🔴 SAVE THE DATE: 22/07 – FERRAMENTA PARA GERAR RENDA COM 1 CLIQUE SERÁ LIBERADA – CONHEÇA

Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
PROBLEMA RESOLVIDO

Bancos dos EUA querem resolver o problema de custódia de stablecoins e buscam criar a sua própria criptomoeda; entenda

Com isso, o usuário pode se beneficiar da segurança da blockchain e ainda ter o respaldo legal de um banco americano para negociar criptomoedas

Renan Sousa
Renan Sousa
13 de janeiro de 2022
16:10
tether criptomoeda lastreada em dólar
A USDF, stablecoin dos bancos americanos, terá uma agência independente como seguradora de valores. - Imagem: Shutterstock

Uma categoria ainda pouco explorada do mercado ganhou os holofotes dos órgãos legisladores americanos há pouco tempo. As stablecoins, as criptomoedas com lastro, cresceram em 2021 e já ganharam fortes aliados nessa disputa: os bancos dos Estados Unidos

Em geral, as criptomoedas não possuem lastro, mas as stablecoins são uma classe especial de ativos digitais. Elas possuem paridade com ouro ou dólar por exemplo.

As maiores e mais conhecidas são o tether (USDT) e USD Coin (USDC), respectivamente a quarta e a sexta maiores criptomoedas do mundo, com paridade com o dólar americano. 

Mas um consórcio de bancos, chamado de USDF Consortium, pretende unir o investimento em blockchain e criptomoedas com a segurança dos bancos e criar a sua própria stablecoin, chamada de USDF.

Problemas das stablecoins

Em outubro do ano passado, a empresa responsável pela emissão do tether recebeu uma notificação de multa por parte da Commodity Futures Trading Commission (CFTC). A comissão alegava que o USDT não possuía os dólares suficientes para a emissão da criptomoeda

À época, o valor de mercado do tether era de US$ 69 bilhões, mas, de acordo com a CFTC, a empresa não comprovou que teria todo esse dinheiro em caixa. 

Problema resolvido

Pensando nisso, o grupo de bancos resolveu agregar integrantes de peso para levantar o projeto. Entre eles, estão Synovus, New York Community Bank, FirstBank e Sterling National Bank, que figuram entre os 100 maiores bancos dos EUA. 

O USDF terá como lastro um fundo comum, que será segurado pelo Federal Deposit Insurance Corporation (FDIC), uma agência independente ligada ao Congresso norte-americano.

Entretanto, o Consortium ainda não informou onde exatamente ficarão as reservas da stablecoin USDF.

Vantagens e desvantagens das stablecoins

As stablecoins costumam ser usadas para reduzir as taxas de negociação entre ativos digitais. De modo geral, quando há uma queda muito forte das demais criptomoedas, elas tendem a se valorizar.

Além disso, elas podem ser usadas como reserva de valor dentro da rede. É como investir em dólar, mas usando a segurança e descentralidade da tecnologia blockchain.

Por outro lado, essas criptomoedas estão na mira dos órgão reguladores norte-americanos, que enxergam as empresas por trás da emissão das stablecoins como bancos e que, portanto, deveriam se adequar às pesadas regras do mercado americano. 

Por fim, cada moeda emitida sempre será equivalente a um dólar, diferentemente de outras criptomoedas que crescem e aumentam de preço, como o próprio bitcoin (BTC), e é o que torna as stablecoins… Estáveis.

Compartilhe

SOBE MAIS UM POUQUINHO?

Campos Neto estragou a festa do mercado e mexeu com as apostas para a próxima reunião do Copom. Veja o que os investidores esperam para a Selic agora

15 de setembro de 2022 - 12:41

Os investidores já se preparavam para celebrar o fim do ciclo de ajuste de alta da Selic, mas o presidente do Banco Central parece ter trazido o mercado de volta à realidade

PREVISÕES PARA O COPOM

Um dos maiores especialistas em inflação do país diz que não há motivos para o Banco Central elevar a taxa Selic em setembro; entenda

10 de setembro de 2022 - 16:42

Heron do Carmo, economista e professor da FEA-USP, prevê que o IPCA registrará a terceira deflação consecutiva em setembro

OUTRA FACE

O que acontece com as notas de libras com a imagem de Elizabeth II após a morte da rainha?

9 de setembro de 2022 - 10:51

De acordo com o Banco da Inglaterra (BoE), as cédulas atuais de libras com a imagem de Elizabeth II seguirão tendo valor legal

GREVE ATRASOU PLANEJAMENTO

Banco Central inicia trabalhos de laboratório do real digital; veja quando a criptomoeda brasileira deve estar disponível para uso

8 de setembro de 2022 - 16:28

Essa etapa do processo visa identificar características fundamentais de uma infraestrutura para a moeda digital e deve durar quatro meses

FAZ O PIX GRINGO

Copia mas não faz igual: Por que o BC dos Estados Unidos quer lançar um “Pix americano” e atrelar sistema a uma criptomoeda

30 de agosto de 2022 - 12:08

Apesar do rali do dia, o otimismo com as criptomoedas não deve se estender muito: o cenário macroeconômico continua ruim para o mercado

AMIGO DE CRIPTO

Com real digital do Banco Central, bancos poderão emitir criptomoeda para evitar “corrosão” de balanços, diz Campos Neto

12 de agosto de 2022 - 12:43

O presidente da CVM, João Pedro Nascimento, ainda afirmou que a comissão será rigorosa com crimes no setor: “ fraude não se regula, se pune”

AGORA VAI!

O real digital vem aí: saiba quando os testes vão começar e quanto tempo vai durar

10 de agosto de 2022 - 19:57

Originalmente, o laboratório do real digital estava previsto para começar no fim de março e acabar no final de julho, mas o BC decidiu suspender o cronograma devido à greve dos servidores

INSIGHTS ASSIMÉTRICOS

O ciclo de alta da Selic está perto do fim – e existe um título com o qual é difícil perder dinheiro mesmo se o juro começar a cair

2 de agosto de 2022 - 5:58

Quando o juro cair, o investidor ganha porque a curva arrefeceu; se não, a inflação vai ser alta o bastante para mais do que compensar novas altas

PRATA E CUPRONÍQUEL

Banco Central lança moedas em comemoração ao do bicentenário da independência; valores podem chegar a R$ 420

26 de julho de 2022 - 16:10

As moedas possuem valor de face de 2 e 5 reais, mas como são itens colecionáveis não têm equivalência com o dinheiro do dia a dia

AGRADANDO A CLIENTELA

Nubank (NUBR33) supera ‘bancões’ e tem um dos menores números de reclamações do ranking do Banco Central; C6 Bank lidera índice de queixas

21 de julho de 2022 - 16:43

O banco digital só perde para a Midway, conta digital da Riachuelo, no índice calculado pelo BC

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar