🔴 RENDA MÉDIA DE R$ 21 MIL POR MÊS COM 3 CLIQUES – SAIBA COMO

Cotações por TradingView
Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Esquenta dos mercados

Mercados se acalmam esperando resultado de impeachment de Trump e efeitos da covid-19

Além da votação do impeachment de Trump, os investidores estão atentos aos números alarmantes da Covid-19, o que pode acarretar em novos bloqueios econômicos mundiais.

Homem apontando para si mesmo, vestindo terno preto, camisa branca e gravata azul, com fundo de bandeiras dos EUA
O ex-presidente dos EUA, Donald Trump - Imagem: Shutterstock

A pressa é inimiga da perfeição. Depois de uma sessão que seria morna (mas acabou sendo agitada) na última terça-feira (12), os mercados internacionais continuam sendo cautelosos e esperando o desenrolar da votação do impeachment do presidente dos EUA, Donald Trump.

Leia também:

Os índices futuros dos Estados Unidos registram uma leve alta, quase beirando a 0%. As principais praças europeias seguem a mesma lógica, de maneira mista, variando em torno de +0,01% e -0,01%.

Além da votação do impeachment de Trump, os investidores estão atentos aos números alarmantes da Covid-19, o que pode acarretar em novos bloqueios econômicos mundiais.

O dragão está entre nós

O dragão da inflação está oficialmente entre nós e foi o responsável por esquentar uma terça-feira (12) que prometia ser bem morna para o mercado brasileiro.

Os investidores brasileiros começaram a repercutir a grande notícia do dia: o índice oficial de inflação do Brasil, o IPCA, terminou 2020 com a maior taxa acumulada desde 2016 — 4,52%.

O número ficou acima do centro da meta, que era de 4%, mas ainda dentro do intervalo de tolerância.

Ainda assim, o saldo do dia foi positivo. O principal índice da bolsa de valores terminou o dia com alta de 0,60%, a 123.998 pontos. A grande estrela do dia, no entanto, foi o dólar.

Empurrado pela entrada do fluxo estrangeiro no país, a moeda americana caiu 3,29%, a R$ 5,323, depois de se valorizar mais de 6% só nos primeiros dias de 2021 e voltar ao patamar dos R$ 5,50. Essa é a maior queda diária da moeda americana em dois anos e meio.

Agora cai?

O assunto principal desta quarta-feira (13) deve ser a votação do impeachment do presidente dos EUA, Donald Trump.

À tarde, a Câmara dos Representantes dos EUA deve votar pelo impeachment de Trump, por conta das recentes turbulências no Capitólio norte-americano. O vice-presidente Mike Pence segurou a barra e não invocou a 25ª Emenda para remover Trump na última terça.

Vale lembrar que um julgamento de impeachment pode prosseguir mesmo após Trump (querendo ou não) deixar o cargo em 20 de janeiro, para Joe Biden.

Além da votação do impeachment, os investidores globais devem ficar de olho nos números alarmantes da Covid-19. Na última terça, uma matéria do jornal alemão Bild deu a entender que a chanceler alemã Angela Merkel gostaria de estender o atual bloqueio na maior economia europeia até o fim de março, o que pioraria a perspectiva a curto-prazo para o velho continente.

Agenda bílingue

Esta quarta será agitada para o Brasil e os EUA. Às 9h, a pesquisa do IBGE sobre o ritmo do setor de serviços em novembro deve registrar a terceira desaceleração consecutiva na margem.

Já nos EUA, o Livro Bege (16h) e o CPI de dezembro (10h30) ganham os holofotes da agenda econômica. Além disso, os estoques de petróleo do DoE (12h30) serão divulgados, com previsão de queda de 1,9 milhões de barris de óleo bruto.

Compartilhe

Entrevista com gestor

A bolsa fora da caixa: Rodrigo Glatt, da GTI, fala das ações que tem na carteira e explica por que o Ibovespa ainda não engrenou em 2024

25 de fevereiro de 2024 - 13:37

O podcast Touros e Ursos recebe Rodrigo Glatt, sócio da GTI, uma das gestoras de ações independentes pioneiras do mercado brasileiro

DÉCIMO ANDAR

Não chegue no final da festa: três motivos para comprar fundos imobiliários (FIIs) neste momento

25 de fevereiro de 2024 - 8:01

Não iremos acertar o olho da mosca, mas tenho forte percepção que o momento é propício para investimento em fundos imobiliários

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa vai na contramão do exterior e fecha em queda, aos 129 mil pontos; dólar avança a R$ 4,99

23 de fevereiro de 2024 - 7:22

RESUMO DO DIA: O Ibovespa terminou a sessão desta sexta-feira (23) na contramão dos mercados globais, com um recuo de 0,63%, aos 129.418 pontos. Por sua vez, o dólar acelerou os ganhos e encerrou o dia em alta de 0,81%, negociado a R$ 4,9930 no mercado à vista. O principal índice da B3 até operou […]

APÓS CANETADA DO GOVERNO

Gestora do MXRF11 diz que fundos imobiliários de papel podem lucrar com as novas regras de CRIs

22 de fevereiro de 2024 - 14:10

Uma resolução do CMN lançada neste mês restringiu as regras para emissão dos títulos, o que tem criado oportunidades de ganho para FIIs, segundo a XP

MINERAÇÃO

Horas antes de balanço e possível definição sobre CEO, Vale (VALE3) anuncia compra de 15% de subsidiária da Anglo American no Brasil por R$ 776 milhões

22 de fevereiro de 2024 - 10:34

Vale divulgará os resultados do quarto trimestre de 2023 depois do fechamento do pregão desta quinta-feira

DÉBITO OU CRÉDITO

Minoritários querem que Bradesco e BB paguem (bem) mais para fechar o capital da Cielo (CIEL3)

22 de fevereiro de 2024 - 9:29

Gestoras que possuem 10% do capital da Cielo avaliam que Bradesco e Banco do Brasil deveriam pagar até 61% a mais pelas ações da empresa

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa fecha em leve alta, com pressão de Weg (WEGE3) e Petrobras (PETR4); dólar sobe a R$ 4,95

22 de fevereiro de 2024 - 7:33

RESUMO DO DIA: O otimismo dos mercados internacionais contagiou a bolsa brasileira nesta quinta-feira (21) — e tudo por conta do balanço da Nvidia. Com a ajuda da gigante dos chips de inteligência artificial, o Ibovespa pegou o embalo de Nova York e encerrou o dia em alta de 0,16%, aos 130.240 pontos. Enquanto isso, […]

VEJA QUAL

Adeus, Nubank: Itaú BBA tira fintech da carteira Top 5 e coloca ações de outro banco no lugar

21 de fevereiro de 2024 - 15:29

Os analistas ainda gostam da tese do banco digital, mas preferiram realizar lucro e buscar uma opção mais defensiva para o cenário atual

MERCADOS HOJE

Bolsa hoje: Ibovespa fecha em alta e atinge os 130 mil pontos após alívio em Wall Street; dólar sobe a R$ 4,93

21 de fevereiro de 2024 - 7:24

RESUMO DO DIA: Até poucos minutos antes do fechamento dos mercados, era quase certo que a sessão desta quarta-feira (21) terminaria tingida de vermelho. Mas nos 45 minutos do segundo tempo, a bolsa brasileira conseguiu inverter a trajetória e marcar um tímido avanço. O Ibovespa encerrou em leve alta de 0,09%, aos 130.031 pontos. Por […]

O CÉU É O LIMITE

Ouro a US$ 3 mil? Essa realidade está próxima, segundo um bancão de Wall Street — e o Brasil tem “culpa” nisso

20 de fevereiro de 2024 - 18:59

O Citi analisou o mercado global e aponta os gatilhos para que o metal precioso suba 50% em cerca de um ano e o petróleo volte para os três dígitos

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies