2022-02-07T20:29:58-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
FECHAMENTO DO DIA

Dólar volta aos R$ 5,25 com forte fluxo estrangeiro, mas Ibovespa fecha o dia no vermelho após sessão volátil

Com a volta das negociações na Ásia, o minério de ferro puxou as ações das siderúrgicas, mas alta foi insuficiente para garantir um dia de ganhos

7 de fevereiro de 2022
19:52 - atualizado às 20:29
Imagem: Montagem Andrei Morais/Shutterstock

Inflação, agenda cheia, pressão extra nas contas públicas e a trajetória da política monetária dos países ricos não é o melhor dos panos de fundos para o mercado financeiro, mas os investidores locais seguem sendo salvos de dias amargos pelo gringo. 

O investidor estrangeiro continua vendo o Brasil como uma boa oportunidade de investimento e, assim como foi durante o mês de janeiro, faz toda a diferença no comportamento dos mercados locais.

Com o cenário de aversão ao risco em escala global e a perspectiva de elevação dos juros nos Estados Unidos, é difícil dizer até quando essa será a realidade, mas por enquanto, o desejo é que o momento seja eterno enquanto dure. 

A semana começou sem muito fôlego, mas o alívio no câmbio se acentuou ao longo do dia, e o dólar à vista voltou a figurar na casa dos R$ 5,25, em uma queda de 1,26%, a menor cotação para a moeda americana desde setembro de 2021. No aguardo da ata da última reunião do Copom, que será divulgada amanhã, os juros futuros também tiveram uma tarde de queda. 

CÓDIGONOMEÚLTIMOFECHAMENTO 
DI1F23DI jan/2311,98%11,99%
DI1F25DI Jan/2511,02%11,09%
DI1F26DI Jan/2611,02%11,09%
DI1F27DI Jan/2711,14%11,22%

O sobe e desce da bolsa brasileira nesta segunda-feira (07) acompanhou a volatilidade que também atingiu a bolsa de Nova York, mas a composição do nosso índice traz dinâmicas internas próprias que contribuíram para o saldo final levemente negativo – o Ibovespa recuou 0,22%, aos 111.996 pontos. Wall Street também ficou próximo do zero a zero. O Nasdaq recuou 0,58%, o S&P 500 caiu 0,37% e o Dow Jones fechou o dia estável. 

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Petróleo e minério de ferro tentaram equilibrar a equação. Com o retorno das negociações na China, após a pausa de uma semana para a celebração do Ano Novo Chinês, as siderúrgicas e mineradoras voltaram a ter a commodity negociada em Qingdao e fecharam a sessão em alta. Além disso, o mercado está na expectativa pelos resultados de produção da Vale que serão divulgados nos próximos dias. 

Já o petróleo tem batido máximas com a tensão crescente entre Estados Unidos e Rússia, com o temor de que um conflito armado interfira na oferta global, mas a segunda-feira foi de realização de lucros, puxando as ações da Petrobras para uma queda de mais de 1%. 

Brasília em pauta

Para Gustavo Bertotti, head de renda variável da Messem Investimentos, a pressão política que esteve escondida durante o recesso parlamentar deve voltar a pressionar e pautar o Ibovespa nas próximas semanas.

As propostas dos parlamentares para tentar segurar a elevação dos preços dos combustíveis, em um momento em que o barril de petróleo se aproxima da casa dos US$ 100, pressionam o fiscal. 

Dentre as propostas apresentadas, a que mais preocupa é a que foi batizada de “PEC Kamikaze” pela equipe econômica.

O texto prevê desonerações no combustível até 2023 e inclui benefícios como vale-gás e bolsa caminhoneiro, mas sem nenhuma compensação fiscal. Segundo estimativas, o custo poderia ser de R$ 100 bilhões para os cofres públicos. 

Sobe e desce do Ibovespa

Entre as maiores altas, o destaque do dia fica com as ações do BB Seguridade. A companhia anunciou o seu resultado do quarto trimestre e mostrou um aumento no lucro e na distribuição de dividendos, o que agradou os investidores. Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
BBSE3BB Seguridade ONR$ 24,145,74%
JBSS3JBS ONR$ 35,924,91%
YDUQ3Yduqs ONR$ 22,544,26%
BRML3BR Malls ONR$ 9,623,89%
USIM5Usiminas PNAR$ 16,853,25%

O mercado repercute negativamente as projeções de sinergia anunciadas pela Hapvida (HAPV3) e NotreDame Intermédica (GNDI3). Os analistas ficaram decepcionados com os números anunciados e com o fato de que a maior parte das sinergias se dará por meio de receitas futuras da nova empresa e não pela otimização de custos.

Fora do Ibovespa o destaque negativo ficou com as ações da Oi. A companhia teve forte queda, repercutindo a notícia de que o Ministério Público Federal pediu ao Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) que barre a compra da Oi Móvel pela TIM, Telefônica e Claro. Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
GNDI3Intermédica ONR$ 67,70-4,67%
HAPV3Hapvida ONR$ 11,85-4,67%
VIIA3Via ONR$ 4,06-3,79%
SOMA3Grupo SomaR$ 13,37-3,33%
CSAN3Cosan ONR$ 22,54-3,30%
Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele