos EUA pediu aos CEOs das gigantes de tecnologia que removam o TikTok das lojas ou que deem uma justificativa até 8 de julho para não banir a chinesa

VISITAS AO BRASIL

Trump ainda é o ‘queridinho’ de Bolsonaro? Presidente se aproxima de Biden, mas o deixa fora da lista de convidados para visita ao Brasil; entenda

11 de junho de 2022 - 17:08

Apesar de ter se aproximado de Joe Biden, Bolsonaro não convidou o atual presidente dos EUA para visita ao Brasil, mas Trump recebeu chamado

CHAMA A CRISTINA ROCHA!

Casos de família: Trump pede que Putin jogue sujeira dos Biden no ventilador; veja o que ex-presidente falou

30 de março de 2022 - 13:56

Ex-chefe da Casa Branca, Trump coloca mais lenha na fogueira enquanto a relação entre Estados Unidos e Rússia pega fogo por conta da guerra na Ucrânia

O melhor do Seu Dinheiro

GetNet dispara e sobe mais de 20%, Elon Musk finaliza venda de ações da Tesla e problemas fiscais apagam brilho de Wall Street; confira os principais destaques do dia

22 de dezembro de 2021 - 20:08

As luzes no Congresso Nacional começam a se apagar e os parlamentares se preparam para o recesso de final de ano. Depois de diversos atrasos e muita polêmica, o Orçamento de 2022 está finalmente aprovado, quase que no limite do tempo hábil, mas o saldo está longe de agradar.  Os reajustes aos servidores e um […]

Anticripto

“Será uma explosão como nunca vimos antes”, afirma ex-presidente Donald Trump sobre os perigos das criptomoedas

22 de dezembro de 2021 - 12:16

Em agosto deste ano, Trump já havia declarado que ativos digitais são um “desastre esperando para acontecer”, e chamou o bitcoin (BTC) de “esquema”

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

Mais quatro anos de Powell à frente do Fed: o que isso significa para os mercados financeiros

23 de novembro de 2021 - 6:18

Reação de Powell à pandemia e postura diante da inflação foram fatores decisivos para sua escolha por Biden

Acordo firmado

EUA confirmam acordo com UE que suspende disputa comercial por Boeing e Airbus

15 de junho de 2021 - 10:44

Por meio do pacto, os dois lados concordaram em cancelar por cinco anos todas as tarifas autorizadas pela Organização Mundial do Comércio (OMC) relativas ao caso

ESTADOS UNIDOS

Senado americano absolve Trump em processo de impeachment

13 de fevereiro de 2021 - 23:31

Em julgamento de cinco dias, apoio de republicados impediu condenação

Esquenta dos mercados

Mercados se acalmam esperando resultado de impeachment de Trump e efeitos da covid-19

13 de janeiro de 2021 - 8:38

Além da votação do impeachment de Trump, os investidores estão atentos aos números alarmantes da Covid-19, o que pode acarretar em novos bloqueios econômicos mundiais.

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies