2022-04-02T11:59:57-03:00
Carolina Gama
SOBE E DESCE

Cielo (CIEL3) sobe mais de 16%; papeleiras figuram entre as perdas: veja o que foi destaque na bolsa na última semana

Confira as maiores altas e baixas do Ibovespa no decorrer da última semana, período no qual o índice acumulou alta de 2,09%

2 de abril de 2022
8:42 - atualizado às 11:59
Cielo (ciel3)
Cielo -

O Brasil segue reluzindo aos olhos dos investidores estrangeiros, ainda que em um ritmo menos acelerado do que se acreditava —  na sexta-feira (01), a bolsa brasileira anunciou uma correção na metodologia que fez “sumir” R$ 27 bilhões do saldo positivo da entrada de dinheiro gringo no país. 

Ainda assim, o Ibovespa, principal índice da B3, encerrou o primeiro pregão do segundo trimestre com alta de 1,31%, aos 121.570 pontos e acumulou um ganho de 2,09% na semana.

Vale lembrar que no mês de março o saldo seguiu positivo: o Ibovespa acumulou um avanço de 6,06%.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

Quem ganhou na semana

Já que o Ibovespa acumulou ganho na semana e no mês, nada mais justo do que começar com as ações que lideraram as altas no índice: a Cielo (CIEL3). 

A empresa fechou a sexta-feira (01) como a segunda maior alta do dia (+8,04%), ficando atrás apenas da Méliuz (CASH 3), que subiu 9,38%. 

Analistas acreditam que a Cielo foi beneficiada na bolsa pelo receio dos investidores com a greve dos servidores do Banco Central, com potencial para afetar o Pix. 

Os ganhos semanais da CIEL3 na bolsa foram de 16,26%. 

Para o mês de abril, o BTG Pactual colocou a Cielo (CIEL3) no lugar da GetNet (GETT11). A mudança foi motivada por um fator comum a ambas: o aumento das taxas de antecipação de recebíveis. 

De acordo com o BTG, o reajuste é uma boa notícia para a recuperação da margem de lucro da Cielo.

CódigoNomeULTVAR SEM
CIEL3CieloR$ 3,36+16,26%
SBSP3SabespR$ 51,27+14,34%
CASH3MéliuzR$ 2,80+12,45%
MGLU3MagaluR$ 7,35+12,39%
BRFS3BRFR$ 18,84+10,82%

Quem perdeu na bolsa

A fabricantes de papel de celulose apareceram entre as perdedoras do Ibovespa na semana. O motivo: o dólar. 

Essas empresas, que além de grandes produtoras, são exportadoras de celulose e papel, têm as receitas altamente expostas à variação da moeda norte-americana.

Por isso, a Klabin (KLBN11) amargou perdas tanto na sexta-feira (-1,62%) como na semana (-4,97%). A empresa teve a companhia da Suzano (SUZB3), que ocupou o terceiro lugar com a maior baixa semanal (-4,48%). 

CódigoNomeULTVAR SEM
KLBN11KlabinR$ 23,67-4,97%
CYRE3CyrelaR$ 17,94-4,68%
SUZB3SuzanoR$ 54,21-4,48%
RDOR3Rede D´orR$ 50,53-3,31%
CSAN3CNSR$ 23,80-3,05%

Touros e Ursos #102 — terceira via nas eleições

A chamada terceira via ainda tem chances nas eleições depois da saída de Sergio Moro e a polêmica sobre a candidatura de João Doria? Aperte o play e ouça o comentário dos repórteres do Seu Dinheiro:

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele