🔴 TCHAUZINHO, NUBANK: Itaú BBA revela o nome da ação que pode colocar o roxinho para comer poeira; CLIQUE AQUI  e descubra a resposta no nosso Telegram

2022-09-14T09:28:51-03:00
Estadão Conteúdo
ELEIÇÕES 2022

14 empresários fizeram doações individuais de mais de R$ 1 milhão a partidos; veja quem mais doou (e também quem recebeu)

Puxadas por pesos-pesados do PIB, as doações de pessoas físicas a partidos e campanhas neste ano superam R$ 246 milhões

14 de setembro de 2022
9:28
Montagem de Lula e Bolsonaro com prédios da Avenida Faria Lima ao fundo
Lula recebe doações através do PT; agro predomina entre doadores de Bolsonaro. - Imagem: Montagem: Beatriz Azevedo

Quatorze empresários fizeram doações individuais de mais de R$ 1 milhão a campanhas políticas em 2022 e lideram o ranking de doadores, segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Puxadas por pesos-pesados do PIB, as doações de pessoas físicas a partidos e campanhas neste ano superam a marca de R$ 246 milhões.

Pela lei, pessoas físicas podem doar até 10% dos rendimentos brutos do ano anterior à eleição.

Rubens Ometto, da Cosan, lidera lista

O controlador da Cosan, Rubens Ometto, lidera a lista com um desembolso de R$ 5,75 milhões para 24 diferentes destinatários.

O PSD é o maior beneficiário. O partido recebeu 35% do total doado pelo empresário.

Ometto não fez doações diretas para os candidatos à Presidência.

Candidato ao governo de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), ex-ministro de Infraestrutura de Jair Bolsonaro, recebeu 3,5% do total doado por Ometto.

A ex-ministra da Agricultura, também do governo Bolsonaro, Tereza Cristina recebeu 1,8% das doações do empresário. Ela concorre ao Senado.

Em nota, a Cosan afirmou que as doações de Ometto são realizadas em caráter pessoal e seguem as regras estabelecidas pelo TSE.

Salim Mattar financia candidatos que renunciaram a fundo eleitoral

Controlador da empresa de aluguel de carros Localiza, Salim Mattar, ex-secretário de Desestatização do governo Bolsonaro, fez doações que já somam R$ 3,1 milhões, divididos entre 27 candidatos a deputado federal de diferentes Estados.

Em São Paulo, o ex-ministro do Meio Ambiente de Bolsonaro Ricardo Salles (PL) recebeu 8% dos recursos. No Paraná, também foi beneficiado o ex-procurador da República e ex-chefe da Lava Jato em Curitiba Deltan Dallagnol (Podemos), com 0,8%.

Mattar afirmou estar apoiando "predominantemente, mas não exclusivamente, candidatos a governador, senador, deputado federal e deputado estadual pelo partido Novo, de cujos valores liberais compartilha e que renunciaram ao uso de verba do fundo eleitoral".

Destacou também que as doações estão em conformidade com a Justiça Eleitoral.

Tudo em casa na Calçados Beira-Rio

Na sequência dos maiores doadores está Heitor Vanderlei Liden, vice-presidente da Calçados Beira-Rio, com R$ 2,6 milhões repassados a Roberto Argenta, o dono da empresa calçadista gaúcha e candidato ao governo do Rio Grande do Sul pelo PSC.

Candido Bracher aparece em 4º lugar em doações individuais

Outro nome no topo da lista dos doadores é o do banqueiro Candido Botelho Bracher, ex-presidente do Itaú Unibanco, com cerca de R$ 1,5 milhão distribuído entre 18 candidatos, entre eles Luiz Henrique Mandetta (União Brasil), ex-ministro da Saúde de Bolsonaro que concorre a senador por Mato Grosso do Sul.

E segue o ranking...

No ranking estão ainda o controlador da fabricante de calçados Grendene, Alexandre Grendene (R$ 2,5 milhões), o economista Arminio Fraga, fundador da Gávea Investimentos e ex-presidente do Banco Central (R$ 1,4 milhão), e o industrial de Santa Catarina Ricardo Minatto Brandão (1,2 milhão).

O principal beneficiado pelos recursos de Arminio é o candidato ao governo do Rio de Janeiro pelo PSB, Marcelo Freixo, com R$ 200 mil. O candidato ao Senado Alessandro Molon (PSB) e a candidata à Câmara Tabata Amaral (PSB) também receberam R$ 100 mil cada.

Arminio afirmou que as doações refletem sua "preocupação com os rumos do País". "Tenho dito a conhecidos, especialmente os mais jovens, que é hora de quebrar o porquinho e apoiar", disse.

Moreira Salles, Stuhlberger e Diniz

Freixo é também um dos maiores beneficiados por doações feitas pelos irmãos Walter Salles e João Moreira Salles, ex-acionistas do Itaú Unibanco. Walter desembolsou, no total, R$ 1,15 milhão, sendo R$ 100 mil para Freixo. João doou R$ 1,1 milhão no total.

Nome famoso do mercado financeiro, Luis Stuhlberger, do Fundo Verde, repassou R$ 760 mil para 11 candidatos a deputado federal, sobretudo dos partidos Novo, PSDB e PSD.

Abilio Diniz já doou R$ 786 mil, sendo R$ 400 mil distribuídos igualitariamente entre os candidatos ao governo de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos) e Rodrigo Garcia (PSDB).

Procurado, o empresário informou que o mesmo valor, de R$ 200 mil, será doado ao candidato do PT, Fernando Haddad, mas ainda não consta no site do TSE.

E as campanhas de Bolsonaro e Lula?

Uma das bases de suporte de Bolsonaro, empresários do setor agropecuário são presença marcante entre os principais doadores do presidente em busca da reeleição.

Já o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) tem recebido doações pelo partido, sendo o seu maior doador o fundador da operadora de saúde Hapvida, o empresário Candido Pinheiro Koren de Lima.

Procurados, Alexandre Grendene, Luis Stuhlberger, Candido Pinheiro Koren de Lima não quiseram se manifestar.

A reportagem não conseguiu contato com Ricardo Minatto Brandão, Walter Salles, João Moreira Salles e Candido Bracher.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

Impactos dos juros

Aperto monetário global é novo entrave para crescimento da economia brasileira

24 de setembro de 2022 - 16:53

Com vários países endurecendo a política monetária, o mundo tende a crescer menos, com impactos sobre o comércio global

Eleições 2022

Líder das pesquisas, Lula decide faltar a debate do SBT e ouve críticas de adversários

24 de setembro de 2022 - 14:08

Candidato Ciro Gomes (PDT) disse que Lula “tem muito a esconder”, enquanto o presidente Jair Bolsonaro (PL) chamou a decisão de “estratégia”

Eleições 2022

Pesquisa Ipespe/Abrapel mostra Lula oscilando para cima e Bolsonaro estável

24 de setembro de 2022 - 11:41

Pesquisa mostrou que votos brancos e nulos também subiram, assim como o número de eleitores que não souberam ou preferiram não responder

Tax the rich!

Imposto sobre heranças vai aumentar? Saiba quais candidatos à presidência são a favor de tributá-las ou de taxar grandes fortunas

24 de setembro de 2022 - 10:00

A discussão sobre o aumento de impostos sobre os ricos ou os “super-ricos” é tendência mundial, e no Brasil não é diferente. Mas nem todos os candidatos à presidência têm propostas nesse sentido

Banho mais caro

Tarifa de energia elétrica deve subir mais do que toda a inflação projetada pelo Banco Central em 2023, dizem especialistas

24 de setembro de 2022 - 9:47

Reajuste das tarifas chegaria a 5% em 2023, enquanto a projeção do Banco Central para a inflação é de 4,6%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies