🔴 RECEBA ANÁLISES DE MERCADO DIÁRIAS: CLIQUE AQUI E SIGA O SEU DINHEIRO NO INSTAGRAM

2022-02-18T13:15:13-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Quem é você, Nubank?

A imprensa internacional está fazendo uma confusão com o investimento de Warren Buffett no Nubank (NUBR33)

Uma parte da imprensa internacional considerou o aporte de Buffett no Nubank como uma aposta de Buffett no mundo das criptomoedas; entenda a confusão

17 de fevereiro de 2022
12:16 - atualizado às 13:15
Montagem mostra Warren Buffett segurando o cartão do Nubank
Montagem mostra Warren Buffett segurando o cartão do Nubank - Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

O investimento do bilionário Warren Buffett no brasileiro Nubank (NUBR33) virou destaque na imprensa internacional nesta semana. Mas pelos motivos errados.

A Berkshire Hathaway, holding que concentra os investimentos de Buffett, fez um primeiro investimento no Nubank em junho no ano passado.

O "Oráculo de Omaha" aparentemente gostou do que viu e então aumentou a posição na oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) do banco digital, em dezembro.

No fim do ano passado, Buffett mantinha o equivalente a US$ 1 bilhão (R$ 5,17 bilhões, no câmbio atual) em ações do Nubank, listadas na Bolsa de Nova York (Nyse). O banco digital também possui recibos de ações (BDRs) na B3, negociados com o código NUBR33.

Nubank, um banco “cripto-friendly”?

Se o aporte de Warren Buffett no Nubank não chega a ser uma novidade para nós, a divulgação da participação da Berkshire Hathaway no banco digital brasileiro em documentos oficiais nesta semana chamou a atenção no exterior.

O problema foi a forma como o investimento foi tratado nas reportagens sobre o tema. Uma parte da imprensa internacional considerou o aporte no Nubank como uma aposta de Buffett no mundo das criptomoedas.

Sim, logo o bilionário, que já chamou o bitcoin e as demais moedas digitais de “veneno de rato”. O problema é que ligação do Nubank com o mundo das criptomoedas é muito distante — para dizer o mínimo.

A justificativa para tratar o Nubank como um banco "cripto-friendly" veio do fato de a NuInvest, a plataforma de investimentos do banco, permitir a negociação dos fundos de índice (ETFs) de criptomoedas listados na B3. Assim como qualquer corretora brasileira, aliás.

Mal comparando, seria como afirmar que Buffett é um apoiador da carreira internacional da cantora Anitta apenas por ela fazer parte do conselho do Nubank.

Enquanto a imprensa internacional tenta descobrir o que faz a tal empresa do cartão de crédito roxo, as ações do Nubank (NU) eram negociadas hoje em forte alta de 7,79% na Nyse, cotadas a US$ 9,73.

Apesar da alta, as cotações estão apenas um pouco acima do preço do IPO. Aqui na B3, os BDRs NUBR33 — que valem um sexto da ação em Nova York — subiam 8,19%, a R$ 8,32.

Os repórteres do Seu Dinheiro comentaram sobre as apostas contra o Nubank. Confira no vídeo abaixo:

Leia também:

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Taxas gordas

Com risco fiscal, retorno de 6% + IPCA volta a ser comum entre títulos Tesouro IPCA+ de longo prazo

6 de julho de 2022

Todos os vencimentos de títulos públicos Tesouro IPCA+ a partir de 2035 já voltaram a pagar a rentabilidade “mágica” desse tipo de ativo

QUEDA DE APORTES

Crise dos unicórnios e demissões em massa têm explicação: investimentos em startups caíram 44% no primeiro semestre

6 de julho de 2022

Inflação global, escalada da alta de juros e a Guerra da Ucrânia geraram incertezas no mercado e “seguraram” os investimentos; as mais afetadas são as startups de late stage e unicórnios

CARA CADÊ MEU DEFI?

Roubo de criptomoedas com ataque hacker levou US$ 1,3 bilhão de plataformas de DeFi em 2022; maior crime foi de US$ 180 milhões

6 de julho de 2022

Mesmo com a alta do dia, os investidores acompanham os desdobramentos do pedido de falência da Voyager Digital

O FANTASMA DA RECESSÃO

Ata do Fed manda recado: saiba se os próximos passos do BC dos EUA podem tirar o sono dos investidores

6 de julho de 2022

Na reunião de junho, o banco central norte-americano elevou a taxa de juro em 0,75 ponto percentual, o maior aumento desde 1994, na tentativa de conter uma inflação que não dá tréguas; será que vem mais por aí?

Está vindo aí

Risco de recessão volta a assustar, petróleo amplia perdas e petroleiras lideram quedas do dia; Hypera (HYPE3) e Americanas (AMER3) sobem forte

6 de julho de 2022

Com a queda do petróleo no mercado internacional, papéis de commodities no Brasil têm maiores quedas nesta quarta-feira

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies