O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2022-04-27T14:39:59-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
SÓ ACABA QUANDO TERMINA

Moro não desiste de candidatura à presidência e avisa: ‘O mundo, às vezes, reserva surpresas’; saiba o que disse o ex-ministro

Para o ex-juiz, critérios como estrutura partidária e intenção de votos deveriam guiar a escolha do candidato da chamada terceira via

27 de abril de 2022
14:39
Sérgio Moro concede coletiva
Sergio Moro, então recém filiado ao Podemos, fala sobre o posicionamento do partido a favor da PEC 41 de 2021 - Imagem: Waldemir Barreto / Agência Senado

O ex-ministro da Justiça Sérgio Moro ainda não desistiu da candidatura à presidência. Nesta quarta-feira (27), Moro aproveitou entrevista à Radio Eldorado para retomar o discurso sobre a hipótese de ser candidato a presidente pelo União Brasil. 

Na ocasião, ele reiterou que seu nome "está à disposição" para um projeto nacional, apesar das resistências internas.  "O mundo às vezes reserva surpresas", admitiu o ex-ministro.

Moro não revelou qual seria seu "plano B" caso a candidatura presidencial - da qual ele já havia aberto mão publicamente ao migrar do Podemos para o União Brasil - não se confirme. 

Apesar de ter afirmado, recentemente, que poderia até ficar de fora das eleições, desta vez o discurso foi outro. Segundo ele: "há muitas alternativas". 

"Tudo passa por uma construção pelo partido político. Eu posso ser candidato a um eventual cargo, mas isso ainda estamos discutindo", completou o ex-ministro. 

Moro voltou a defender a construção de um acordo em torno de um único nome de centro que quebre a polarização entre Lula e Bolsonaro e venha ou de um "partido robusto" ou de uma aglutinação.

"Precisamos ter uma candidatura de centro, moderada no polo político, disposta a fazer as reformas que o Brasil precisa e que apresente integridade".

Para o ex-juiz, dois critérios devem ser levados em conta na escolha da candidatura em consenso: "uma mistura de avaliação de estrutura partidária e intenção de voto, porque quem decide é o eleitor".

O União Brasil já possui um nome como pré-candidato à Presidência da República, o deputado e presidente da sigla, Luciano Bivar (PE). O anúncio foi feito no início de abril, após a chegada de Moro ao partido. 

Há um pré-acordo entre o União Brasil, o MDB, o PSDB e o Cidadania para que as siglas caminhem juntas. Além de Bivar, o grupo avalia ainda a possibilidade de lançar a senadora Simone Tebet (MDB-MS) ou o ex-governador de São Paulo João Doria (PSDB).

Pesquisas eleitorais recentes mostram que a desistência momentânea de Moro da disputa presidencial tem favorecido uma migração de votos do ex-juiz para o presidente Jair Bolsonaro (PL).

Para o ex-ministro, esse processo consiste em um movimento natural. "O eleitor ainda não está tão focado no período eleitoral. Quando o meu nome sai das pesquisas, é natural os meus eleitores se dividirem", concluiu.

*Com informações do Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

INTERNET DO MUSK

O que faz a Starlink, empresa que trouxe Elon Musk ao Brasil e que deve operar na Amazônia

A empresa de Elon Musk, Starlink, promete internet ultrarrápida e deve começar as suas operações ainda neste ano; Anatel já deu aval

FECHAMENTO DO DIA

Escapou do urso: S&P 500 consegue fechar no azul em recuperação dramática; saiba o que aconteceu com as bolsas nos EUA

Dois fatores são centrais para entender o comportamento do S&P 500, do Nasdaq e do Dow Jones nas últimas semanas; entenda

FECHAMENTO DO CÂMBIO

Dólar recua 0,87% e vale R$ 4,87. Euro também cai e vale R$ 5,13; confira o que movimentou o câmbio nesta sexta-feira

Apesar do predomínio de um certo humor pessimista pelo mundo, o real conseguiu ter mais um dia de ganhos em relação ao dólar

VISÃO MACRO

Por que o mercado exagera ao temer uma recessão nos Estados Unidos e na China

Os sinais de uma possível recessão nas grandes economias, como EUA e China, e o aumento de um pessimismo generalizado parecem ter tomado conta dos mercados

CHAPÉU NA RECEITA

Criador da Terra (LUNA), criptomoeda que virou pó, deve cerca de US$ 78 milhões ao governo da Coreia do Sul e Terraform Labs deixa investidores com prejuízo de US$ 1,1 milhão

As acusações acontecem em meio a uma reformulação do protocolo, que pretende pagar os usuários que perderam dinheiro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies